conecte-se conosco


Entretenimento

Wanessa Camargo revela trauma na infância devido fama do pai

Publicado

Wanessa Camrago disse durante uma entrevista que quando seu pai Zezé Di Camargo estourou no sertanejo não foram só mil maravilhas, a cantora também passou por alguns traumas que marcaram sua infância.

Leia também: Sem sutiã, Zilu deixa seios em evidência e detalhe inusitado choca web

Wanessa Camargo arrow-options
Reprodução/Rede Record

Wanessa Camargo


“O que mudou foi o material, a gente não se tornou mais feliz por conta disso […] Foi um baita de um trauminha, mas o que me ajudou foi a minha família e meu pai”, revelou Wanessa Camargo à revista Quem .

Apesar da pequena tribulação que a cantora relembrou sobre a fama do pai, ela reconhece que todo o esforço de Zezé rendeu muitas coisas boas à família.

Leia também: Sem Graciele, Zezé Di Camargo reencontra Zilu Godoy

“Quando eu falo que amo fazer compras de casa – e sim, sou que vou ao mercado -, é porque eu lembro de cada vez que a geladeira enchia. A gente não passava fome, mas tinha limitações. Quando meu pai e minha mãe conseguiam encher a geladeira era uma festa em casa. Me dava uma sensação de segurança ver a geladeira cheia. Por isso que gosto de fazer compras de mercado, porque aprendi que não é fácil ter a geladeira cheia”, lembrou a artista .

A filha de Zilu Godoi aproveitou para falar que ela lembra muito das dificuldades que enfretaram na infãncia na hora de educar seus filhos, sempre com os pés no chão.

Leia também:  Wanessa fala sobre traições e revela depressão

“É importante não dar demais para eles mesmo a gente tendo condição. É importante eles não terem sempre o que querem para dar valor e não verem aquilo como sempre disponível até porque pode ser que não seja mesmo”, finalizou Wanessa Camargo .

Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

Paulo Ricardo deve pagar R$ 390 mil após perder ação trabalhista

Publicado


source

Após Paulo Ricardo perder um processo, a Justiça ordenou a penhora de R$ 390 mil em direitos autorais. A ação teve início em 2010, quando o tecladista João Eugenio Marques entrou com processo trabalhista contra a empresa do cantor, a PRMusic. O músico queria ter o seu trabalho reconhecido como CLT, com direito a todos os direitos e benefícios previstos por lei.

Paulo Ricardo
Reprodução/Instagram

Paulo Ricardo deve pagar R$ 390 mil à ex-tecladista

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, o juiz Renato Sabino Filho, da 6ª Vara do Trabalho, reconheceu o vínculo de trabalho do tecladista com a empresa. Ficou determinado que a RPMusic deveria pagar R$ 50 mil ao músico, que trabalhou com Paulo Ricardo de 2006 a 2010, quando o artista seguia carreira solo.

A empresa do vocalista do RPM recorreu à decisão. Em segunda instância, a decisão foi mantida no ano de 2016. O cantor tentou um acordo com o tecladista, mas não houve um consenso e, com os juros e correções, o valor subiu para R$ 390 mil. Como não foram encontrados ativos em nome da empresa para pagar a dívida, a Justiça determinou que Paulo Ricardo respondesse ao processo, por isso a penhora dos direitos autorais. 

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas