conecte-se conosco


Nacional

“Todos terão contato com vírus”, diz secretário-executivo do Ministério da Saúde

Publicado


source

Agência Brasil

gabbardo arrow-options
Reprodução / YouTube

João Gabbardo dos Reis, secretário-executivo do Ministério da Saúde, uarta-feira (24)

O secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo, afirmou em entrevista coletiva no Palácio do Planalto, em Brasília, que é provável que o novo coranavírus alcance toda a população. O contágio não quer dizer, no entanto, que todas essas pessoas desenvolverão os sintomas da doença.

Leia mais: Maggiore não tem equipe infectada com Covid-19, apesar da morte de 79 pacientes

Conforme histórico da disseminação da doença, já observado em outros países, 86% das pessoas que entraram em contato com o novo coronavírus não apresentaram nenhum problema de saúde decorrente. Os 14% restantes tiveram que procurar hospitais, desses alguns foram internados, alguns em unidades de terapia intensiva, e uma fração veio a óbito. A atual taxa de natalidade no Brasil é de 4,2% dos casos notificados.

“Todo mundo vai ter contato com o vírus. O que a gente precisa é ter tempo”, disse Gabbardo se referindo à necessidade de ampliação de atendimento, preparação de mais leitos e equipamento de mais unidades com respiradores artificiais. Preocupa o secretário-executivo riscos de sobreposição da Covid-19 com eventual aumento de gripe por influenza (H1N1) comum no inverno brasileiro. O país já iniciou a campanha nacional de vacinação anual contra a gripe.

Segundo o secretário-executivo, como ocorre em outras doenças, o organismo de muitas pessoas que venham a entrar em contato com vírus reagira produzindo a autoimunidade, o que no futuro, junto com tratamentos e uma vacina a ser desenvolvida, favorecerá a não mais disseminação massiva da doença como ocorre atualmente no Brasil e em outros países. “O fluxo de transmissão começa a diminuir quando já tiver 50% [da população] imunizada”, explicou Gabbardo.

Leia também: Durante pandemia do Covid-19, subsecretária da Saúde do Rio é exonerada

De acordo com o Ministério da Saúde, 10.278 pessoas se infectaram com o novo coronavírus no Brasil até hoje (sábado, 4). O número de pessoas mortas por causa da Covid-19 já totaliza 432 óbitos. Os dados foram fechados às 14 horas com base nas informações das secretarias estaduais de saúde. O país ocupa a 16º lugar em casos da doença, o 14º lugar em óbitos e o 8º lugar em letalidade.

Comentários Facebook
publicidade

Nacional

Covas: São Paulo plantará uma árvore para cada vítima de Covid-19

Publicado


source
covas
Divulgação

A cidade de São Paulo faz aqui a sua lembrança em relação a todas as pessoas que estão perdendo a vida por conta dessa pandemia, disse Covas


O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, disse, nesta sexta-feira (5), que a cidade terá um memorial em homenagem às vítimas do  coronavírus. Uma árvore será plantada para cada uma das pessoas que morram na cidade de São Paulo por causa da doença.

Segundo o prefeito, as árvores serão plantadas no Parque do Carmo, zona leste da capital. “O município de São Paulo vai criar um memorial para todas as vítimas de coronavírus da cidade lá no Parque do Carmo, plantando uma árvore para cada vida perdida “, detalhou.

“Enquanto alguns governos comemoram o desmatamento e passam a mão na cabeça daqueles que promovem o desmatamento, a cidade de São Paulo faz aqui a sua lembrança em relação a todas as pessoas que estão perdendo a vida por conta dessa pandemia e plantando ainda mais árvores, contribuindo para o reflorestamento de São Paulo”, falou Covas.

Até ontem (4), a cidade de São Paulo tinha registrado 4.568 óbitos provocados pelo coronavírus.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas