Connect with us

Mulher

Thais Carla publica vídeo tocando o próprio corpo e recebe críticas nas redes

Publicado em

Thais Carla ganhou a atenção do público depois que começou a participar do grupo de bailarinas da cantora Anitta
 . Com 360 mil seguidores no Instagram, a carioca sempre aborda temas como aceitação e positividade corporal em suas publicações, mas acaba recebendo diversos comentários negativos de pessoas que se incomodam com seu corpo
.


Thais Carla compartilhou um vídeo em prol do Outubro Rosa mostrando o próprio corpo e causou polêmica nas redes
Reprodução/Instagram/thaiiscarlaoficial

Thais Carla compartilhou um vídeo em prol do Outubro Rosa mostrando o próprio corpo e causou polêmica nas redes

Pensando na campanha de conscientização Outubro Rosa
, que tem como objetivo alertar as mulheres sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer de mama através do exame de toque, Thais Carla compartilhou um vídeo tocando o próprio corpo. Nas imagens, ela aparece nua e passa a mão sobre os seios, a barriga e as costas. 

Na legenda ela escreveu: “Seja amiga do seu corpo, converse com ele, entenda as suas mudanças e aprenda a amá-lo.” A ideia da publicação é ir além da ação sobre o câncer e falar também sobre quebrar padrões de beleza e autoaceitação, já que, enquanto se toca, ela mostra aquilo que as pessoas consideram “defeitos do corpo”, como estrias e gorduras. Assista:

Apesar da intenção da dançarina, o vídeo acabou causando polêmica nas redes socais e alguns “haters” apareceram para reclamar do fato dela “se expor demais”. “Isso está ridículo, não precisa ficar mostrando o corpo assim. Isso é apologia à gordura”, escreveu um. 

Já outros decidiram sair em defesa de Thais. “Eu só consigo enxergar inspiração nessa mulher. Ela se aceita e se ama. Os discursos de ódio, os comentários das pessoas são tão pesados que até eu consigo sentir a energia tão negativa! Desejo a ti muito mais força e muito mais coragem!  Continue inspirando
“, disse uma internauta. 

Thais Carla e o processo de autoaceitação


A dançarina plus size Thais Carla resolveu desabafar na internet sobre a percepção das pessoas sobre corpos gordos
Reprodução/Instagram

A dançarina plus size Thais Carla resolveu desabafar na internet sobre a percepção das pessoas sobre corpos gordos

Essa não é a primeira vez que a dançarina sofre com  comentários gordofóbicos
. Em junho deste ano, ela compartilhou uma foto em que estava usando apenas sutiã e calcinha e questionou a percepção das pessoas sobre corpos gordos. “Por que quando uma gorda posta uma foto com roupa íntima, ela está sendo vulgar? Ou está se expondo demais?”, escreveu.

“Eu ficaria tão feliz se essas mesmas pessoas começassem a respeitar as diferenças e as singularidades. Depois que eu aceitei o meu corpo foi tão libertador e eu me sinto no dever de ajudar as pessoas a se encontrarem e a fecharem os olhos para essas críticas que não acrescentam em nada. Não é olhando para o meu corpo gordo que você vai deduzir se estou doente ou não, ou muito menos se sou feliz”, completou Thais Carla 

Comentários Facebook
Advertisement

Mulher

Sem força de vontade para malhar? Áudios podem servir de motivação

Published

on

By

Se você sente preguiça de ir malhar, não está sozinho. Muitos brasileiros sofrem desse problema na hora de praticar exercícios. Para tentar melhorar essa situação, uma boa ideia pode ser ouvir áudios motivacionais.

Leia mais: Eletroestimulação muscular ajuda a perder gordura e reduzir celulite; saiba mais

Ouvir áudios motivacionais durante o treino pode incentivar exercícios arrow-options
Divulgação

Ouvir áudios motivacionais durante o treino pode incentivar exercícios


Como funciona?

Os áudios motivacionais funcionam na mesma lógica dos ‘coachings’. Apenas com fones de ouvido, a pessoa ouvirá palavras de incentivo para inúmeras situações, o que a ajudará a ter mais vontade para alcançar seus objetivos.

São várias as categorias de áudios disponíveis: para dormir melhor, sobre o processo de perda de peso, self talk (ou conversa interior), recuperação de exercícios, motivação, incentivo para voltar a treinar, além dos exercícios guiados, que dão as coordenadas para fazer agachamentos e flexões, por exemplo. 

Esses áudios podem funcionar para diferentes desafios, como por exemplo, encarar o estresse depois de um dia ruim. Além disso, podem ser adaptados para treinos fáceis ou difíceis, para “não dar desculpas” e também para preservar a saúde mental.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo aplicativo da Freeletics, especializado em treinamento fitness, 66% dos brasileiros se sentiriam mais motivados caso escutassem áudios na atividade física.

O aplicativo oferece áudios específicos para cada ocasião, desenvolvidos com base em pesquisas científicas e trabalhados em conjunto com um algoritmo de inteligência artificial.

Leia mais: Antes e depois: mulher vence depressão e elimina mais de 80kg fazendo zumba

Corpo e mente

A partir do entendimento de que o bem-estar da mente é prioridade na vida, também surgiram os áudios direcionados às pessoas que querem meditar e relaxar , focando em construir uma ideia de saúde que englobe corpo e mente.

A ideia é ajudar as pessoas a criarem uma mentalidade equilibrada, voltada para objetivos . Os áudios auxiliam na execução de metas voltadas à saúde e ao universo fitness, com a reserva de poucos minutos diários para a escuta.

Alguns dos ensinamentos propagados nos áudios da Freeletics, por exemplo, são: estabelecimento de rotinas, como lidar com contratempos, gerenciamento do estresse, melhoramento do foco, recuperação e sono (já que 60% dos brasileiros relataram dificuldades para dormir).

Leia mais: Detox turbo ou 15 ovos por dia: detalhamos as dietas das famosas para o carnaval

Uma lição encontrada nos áudios voltados ao sono é o otimismo antes de dormir. Ele ajuda a refletir sobre o que aconteceu durante o dia, para voltar o pensamento na direção das coisas positivas e ajudar o ouvinte a ser mais grato e otimista. Assim, a tendência é encarar a noite com mais serenidade e calma. 

Comentários Facebook
Continue Reading

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas