conecte-se conosco


Saúde

Taxa de transmissão da Covid-19 no Brasil tem ligeira alta, diz Imperial College

Publicado


source
Taxa de transmissão da Covid-19 no Brasil tem ligeira alta
Reprodução: iG Minas Gerais

Taxa de transmissão da Covid-19 no Brasil tem ligeira alta


Segundo levantamento Imperial College de Londres, nesta terça-feira (3), a taxa de transmissão da Covid-19 no Brasil teve uma leve alta. O índice chegou a para 0,97, próximo aos registrados nas duas semanas anteriores, 0,96 e 0,95.

O número atual que dizer que cada 100 pessoas contaminads transmitem o vírus a outras 97 pessoas. A menor taxa registrada no país desde novembro de 2020 foi em 13 de julho, quando chegou a 0,88. 

O índice brasileiro atual pode variar de 0,84 a 1,07, segundo a margem de erro calculada pela universidade britânica, que projeta que o país deve registrar 7.370 mortes pela Covid-19 nesta semana. Na semana anterior, foram contabilizados 7.120 óbitos pela doença.

Segundo o levantamento, o mundo registrou, até a última segunda, mais de 198 milhões de casos e mais de 4,2 milhões de vidas perdidas para a Covid-19.

As maiores taxas de transmissão da semana foram em Marrocos (1,70), Azerbaijão (1,60) e França (1,52). Na América do Sul, os maiores índices os foram da Venezuela (Rt 1,02) e Argentina (Rt 1,00), seguidos pelo Brasil. Já as menores taxas foram no Kuwait (0,65), Polônia (0,67) e Espanha (0,68).

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
publicidade

Saúde

Adolescente morreu de púrpura trombótica não relacionada à vacina, diz Saúde

Publicado


source
O ministro da Saúde Marcelo Queiroga
Foto: Jefferson Rudy – 6.mai.2021/Agência Senado

O ministro da Saúde Marcelo Queiroga

Uma análise feita pelo Ministério da Saúde mostrou que a  causa da morte da adolescente de 16 anos que tomou a vacina da Pfizer foi púrpura trombocitopênica trombótica, uma doença autoimune que predispõe a formação de coágulo e pode levar à morte. As informações são da colunista Mônica Bergamo , do jornal Folha de S. Paulo .

Os trombos viajam pela corrente sanguínea e podem se alojar em órgãos vitais, como o coração, pulmões e cérebro.

Na última sexta-feira (17), a Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo já havia informado que o imunizante não foi a causa da morte da jovem  e, no documento que será divulgado ainda hoje pelo Ministério da Saúde, a pasta afirma que o óbito não está associado à vacina.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse não ser contra a imunização de adolescentes sem comorbidades, apesar de ter anunciado a suspensão da campanha para esse grupo na última semana . Mesmo com a determinação, diversas capitais continuaram a vacinação , como Porto Alegre, Florianópolis, São Paulo e Rio de Janeiro.

De acordo com Queiroga, a decisão de interromper a campanha se deu por uma questão de logística e disponibilidade de vacinas . Técnicos do Ministério da Saúde que atuam no Programa Nacional de Imunização (PNI), no entanto, disseram não terem sido ouvidos para o decreto. 

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas