conecte-se conosco


Policial

Sobe para 23.506 os casos confirmados de covid-19 e aumenta o nº de mortes em MT

Publicado

Conforme a atualização da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), até a tarde dessa terça-feira (7), era 23.506 o número de casos confirmados de Covid-19 em Mato Grosso e 896 mortes em decorrência do coronavírus em todo o Estado.

 

Os municípios com maior número de contaminados pelo vírus são Cuiabá (5.486), Várzea Grande (1.768), Rondonópolis (1.737), Sorriso (1.031), Lucas do Rio Verde (1.003), Tangará da Serra (901), Primavera do Leste (877), Sinop (629), Nova Mutum (572), Pontes e Lacerda (489), Campo Verde (414), Cáceres (402), Confresa (336), Colíder (324), Barra do Garças (310), Peixoto de Azevedo (285), Campo Novo do Parecis (281), Sapezal (272), Querência (263) e Matupá (261).

 

Conforme o documento, nas últimas 24 horas, surgiu 1.435 novas confirmações no estado. Dos 23.506 casos confirmados de Covid-19 em Mato Grosso, 12.272 estão em isolamento domiciliar e 9.607 estão recuperados. Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 233 internações em UTI e 303 em enfermaria. Sendo que, a taxa de ocupação está em 93,2% para UTIs e em 44,5% para enfermarias.

 

Ainda conforme a Secretaria de Saúde, 26.004 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e ainda restam 1.580 amostras para serem analisadas.

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Polícia Civil em Barra do Bugres cria espaço para atendimento a vítimas de violência

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

 

A Delegacia da Polícia Civil em Barra do Bugres (168 km a médio-norte de Cuiabá) inaugurou nesta semana, em Homenagem aos 14 anos da Lei Maria da Penha uma sala exclusiva para atendimento à mulher.

A criação do novo espaço foi possível por meio de parcerias da unidade policial e o município, com o objetivo de atender de forma adequada mulheres vítimas de violência doméstica.

Ao chegar à delegacia, a vítima já recebe pronto atendimento no espaço reservado e privativo, para o registro de ocorrências, realização de oitivas, bem como o pedido de medidas protetivas e demais ações que fazem parte da Lei Maria da Penha.

O delegado de Barra do Bugres, Renato Resende, pontua que a mulher que passa por um momento de fragilidade não pode estar exposta ao movimento diário da delegacia. “A estratégia da sala é uma busca da Polícia Civil no enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher. Acrescenta-se que a sala se destina, também, ao atendimento de crianças e adolescentes, vítimas de abuso sexual. Por isso, essa sala reservada incentiva as vítimas a procurarem ajuda”.

A delegacia conta com profissionais qualificados e treinados para lidar com os casos envolvendo violência doméstica. O espaço é equipado com ar-condicionado, computador para oferecer mais conforto às vítimas. “Com essa estrutura prestamos o serviço de forma mais humanizada, sobretudo em um momento grave decorrente da pandemia, que estamos passando”, acrescentou o delegado. 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas