conecte-se conosco


Na Capital

Secretária faz chamamento para vacinação dos profissionais da educação

Publicado


Jorge Pinho

Clique para ampliar

Mais de 14 mil profissionais da Educação já foram vacinados em Cuiabá. Segundo levantamento realizado pela coordenação de Tecnologia da Informação da Secretaria de Saúde, na última quarta-feira (16), 15.705 profissionais da área já haviam feito o cadastramento para receberem o imunizante.

Em razão do número de abstenções nesse segmento, a secretária Municipal de Educação, Edilene de Souza Machado, pediu conscientização e lembrou da preocupação da gestão com relação a esses profissionais.  “Aguardamos com ansiedade pelo momento em que pudéssemos ser vacinados. Agora chegou a nossa vez e, para que possamos proteger nossos familiares e retomarmos com segurança as atividades presenciais híbridas nas unidades da rede pública Municipal, a imunização é fundamental. Existe uma grande preocupação por parte da gestão Municipal, em relação à segurança da comunidade escolar, especialmente porque as crianças são assintomáticas”, disse a secretária Municipal de Educação Edilene de Souza Machado.

Segundo informações da Secretaria de Saúde, estão sendo feitos cerca de 5 mil agendamentos por dia e nos 12 primeiros dias de julho foram registradas uma média de mil abstenções por dia. As pessoas fazem o cadastro e quando sai a agenda muitas não comparecem aos postos de vacinação e, com isso acabam tirando a vez de quem está ansioso para ser vacinado.

Para os gestores da Saúde isso vem acontecendo porque muitas pessoas querem escolher a vacina. Os gestores alertam que todos os imunizantes funcionam e, é preciso que mais pessoas sejam vacinadas o quanto antes, independente da vacina, para diminuir o grau de transmissão do coronavírus e podermos superar a crise sanitária e voltarmos a ter uma vida normal.

Público alvo

Um levantamento inicial da Secretaria de Educação apontava que cerca de 15 mil profissionais deveriam ser vacinados nesta etapa. Esse número, entretanto, deve ultrapassar os 16 mil profissionais.

Esses profissionais atuam nas unidades da rede pública municipal, estadual, federal, filantrópicas e particulares, de todas as modalidades de ensino, desde a Educação Básica, até o Ensino Médio e Superior, escolas profissionalizantes e de línguas.

Na rede pública municipal de Ensino, são 6.882 servidores entre professores, Técnicos de Desenvolvimento Infantil, e demais técnicos que atuam diretamente nas unidades educacionais e os servidores lotados na sede do órgão.

Cadastro

Para se cadastrar, as pessoas devem acessar o site vacina.cuiaba.mt.gov.br e preencher todos os campos obrigatórios. Após o agendamento, o sistema do site envia uma mensagem de WhatsApp automática e/ou um e-mail informando que ela já está confirmada para ir tomar sua vacina. No dia da vacinação, é necessário levar o QR Code do agendamento impresso, um documento com foto e o comprovante de endereço de Cuiabá. A pessoa também deve estar com o cartão do SUS atualizado.

Em Cuiabá são cinco polos de vacinação, Senai Porto, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Sesi Papa, Sesc Balneário e Assembleia Legislativa.

 

Comentários Facebook
publicidade

Na Capital

Empresa Cuiabana de Saúde Pública reitera pagamento regular às empresas prestadoras de serviços

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

Sobre a Operação Curare, a Empresa Cuiabana de Saúde Pública (ECSP) informa que:

– Não houve bloqueio nas contas bancárias das empresas envolvidas na operação Curare. 

– Da mesma forma, as empresas que prestam serviços à ECSP no Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) e no Hospital São Benedito e que foram alvos da operação não estão impedidas de receber os valores devidos pelos serviços prestados.

– Os profissionais que prestam serviços nessas unidades podem continuar trabalhando normalmente, com a segurança de que seus empregadores receberão os pagamentos por parte da ECSP, que fará o repasse regular dos serviços comprovadamente prestados.

– Por sua vez, a população usuária desses hospitais também pode contar com a certeza de que os serviços não serão afetados.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas