conecte-se conosco


Economia

Redução de juros faz prestação da casa própria cair até R$ 997, mostra simulação

Publicado

source
chave da casa própria arrow-options
shutterstock

Parcelas do financiamento imobiliário terão redução de 8,5% para 7,5% e 9,75% para 9,5% ao ano mais TR

Caixa Econômica Federal anunciou, nesta terça-feira (8), a  redução de juros do financiamento imobiliário de  8,5% para 7,5% ao ano, e a maior, de 9,75% para 9,5% ao ano, mais a Taxa Referencial (TR). Simulações mostram que a queda da taxa pode levar a diminuição das prestações em até R$ 997, em um financiamento de R$ 1,2 milhão, em 30 anos. 

Segundo Ana Maria Castelo, coordenadora de projetos da Construção da FGV, cada ponto percentual de corte nos juros imobiliário tem potencial para incluir até 800 mil famílias no financiamento da casa própria.

Simulações mostram que em um financiamento de R$ 300 mil, com prazo de pagamento também de 30 anos, o valor da prestação da Caixa cairá R$ 232,97 com a taxa mais baixa, saindo de R$ 2.879,78 para R$ 2.646,81.

A queda no juros também tem impacto na renda exigida para fazer jus ao crédito, explica  o consultor José Urbano Duarte. No mesmo financiamento da casa própria de R$ 300 mil, destaca ele, a redução de um ponto percentual equivale, em média, a uma renda 10% menor. Ou seja,  de R$ 7.100 para R$ 6.450.

Leia mais:  Economia tem melhor resultado do ano no 3º trimestre e PIB cresce 0,8%, diz IBGE

Na avaliação de Miguel José Ribeiro de Oliveira, diretor executivo de Estudos e Pesquisas Econômicas da Associação Nacional dos Executivos de Finanças e Contabilidade (Anefac), no entanto, o impacto da queda dos juros terá efeitos limitados a curto prazo no setor: “A compra do imóvel leva em conta orçamento das famílias, manutenção de emprego, composição de renda. E o endividamento das famílias está muito alto”.

Leia também:  Itaú e Bradesco reduzem taxa de juros para crédito imobiliário 

Novas taxas da Caixa para crédito imobiliário

As novas taxas da Caixa entram em vigor na segunda-feira e valem para novos contratos . Serão beneficiados contratos enquadrados no Sistema Financeiro da Habitação (SFH), com recursos da poupança para imóveis até R$ 1,5 milhão, e no Sistema Financeiro Imobiliário (SFI) — dentro do modelo tradicional, corrigido pela TR, hoje zerada.

Em agosto, a Caixa lançou a modalidade indexada à inflação. Por ela, a taxa mínima é de 2,95% ao ano, e a máxima, de 4,95%, mais o índice de preços. Estes percentuais não serão alterados nos próximos seis meses, segundo o presidente do banco, Pedro Guimarães, porque a linha é recente e ainda está sendo avaliada.

Leia mais:  Aprovação de crédito extra para regra de ouro retira incertezas, diz secretário

Especialistas, no entanto, dizem que apesar das taxas mais baixas é preciso bastante reflexão antes de optar por essa nova modalidade de crédito pela incerteza em relação a variação da inflação. 

Leia também: Feirões para renegociar dívidas estão abertos: veja dicas de como aproveitar

O fato de a taxa básica de juros da economia, a Selic, estar em seu menor patamar histórico, 5,5% ao ano,  já havia levado a  Bradesco e Itaú a reduzirem suas taxas para 7,3% e 7,45% ao ano mais TR, respectivamente. O Banco do Brasil pratica taxas mínimas a partir de 7,99% ao ano mais TR, para financiamento em 35 anos. Já o Santander oferece taxas mínimas de 7,99%.

Fonte: IG Economia
Comentários Facebook
publicidade

Economia

Aprenda a ver extrato do INSS e simular tempo de contribuição pela internet

Publicado

por

source
computador arrow-options
iStock

Site do INSS pode ser usado para fazer a simulação do tempo de contribuição ou verificar se tem direito a salário-maternidade

É possível saber como está o extrato do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), consultar o saldo e outros benefícios ligados ao instituto, como seguro desemprego e aposentadoria, em um só lugar.

Desde maio, o acesso ao portal Meu INSS passou a ser realizado por meio do endereço virtual acesso.gov.br . O governo federal pretende unificar portais e sites institucionais e, por isso, fez a mudança.

Uma vez no site, para conferir informações sobre o INSS , o interessado precisa informar dados pessoais obrigatórios — nome e CPF —, além de informações opcionais que podem ajudar em caso de necessidade de recuperação da senha, como endereço de e-mail e número de telefone. O cidadão tem que confirmar, ainda, o nome da mãe, assim como seu dia e seu mês de nascimento.

Leia também: Mesmo se aprovada hoje, reforma da Previdência continua em discussão; entenda

O cadastramento depende da confirmação de informações trabalhistas e previdenciárias e somente é finalizado quando o segurado responde de forma correta às perguntas.

Leia mais:  Presidente dos Correios avalia abrir capital da estatal

Por isso, é preciso escolher a opção correta sobre a última empresa onde trabalhou recolhendo para a Previdência Social, o ano em que ingressou nessa companhia e até se recebeu benefício do INSS nos últimos cinco anos.

De acordo com o INSS, terminada esta etapa, o interessado recebe um código de validação enviado por SMS (torpedo) ou um link por e-mail. A partir daí, pode cadastrar sua senha de acesso para utilização do Meu INSS.

Para facilitar o entendimento, o INSS decidiu mudar a nomenclatura dos serviços oferecidos nesses canais, substituindo algumas palavras por opções mais simples.

Ainda há uma outra forma de acessar o portal Meu INSS. O internauta pode entrar nos sites dos bancos Banco do Brasil, Banrisul, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú, Mercantil do Brasil, Santander, Sicoob e Sicredi, a fim de obter uma senha inicial.

As agências do INSS também oferecem esse serviço. Mais informações podem ser obtidas pela central de atendimento telefônico 135.

Serviços que podem ser realizados pelo Meu INSS:

  • Aposentadoria por idade
  • Salário-maternidade
  • Simulação de tempo de contribuição
  • Agendamentos e consultas de pedidos
  • Extrato CNIS
  • Extrato de pagamento de benefício
  • Extrato de empréstimo
  • Extrato de Imposto de Renda
  • Carta de Concessão de Benefício
  • Agendamento de perícia médica
  • Declaração de benefício
  • Consultar a revisão do artigo 29
  • Declaração de Regularidade de Contribuinte Individual
  • Alterar dados básicos de contato
Leia mais:  Economia tem melhor resultado do ano no 3º trimestre e PIB cresce 0,8%, diz IBGE

Fonte: IG Economia
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas