Connect with us

Na Capital

Prefeitura realiza atualização técnica sobre sarampo e rubéola para profissionais da Saúde

Publicado em

Durante anos o sarampo foi considerado uma doença controlada no Brasil, mas de acordo com uma atualização epidemiológica da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), publicada em agosto de 2018, essa realidade mudou. Conforme o estudo, foram confirmados mais de 1.200 casos de sarampo no país, inclusive com óbitos.

Em Cuiabá, segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde – SMS há anos não existem notificações de casos de sarampo. Apesar disso, a Capital aderiu às recomendações da OPAS de aumentar a cobertura vacinal e fortalecer a vigilância epidemiológica, com o intuito de detectar rapidamente possíveis suspeitas da doença.

Uma das ações da SMS, realizadas por meio da Atenção Básica para incorporar Cuiabá ao plano de eliminação não apenas do sarampo, mas também da rubéola, é a promoção de uma capacitação para os enfermeiros gerentes de todas as regionais sobre o plano de manejo das duas doenças. A cada semana do mês de outubro uma regional participa do curso.

De acordo com a Responsável Técnica de Imunização, Sandra Horn, a ideia é fazer a estruturação os serviços prestados em nível municipal. “Nesta capacitação traçamos algumas linhas de ações e indicadores com a finalidade de evitar a reintrodução e a transmissão endêmica dos vírus do sarampo e rubéola na nossa região. O trabalho envolve o Departamento de Vigilância em Saúde, a Vigilância Epidemiológica, Imunização, Laboratório e a Atenção Básica. Uma das ações propostas é garantir a expansão da homogeneidade e cobertura vacinal estimulando estratégias que incentivem a vacinação e a atualização do cartão”, comenta a RT.

Dentro do conteúdo do curso, os enfermeiros responsáveis das Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas de todas as regionais vão ver o fluxograma de atendimento, o diagnóstico diferencial das doenças exantemáticas (doenças infecciosas cujas manifestações cutâneas auxiliam para o diagnóstico), roteiros de investigação e medidas de prevenção, controle e proteção da população.

Comentários Facebook
Advertisement

Na Capital

Secretaria de Mobilidade Urbana notifica proprietários de veículos apreendidos e não retirados

Published

on

A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob) publicou, nesta segunda-feira (15), o edital de notificação para realização de um novo leilão de veículos apreendidos, recolhidos e removidos há mais de 60 dias, que não foram retirados dentro do prazo, conforme a legislação.

O documento notifica os respectivos proprietários dos veículos, assim como os bancos e/ou financeiras e seguradoras, relacionados a seguir, para, querendo, quitarem seus débitos e evitarem a alienação. O prazo para a retirada dos veículos é de 60 dias, improrrogável, contados a partir da data de publicação.

O não atendimento da notificação implica na adoção das medidas legais amparadas na forma do art. 328 do Código de Trânsito Brasileiro e Resolução nº 623 de 06 de setembro de 2016 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

A relação de veículos obedecerá a seguinte ordem: Nome do proprietário e/ou nome do agente financeiro, arrendatário ou com direitos o veículo, placa, renavam, chassi, ano fabricação/ano modelo, marca/modelo do veículo.

Os automóveis e sucatas que permanecerem no pátio serão leiloados pela empresa Foco Leilões, nas modalidades presencial e online, em sessão pública. As datas para a realização do leilão serão brevemente informadas.

Confira em anexo o edital de notificação:

Fonte: Prefeitura de Cuiabá MT

Comentários Facebook
Continue Reading

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas