conecte-se conosco


Saúde

Por que dormir no escuro é de fato a melhor coisa para ter uma boa noite de sono

Publicado

Se você faz parte do grupo que tem pavor de dormir no escuro, é hora de enfrentar esse medo para conseguir descansar melhor durante à noite. Mesmo que deitar na cama na total escuridão seja um problema para muitas pessoas, vale destacar que esse hábito é fundamental e traz diversos benefícios à saúde.

Leia também: Sono: vilão ou aliado? Confira cinco dicas de como dormir melhor

dormir no escuro arrow-options
shutterstock

Você costuma dormir no escuro ou com alguma luz artificial? Saiba por qual motivo é importante optar pela escuridão total

Mas, afinal, por que é importante dormir no escuro ? Para responder essa pergunta, a reportagem do iG Saúde conversou com Shigueo Yonekura, neurologista do Instituto de Medicina do Sono de Campinas e Piracicaba e especialista em sono pelo Hospital da Clínicas da Universidade de São Paulo (USP).

De acordo com o profissional, o nosso corpo é programado para dormir quando escurece e acordar com a claridade. “A luz à noite pode alterar os ciclos biológicos e a produção de hormônios, como a melatonina e cortisol. No caso da melatonina, ela para de ser secretada e o sono fica superficial, fazendo com que a pessoa acorde facilmente”, explica.

Leia mais:  Número de fumantes no Brasil caiu significativamente

Leia também: Além de engordar, dormir mal pode agravar outras doenças; veja quais

Uma das principais funções da melatonina é a indução ao sono, que atinge seu nível máximo quando estamos dormindo. “Ao escurecer, a substância passa a ser produzida na glândula pineal do cérebro. Esse processo auxilia o organismo em seu preparo para o sono. Ele reduz a pressão arterial, os níveis de glicose e a temperatura do corpo”, pontua o neurologista. 

Ele ainda ressalta que a iluminação artificial à noite também eleva os níveis de cortisol, o que perturba o sono e causa diversos problemas como resistência à insulina e ganho de peso. “As interrupções do sono provocadas pela claridade podem provocar cansaço, irritabilidade, dores no corpo, déficit de atenção, capacidade produtiva reduzida e mau humor”, aponta.

Pode usar abajur?

dormir arrow-options
shutterstock

O abajur é um item que muitas pessoas utilizam para não precisar dormir no escuro. Mas, afinal, será que pode usá-lo?

Segundo o neurologista, até mesmo o abajur deve ser evitado nos cômodos. Afinal, qualquer claridade, por menor que seja, é capaz de prejudicar o sono. “O ideal é um ambiente escuro e sem ruído para ter um descanso reparador, sem interrupções e acordar disposto no dia seguinte”, alerta.

Leia mais:  Em 2017, 1 bilhão de pessoas foram tratadas contra doenças tropicais, diz OMS

Leia também: Problema de insônia? Conheça 12 erros que atrapalham o seu sono 

Além de dormir no escuro , outras atitudes ajudam a ter uma noite de sono melhor. Para isso, as dicas são tentar criar um ritual de relaxamento uma hora antes de deitar, ir para a cama e acordar sempre no mesmo horário e evitar comer substâncias que possuem cafeína antes de dormir, como, por exemplo, café, chá preto, chá verde, chocolate e refrigerantes. 

Para saber mais dicas de como dormir bem e os males causados pela falta de sono, navegue pelo infográfico abaixo:


Fonte: IG Saúde
Comentários Facebook
publicidade

Saúde

Coronavírus: funcionários de hospital usam fralda por falta de tempo

Publicado

por

Coronavírus arrow-options
shutterstock

A doença respiratória causada pelo coronavírus já atinge 13 países em quatro continentes

Trabalhadores chineses da área da saúde estão usando fraldas para adultos porque não têm tempo de ir ao banheiro devido à grande demanda de pacientes em decorrência do surto do novo coronavírus . Outros preferem usar as fraldas para não precisarem remover seus trajes de proteção e correr o risco de rasgá-los. As informações foram dadas pelo The Independent .

Leia também: Uma pessoa infectada pode transmitir coronavírus para outras três, diz estudo

Os moradores de Wuhan , epicentro da epidemia do coronavírus na China, descrevem como um filme de terror o cenário caótico atual nos hospitais da cidade. Corredores lotados, pacientes abandonados e uma espera angustiante e interminável. Até o momento, o coronavírus matou 56 pessoas e infectou outras 2 mil.

No hospital da Cruz Vermelha, vários pacientes relataram o seu cansaço e impotência diante da AFP . Todos aceitaram comentar a situação, mas preferiram não se identificar.

“Há dois dias não durmo e fico andando de hospital em hospital. No melhor dos casos, irão me atender amanhã de manhã”,  conta um homem, de 30 anos, que está com febre e gostaria de ser examinado.

Leia mais:  Moda ‘vampira’: compra de sangue jovem para reverter velhice gera alerta nos EUA

A epidemia gerou uma psicose na cidade. Muitas pessoas têm ido às urgências hospitalares desesperadas para saber se contraíram o novo vírus.

Na entrada do hospital, uma longa fila de doentes exercitam a paciência durante a longa espera. No local, aguardam sua vez para ser atendidos em pé ou sentados em pequenos bancos de plástico. Outros, mais prevenidos, trouxeram suas próprias cadeiras desmontáveis.

Diante da multidão de pacientes, os esforços parecem insuficientes: a epidemia surgiu no país pouco antes do Ano Novo chinês, quando milhares de trabalhadores retornam para as suas cidades de origem, sobrecarregando o sistema de saúde de cada um desses locais.

“As enfermeiras são muito determinadas, mas o gerenciamento dessa situação é caótico”, admite uma mulher, de 60 anos, que se apoia no filho para conseguir manter-se de pé. Segundo o seu relato, ela teve a sorte de “somente esperar cinco horas para ser atendida”.

Leia também: China tem 1,9 mil infectados por coronavírus e 56 mortes; Canadá confirma caso

Leia mais:  Mulher perde sete dedos dos pés ao confundir doença grave com sintomas da gripe

Pouco depois, um idoso queixou-se de ter perdido todo o dia à espera do atendimento e ser mandado para casa por não haver camas disponíveis.

Fonte: IG Saúde
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas