conecte-se conosco


Policial

Policiais civis participam de capacitação promovida pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher

Publicado

A Polícia Civil de Barra do Garças (509 km a leste de Cuiabá), por meio da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher do município, realizou um workshop para os servidores, escrivães e investigadores, lotados na unidade especializada.

A ação foi realizada na quarta-feira (11.05) e quinta-feira (12.05), objetivando capacitar os policiais civis para o atendimento humanizado e escuta especializada de vítimas.

O treinamento também visou qualificar os procedimentos de entrevista, sobre uma possível situação de violência contra criança ou adolescente, no intuito de garantir a proteção e o cuidado da vítima.

O encontro contou com a participação das psicólogas, Denise Nery e Jhordana Araújo, cedidas pela Secretaria Municipal de Assistência Social de Barra do Garças.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Investigador ministra palestra sobre malefícios das drogas para alunos do Bombeiros do Futuro

Publicado

Sessenta crianças que participam do projeto Bombeiros do Futuro, desenvolvido pela Corpo de Bombeiros Militar, participaram de palestra ministrada pela Polícia Civil, na quarta-feira (18.05), por meio da Delegacia Especializada do Adolescente Várzea Grande (DEA) e Programa De Cara Limpa Contra as Drogas.

A palestra com o tema “Drogas lícitas e ilícitas” ministrada pelo investigador de Polícia da DEA-VG, Gláucio Galvão, foi realizado no Segundo Batalhão do Corpo de Bombeiros, ocasião em que ele conversou com as crianças sobre os malefícios do álcool e de outras substâncias entorpecentes, assim como seu uso e consequências.

O objetivo da palestra é conscientizar os alunos sobre o mal causado pelo consumo das drogas lícitas e ilícitas tanto fisicamente quanto em relação as situações de risco que a pessoa pode se envolver entrando para o mundo das drogas

O investigador e palestrante explicou que é nos dias atuais a prevenção é o melhor caminho para evitar que as crianças e adolescentes se envolvam com drogas.

“O nosso objetivo é fazer esse trabalho de orientação e conscientização, já que a criança e o adolescente são muito curiosos. Por meio das informações passadas, eles conseguem esclarecer suas dúvidas e fazer o juizo de valor, pensando duas vezes antes de fazer o uso de entorpecente, trazendo prejuízo não só para si, como para seus familiares”, disse o investigador.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas