Connect with us

Mato Grosso

Polícia Civil recupera R$ 1,5 mil subtraídos de vítima em Sorriso

Publicado em

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI), em conjunto com a Delegacia de Sorriso, região norte do Estado, recuperou a quantia de R$ 1,5 mil provenientes de crime de fraude eletrônica.

A vítima, de 29 anos, procurou a Delegacia de Sorriso, nesta terça-feira (26.07), para registrar a ocorrência de estelionato ocorrida pela internet.

O comunicante informou que conheceu uma pessoa pela rede social “Instagram” e passaram a conversar pelo WhatsApp. Durante o bate-papo, o interlocutor falou que fazia parte de uma organização criminosa, começou a ameaçar e exigir dinheiro.

Em seguida, a vítima acabou fazendo a transferência para a conta bancária indicada pelo suspeito. Somente depois de efetuar o pagamento, o comunicante percebeu que havia caído em um golpe.

Assim que foi acionada pela equipe de Sorriso para dar apoio nas investigações, a DRCI conseguiu, através de bloqueio bancário, recuperar o valor de R$ 1,5 mil da vítima.

As diligências continuam visando identificar o autor do crime.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Advertisement

Mato Grosso

Comarca de Alta Floresta abre seletivo para assistente social e profissional de Psicologia

Published

on

A juíza-diretora da Comarca de Alta Floresta (790 Km de Cuiabá), Milena Ramos de Lima e Souza Paro, anuncia a abertura do processo seletivo para credenciamento de pessoas físicas nas áreas de Serviço Social e Psicologia. A inscrição deve ser realizada de 22 de agosto a 02 de setembro, exclusivamente pelo endereço eletrônico: [email protected]
 
De acordo com a magistrada, inscrição feita fora desse período será considerada como extemporânea e sem validade qualquer. Doutora Milena Ramos destaca que não haverá cobrança de taxa, não serão aceitas outras formas de inscrições e que cada candidato deve fazer apenas uma inscrição.
 
Entre os requisitos para o credenciamento de assistentes sociais e psicólogos, conforme o Edital 01/2022, é necessário ser maior de 2 1 anos; não possuir antecedentes criminais e não exercer cargo público inacumulável. Os candidatos também devem ser bacharéis em Serviço Social e/ou Psicologia, devidamente reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC) e com registro nos respectivos Conselhos Regionais.
 
 
Álvaro Marinho
Coordenadoria de Comunicação da Presidência do TJMT
 

Fonte: Tribunal de Justiça de MT

Comentários Facebook
Continue Reading

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas