conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil incinera 290 quilos de entorpecentes apreendidos em Sinop

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Sinop (499 km ao Norte de Cuiabá) incinerou mais de 290 quilos de entorpecentes, na tarde de quinta-feira (30.07), apreendidos em ações de combate ao tráfico de drogas no município. A destruição da grande quantidade de drogas foi realizada no forno de uma cerâmica localizada na lateral da BR-163.

De acordo com o delegado responsável pela Divisão de Repressão a Entorpecentes de Sinop, Bruno Abreu, os entorpecentes divididos entre maconha e cocaína estão relacionados a ações das forças de segurança que geraram 116 procedimentos instaurados na unidade.

De acordo com o delegado, oito policiais participaram da ação que foi oficializada ao Ministério Público, Poder Judiciário e Vigilância Sanitária.

“Os entorpecentes incinerados foram apreendidos em diversas operações realizadas pela Polícia Civil e Militar e que estavam acumulados na delegacia. Diante da ilicitude das substâncias e do perigo do armazenamento foi solicitado pela destruição do entorpecente”, explicou o delegado.

 

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Polícia Civil em Barra do Bugres cria espaço para atendimento a vítimas de violência

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

 

A Delegacia da Polícia Civil em Barra do Bugres (168 km a médio-norte de Cuiabá) inaugurou nesta semana, em Homenagem aos 14 anos da Lei Maria da Penha uma sala exclusiva para atendimento à mulher.

A criação do novo espaço foi possível por meio de parcerias da unidade policial e o município, com o objetivo de atender de forma adequada mulheres vítimas de violência doméstica.

Ao chegar à delegacia, a vítima já recebe pronto atendimento no espaço reservado e privativo, para o registro de ocorrências, realização de oitivas, bem como o pedido de medidas protetivas e demais ações que fazem parte da Lei Maria da Penha.

O delegado de Barra do Bugres, Renato Resende, pontua que a mulher que passa por um momento de fragilidade não pode estar exposta ao movimento diário da delegacia. “A estratégia da sala é uma busca da Polícia Civil no enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher. Acrescenta-se que a sala se destina, também, ao atendimento de crianças e adolescentes, vítimas de abuso sexual. Por isso, essa sala reservada incentiva as vítimas a procurarem ajuda”.

A delegacia conta com profissionais qualificados e treinados para lidar com os casos envolvendo violência doméstica. O espaço é equipado com ar-condicionado, computador para oferecer mais conforto às vítimas. “Com essa estrutura prestamos o serviço de forma mais humanizada, sobretudo em um momento grave decorrente da pandemia, que estamos passando”, acrescentou o delegado. 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas