conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil cumpre prisão de autor de homicídio ocorrido há um ano em São Antônio do Fontoura

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Um homem apontado como autor de homicídio ocorrido há mais de um ano no distrito de Santo Antônio do Fontoura teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, na sexta-feira (03.07), em ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Confresa (1.160 km a nordeste de Cuiabá).

O suspeito teve a ordem de prisão decretada pela 3ª Vara da Comarca de Porto Alegre do Norte por homicídio qualificado. As investigações conduzidas pela Delegacia de São José do Xingu iniciaram no dia 16 de junho de 2019, logo após o registro da ocorrência.

Segundo as informações, o crime ocorrido no distrito de Santo Antônio do Fontoura foi motivado por uma dívida de R$ 170. Na ocasião, o suspeito efetuou um disparo de arma de fogo contra a cabeça da vítima por não ter recebido o valor e em seguida foragiu do local.

Diante das evidências, foi instaurado inquérito policial em que o suspeito foi identificado e teve o mandado de prisão preventiva representado pelo delegado, Allan Vitor, em razão de sua alta periculosidade.

A prisão foi decretada pela Justiça e o suspeito estava foragido há mais de um ano. A ordem de prisão foi cumprida, na sexta-feira (03), durante diligências para apura crimes patrimoniais realizadas pela equipe da Derf de Confresa na zona rural de Vila Rica.

Após a prisão, o suspeito foi encaminhado à delegacia para as providências de praxe e em seguida conduzido a Cadeia Pública de Porto Alegre do Norte.

Depois disso, o acusado foi apresentado ao Delegado Plantonista, o qual, após os procedimentos legais, comunicou o cumprimento do mandado e encaminhou o preso à Cadeia Pública de Porto Alegre do Norte/MT.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Estelionatário usa foto de policial civil para aplicar golpes em sites de venda da Internet

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil

A Polícia Civil de Mato Grosso alerta sobre golpes de estelionato aplicados através de site de compra e venda na internet, em que o suspeito se passa por um policial civil para ganhar a confiança e obter vantagem ilícita da vítima. 

Os golpes são aplicados em negociações de compra/venda de veículos e outros produtos adquiridos pelo site OLX.  Para aplicar o golpe, o suspeito usa um perfil falso, com a fotografia do policial, se passando pelo servidor público, que também é vítima do estelionatário. 
 
O golpista utiliza um número de telefone de Mato Grosso, porém, a conta utilizada para depósito do dinheiro adquirido nos golpes é de uma agência bancária de Minas Gerais. 

Qualquer dúvida durante uma transação comercial, a orientação é que a vítima denuncie através do número 197 ou procure uma unidade da Polícia Civil.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas