Connect with us

Policia Federal

PF prende 5 no Aeroporto Internacional de SP

Publicado em

Guarulhos/SP – A Polícia Federal prendeu, entre os dias 19 e 21/10, no Aeroporto Internacional de São Paulo, passageiros portando drogas, passaporte falso e selos falsificados. As prisões ocorreram em quatro ações distintas.

Na sexta-feira (19), servidores da Receita Federal identificaram com um passageiro, nacional da China, de 35 anos, que desembarcou de voo procedente de Addis Abeba, na Etiópia, 15 mil selos da ANATEL falsificados. O homem foi conduzido à delegacia da PF e preso em flagrante pelo crime de falsificação.

No sábado (20), um casal de nigerianos que pretendia viajar para Casablanca, no Marrocos, acompanhados dos quatro filhos de 3, 4, 5 e 7 anos de idade, foi detido no pelo Controle Migratório ao ser detectado, com o auxílio do aparelho espectrômetro de massa, indícios de substância entorpecente em suas bagagens de mão. Os policiais federais foram acionados e conduziram os viajantes para a delegacia da PF para realização de perícia em seus pertences. Dentro de uma mochila infantil, os peritos federais encontraram três pares de tênis infantis, que apresentavam sinais de adulteração, e um quadro. Ao serem desmontados, continham três quilos de cocaína. A mulher, de 27 anos, possuidora de Registro Nacional de Estrangeiro, e o homem, que ingressou no Brasil beneficiado pela Lei do Refúgio, foram presos em flagrante por tráfico internacional de drogas.

Neste mesmo dia, servidores da Receita Federal abordaram um brasileiro, de 34 anos, que desembarcou de voo procedente de Lisboa, Portugal, para revista alfandegária. O homem ficou muito nervoso com a abordagem e os servidores perceberam que ele ocultava algo sob as roupas. Ao realizar busca pessoal no suspeito, foram encontrados 20 volumes aparentando ser droga. A PF foi acionada e, após a realização dos exames periciais, ficou constatado que a substância apreendida era haxixe, cujo volume somou quase dois quilos. O homem foi preso por tráfico internacional de drogas.

Na noite de domingo (21), um nacional da Turquia, de 26 anos e possuidor de Registro Nacional de Estrangeiro, que pretendia embarcar para o Canadá, em voo com conexão na Colômbia, foi preso ao tentar realizar os procedimentos migratórios apresentando um passaporte israelense falsificado.

 

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos

Contato: (11) 2445-2212

Comentários Facebook
Advertisement

Policia Federal

PF prende suspeito por crime de moeda falsa, em Água Boa/MT

Published

on

Cuiabá/MT – Na tarde desta terça-feira (09/08) por volta das 14 horas, em ação conjunta entre a Polícia Federal de Barra do Garças/MT e a Polícia Militar do 13º BPM com a Força Tática Médio Araguaia, foi realizado um flagrante no município de Água Boa/MT, onde após denúncia anônima, localizaram um suspeito, encarregado de adquirir, por meio dos Correios, 20 cédulas falsas de 100 reais e 40 de cédulas falsas de 50 reais, totalizando R$ 4.000,00 (quatro mil reais) em moedas falsas.

Na posse do suspeito, ainda foram encontrados mais R$ 1.980,00 em notas falsas, totalizando R$ 5.980,00 em moeda corrente nacional; além de 150 cartões bancários pertencentes a terceiros e diversas encomendas, cartas e correspondências postais.

Todos os objetos – cédulas falsas, celulares e objetos postais – foram encaminhados para Delegacia de Polícia Civil do município de Água Boa/MT, juntamente com o suspeito conduzido, sendo recepcionados pela autoridade policial para a realização das medidas cabíveis.

O crime de moeda falsa tem pena de reclusão, de três a doze anos, e multa.

A intensificação da repressão com a aplicação de técnicas de inteligência no combate à falsificação de moedas e a desarticulação de organizações criminosas em todo o Brasil têm resultado na queda da circulação de cédulas forjadas.

Comunicação Social

SR/PF/MT

Contato: (65) 99284-8987 / (65) 3927-9410
Atendimento ao público: (65) 99235-0900 (WhatsApp)

Fonte: Polícia Federal

Comentários Facebook
Continue Reading

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas