Connect with us

Policia Federal

PF investiga fraude em processo para obter registro de permanência no país

Publicado em

Curitiba-PR – A Polícia Federal prendeu na sexta-feira (19/10) quatro pessoas em flagrante ao tentarem simular uma união estável para regularizarem a situação de estrangeira ilegal no país.

Um despachante apresentou, no setor de migração da Polícia Federal em Curitiba, diversos documentos com o intuito de regularizar a permanência de uma migrante chinesa ilegal, que residia em São Paulo e simulou residir em Curitiba. Foram apresentadas duas declarações: uma de que residia em Curitiba e outra de união estável com um brasileiro.

Devido a informações de que estariam ocorrendo fraudes em processos destinados a obter o registro de estrangeiros, os policiais federais, ao verificarem a documentação apresentada e realizarem diligências, constataram a falsidade da união estável, que se verdadeira permitiria que a estrangeira obtivesse o registro de permanência no país por reunião familiar com companheiro brasileiro.

Foram presos o despachante, a migrante de origem chinesa, um brasileiro que recebeu um valor monetário para simular a união estável e um outro brasileiro que declarou que o casal residiria juntamente com ele no seu imóvel.

Os presos responderão pelos crimes de estelionato, falsidade ideológica em documento público e em documento particular e uso de documentos falsificados e, se condenados, poderão ter penas de até 15 anos de prisão.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Curitiba-PR

Contato: 41-3251-7809

Comunicação Social da Polícia Federal em Curitiba-PRTelefone: [email protected]

Comentários Facebook
Advertisement

Policia Federal

PF cumpre mandado de prisão no Rio de Janeiro

Published

on

Rio de Janeiro/RJ – Neste domingo (14/8), a Polícia Federal cumpriu um mandado de prisão, expedido pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, em desfavor de um homem acusado de praticar o crime de roubo – art 157 do CP.

Policiais federais fizeram diligências no estádio do Maracanã, na zona norte do Rio, e conseguiram efetuar a prisão do foragido.

O homem, que fazia parte da segurança do estádio, foi preso ao chegar para trabalhar.

O preso foi encaminhado ao sistema prisional do estado, onde permanecerá à disposição da justiça. A pena para o crime de roubo, presente no artigo 157 do Código Penal, varia de 4 a 10 anos de reclusão.

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio de Janeiro

[email protected] | www.gov.br/pf

(21) 2203-4404 / 4405 / 4406 / 4407

Fonte: Polícia Federal

Comentários Facebook
Continue Reading

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas