conecte-se conosco


Policia Federal

PF combate fraudes em contratos de TI em órgãos federais

Publicado

Brasília/DF – A Polícia Federal deflagrou, com o apoio da Controladoria-Geral da União – CGU, nesta terça-feira (19/11) a Operação Vaporware, destinada a apurar irregularidades na execução de contrato para aquisição de ferramenta de gestão de contratos.

Estão sendo cumpridos 11 mandados de busca e apreensão em empresas de TI, residência de empresários, servidores e ex-servidores públicos, no Distrito Federal e em São Paulo. Além disso, a Justiça Federal do DF deferiu diversas medidas cautelares, como o afastamento de servidores da função pública, impedimento de empresas de licitar e contratar com o poder público e bloqueio de bens e valores.

O referido contrato tem origem na adesão a uma Ata de Registro de Preços – ARP. Essa ata também originou adesões por outros órgãos e entidades federais e de outras esferas, abrangendo recursos da ordem de cerca de R$ 71 milhões.

Conforme apontado pela CGU as irregularidades encontradas se repetiram em outros órgãos contratantes, além disso, a ata, que permitiu as adesões posteriores, teria sido direcionada para favorecer a empresa investigada. O prejuízo já apurado supera R$ 27 milhões, podendo chegar a mais de R$ 70 milhões.

Os envolvidos responderão pelos crimes de fraude em licitação, peculato, corrupção passiva e tráfico de influência.

O termo Vaporware se refere a um software ou hardware que é anunciado por um desenvolvedor, mas que nunca é lançado ou efetivamente desenvolvido.

 

 

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Distrito Federal

Contato: (61) 2024-7557

[email protected]

Comentários Facebook
publicidade

Policia Federal

PF e PM fazem apreensão de 900 caixas de cigarros contrabandeados em Mossoró/RN

Publicado


.

Mossoró/RN – A Polícia Federal e a Polícia Militar realizaram na madrugada desta segunda-feira, 6/7, em Mossoró/RN, mais uma grande apreensão de cigarros contrabandeados. Desta feita, foram encontrados aproximadamente 900 caixas do produto.

A ação teve início quando policiais militares do 2º BPM realizavam um patrulhamento de rotina no bairro Redenção e se depararam com homens em atitude suspeita entrando em um galpão. Todos foram abordados e, no interior do imóvel, a carga foi achada escondida em um caminhão caçamba que utilizava camadas de sacos de sal para ludibriar a fiscalização. Havia ainda naquele endereço, um baú carregado com caixas de cigarro e que, segundo os homens, seriam ocultadas em uma segunda caçamba que chegaria ao local.

Acionados, os policiais da Delegacia da PF foram até aquele bairro e ao realizarem novas diligências. Encontraram um segundo galpão, prendendo em flagrante, um  homem, apontado como o dono da carga. Por ocasião dessa abordagem, foram apreendidas mais caixas de cigarros contrabandeados, documentos e anotações que vinculam o carregamento dos dois galpões ao mesmo proprietário.

Autuado em flagrante e indiciado no crime de contrabando, com pena de reclusão, de 2 a 5 anos, o homem foi encaminhado à Cadeia Pública de Mossoró, à disposição da Justiça.

Os outros inicialmente detidos, por restar provado que se tratava de trabalhadores sem envolvimento no esquema, foram ouvidos e liberados.

 

 

 Comunicação Social da Polícia Federal no Rio Grande do Norte

  [email protected] | @pfnorn | www.pf.gov.br

  (84) 3204.5588

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas