Connect with us

Política Nacional

Pesquisa BTG/FSB mostra Bolsonaro com 59% dos votos no 2° turno; Haddad tem 41%

Publicado em

Uma semana após a realização do primeiro turno das eleições, o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, continua com uma boa vantagem em relação ao seu adversário, Fernando Haddad, do PT, na disputa pela Presidência do Brasil. Pelo menos é o que mostra a pesquisa BTG/FSB, divulgada nesta segunda-feira (15).

De acordo com o levantamento, Bolsonaro
tem 59% das intenções de votos válidos no segundo turno, enquanto Haddad
aparece com 41%. Considerando os votos totais, o deputado tem 51%, contra 35% do petista; 5% dos entrevistados disseram que planejam anular ou votar em branco, 6% afirmam que não votariam em nenhum dos dois e 3% não souberam responder.


Bolsonaro tem 59% dos votos válidos, contra 41% de Haddad, diz pesquisa BTG/FSB
Tânia Rêgo/Agência Brasil e divulgação/PT

Bolsonaro tem 59% dos votos válidos, contra 41% de Haddad, diz pesquisa BTG/FSB

Entre as razões que levam o eleitor a votar no candidato do PSL, 84% responderam que acreditam que ele é a melhor opção disponível e 10% afirmam que votarão nele para impedir a vitória de seu rival. Já com Haddad, 78% veem no petista o melhor nome para governar o Brasil e 15% votam nele para evitar que Bolsonaro ocupe o palácio do Planalto.

Questionados sobre quem acreditam que será o próximo presidente do Brasil, independentemente de quem vão votar, 70% dos entrevistados acham que Bolsonaro vai levar a disputa, 24% confiam na vitória de Haddad e 6% não souberam dizer.

A pesquisa BTG/FSB
entrevistou 2 mil pessoas por telefone e possui uma margem de erro de dois pontos percentuais. Ela está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BR-08950/2018.

* Confira mais informações em instantes.

Comentários Facebook
Advertisement

Política Nacional

Ex-ministro do STF diz que votará em Bolsonaro num eventual 2° turno

Published

on

Ex-ministro do STF diz que votará em Bolsonaro num eventual 2° turno
Fellipe Sampaio/SCO/STF

Ex-ministro do STF diz que votará em Bolsonaro num eventual 2° turno

O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello afirmou que votará no presidente Jair Bolsonaro (PL) em caso de segundo turno contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). No primeiro turno, o jurista declarou voto em Ciro Gomes (PDT), se ele tiver alguma viabilidade na disputa. Em entrevista ao UOL, ele argumentou que o governo federal buscou “dias melhores”, mas negou que seja bolsonarista.

“Não imagino uma alternância para ter como presidente da República aquele que já foi durante oito anos presidente e praticamente deu as cartas durante seis anos no governo Dilma Rousseff (PT). Penso que potencializaria o que se mostrou no governo atual e votaria no presidente Bolsonaro, muito embora não seja bolsonarista”, afirmou o ex-ministro, que elogiou o candidato do PDT.

“Reconheço que ninguém conhece mais o Brasil do que Ciro Gomes. Eles, às vezes, é um pouco açodado na fala… Mas, paciência, creio que é um bom perfil”.

Para Marco Aurélio, um dos pontos positivos do governo Bolsonaro foi a escolha dos ministros, com destaque para Paulo Guedes, que comanda a economia do país.

“Cito, por exemplo, a atuação, que é digna de elogio, do ministro da Fazenda, Paulo Guedes. Se formos realmente fazer um levantamento, vamos ver que houve práticas de atos positivos buscando dias melhores”, disse.

O ex-ministro do STF foi indicado para ocupar a vaga no Supremo em 1990 pelo primo e então presidente Fernando Collor de Mello, hoje senador pelo PTB-AL e atualmente aliado de Jair Bolsonaro.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Política

Comentários Facebook
Continue Reading

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas