conecte-se conosco


Policial

Novo Diretor da Acadepol tem missão de reestruturar a unidade de ensino da Polícia Civil

Publicado

Assessoria | PJC-MT

No dia 11 de fevereiro, os 15 delegados empossados em dezembro passado iniciam o curso de formação técnico-profissional, na Academia da Polícia Judiciária Civil. A capacitação, que irá preparar os delegados para assumirem delegacias, é a primeira da gestão do delegado Welber Batista Franco, nomeado diretor da Academia da Polícia pelo delegado geral, Mário Dermeval Aravéchia de Resende.

O curso tem a previsão de cinco meses e dele também participam mais três delegados, que tiveram nomeações ocorridas no período de  2017/2018 e aguardavam para finalizar a capacitação trabalhando em delegacias do interior.

O delegado Welber Batista Franco vai coordenar a Academia de Polícia Civil (Acadepol) e terá como adjunto o delegado Bruno Lima Barcellos, no gerenciamento e supervisionamento de todas as capacitações e treinamentos da PJC.

O novo diretor da Acadepol tem experiência de mais de 20 anos na função de delegado de policial. Foi delegado no Estado de Pernambuco, até que em 2001 passou no concurso público para delegado em Mato Grosso. De lá para cá foi delegado em Juara, Porto dos Gaúchos, São José dos Quatro Marcos, Ribeirão Cascalheira, Canarana, Água Boa, Porto Alegre do Norte, Confresa, Vila Rica, Alto Araguaia, Rondonópolis, São José do Rio Claro e por último delegado regional de  Água Boa, de onde deixou o cargo após 5 anos e 6 meses, para assumir a diretoria da Academia de Polícia.

Leia mais:  Casos de homicídios em Aripuanã aumentam 367% após auge do garimpo ilegal

Como principal missão recebeu a incumbência de buscar a restruturação do espaço físico da academia, para que possa ser melhor aproveitado em cursos e  atividades oficiais, como eventos da instituição.

“Precisamos revitalizar de forma completa o prédio, priorizando a rede elétrica e hidráulica, e vamos implementar periodicamente cursos de aperfeiçoamento que também foram recomendados pelo delegado geral. De imediato estamos realizando limpeza da área externa e manutenção no estante de tiros que será usado pelos novos alunos delegados”, disse o diretor Welber Batista.

O delegado Welber Batista Franco também deverá buscar reforço no corpo técnico para que haja expansão das capacitações, cursos de aprimoramento profissional e intercâmbios com outras polícias da federação, entre outros projetos previstos para a unidade de ensino.

Para ele, sair da atividade fim para a área educacional representa “aprendizado e início de uma nova missão”, para qual está de “espírito aberto para também apreender”, explica.

O diretor da Acadepol também ressaltou a receptividade dos colegas em ministrar aulas sem remuneração, nesse período de recuperação econômica do Estado. “Demonstrando compromisso com a instituição”, afirma.

Leia mais:  Aquisição de coletes balísticos feminino assegura proteção para policiais

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Ponto de venda de droga é fechado e homem preso no bairro Dom Aquino

Publicado

por

Assessoria/PJC-MT

Trabalho investigativo da Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE), desarticulou mais um ponto de venda de droga e prendeu uma pessoa em Cuiabá, na manhã desta sexta-feira (06.12).

A ação foi realizada para cumprimento de mandado de busca e apreensão domiciliar, e resultou na prisão em flagrante de Ronilson Graminho Pinto, 26, pelo crime de tráfico de drogas.

Na residência do suspeito, no bairro Dom Aquino, foram apreendidas porções de maconha, de ácido bórico, uma motocicleta, além de diversos apetrechos utilizados para preparar e comercializar entorpecentes.

O endereço de Ronilson foi identificado durante diligências rotineiras para mapear ponto de tráfico de entorpecentes. Com base nos indícios colhidos pela equipe da DRE, a Polícia Civil representou pelo mandado de busca e apreensão, decretado pela Justiça.

De posse da ordem judicial, os policiais civis foram até a residência investigada. No local, um morador que fazia uso de tornozeleira eletrônica tentou fugir. Contido, o mesmo assumiu os fatos e indicou o lugar onde a droga estava.

Leia mais:  Associação criminosa que agia em assaltos a chácaras em Várzea Grande é presa pela Polícia Civil

Na casa foram apreendidas duas porções médias, sendo uma de pasta base de cocaína e outra de ácido bórico, além de outros objetos usados para a venda de drogas.

Ronilson Graminho Pinto foi encaminhado para DRE junto com os materiais apreendidos, interrogado e autuado por tráfico de drogas.

Ele foi apresentado para audiência de custódia ficando à disposição do Poder Judiciário.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas