conecte-se conosco


Nacional

Morte após hidrolipo: médico tem 10 anotações criminais

Publicado


source
Rosimery e o marido, Alcimar Dario
Reprodução

Rosimery e o marido, Alcimar Dario

O médico responsável pela hidrolipo na comerciante Rosimery de Freitas, que morreu 24 horas após passar pelo procedimento estético , possui dez anotações criminais registradas, entre as quais constam lesão corporal, ameaça e exercício ilegal da profissão. Duas das queixas registradas são de casos semelhantes ao que resultou na morte da comerciante . Em 2018 e em 2019, duas mulheres passaram pelo mesmo procedimento e tiveram problemas, como inchaço e dores. Na época, elas alegaram que procuraram Ronald Renti da Rocha, que teria se negado a prestar socorro às duas.

A Polícia Civil deve convocar essas duas pacientes para prestarem depoimento no inquérito aberto para apurar as causas da morte de Rosimery. Na terça-feira à noite, agentes periciaram a clínica onde Rosimery morreu, que fica no Centro de Duque de Caxias. Os responsáveis pela investigação aguardam o resultado do laudo que indicará se o local tinha condições para a realização dos procedimentos.

Fachada da Clínica Cemear, em Duque de Caxias
Reprodução/Google

Fachada da Clínica Cemear, em Duque de Caxias


Ronald Renti da Rocha depôs na terça-feira. Após tentar reanimar sem sucesso a comerciante na clínica e comunicar o falecimento, ele pediu que parentes aguardassem que iria chamar o Samu e fugiu do local . Após estranhar a demora, o marido da comerciante, Alcimar Dario resolveu ir até a delegacia prestar queixa e encontrou o médico com dois advogados.

Ele matou a minha mãe e fugiu . Eu entrei em desespero e perguntei se ele havia matado a minha mãe. Ele disse que sim, pediu para a gente aguardar a ambulância e saiu. Meu pai viu que o socorro estava demorando e, ao olharmos a injeção que ele aplicou na minha mãe, constatamos que estava fora da validade. Meu pai então me pediu força e disse que iria para a delegacia. Chegando lá, o médico já estava com dois advogados. Eu fiquei na clínica abraçada com a minha mãe morta das 13h às 19h40″, disse Larissa de Freitas, filha da vítima.

Leia Também

Em seu depoimento, Ronald Renti da Rocha disse Rosimery teve alta de sua clínica no mesmo dia da cirurgia, na última segunda-feira (24) e que foi orientada a retornar no dia seguinte. Ele disse que na terça, a comerciante já chegou morta ao local e ele ainda tentou fazer manobras de reanimação em vão. A família nega essa versão e afirma que ela chegou com vida à clínica.

“Minha mãe chegou com vida à clínica. Eu, meu pai e nossa prima a socorremos e a levamos para lá. Ela morreu por que não teve um socorro adequado, lá não tinha equipamentos, não tinha nada”, completou Larissa.

O Conselho Regional de Medicina confirmou que Ronald Renti da Rocha possui registro junto ao órgão. Uma sindicância foi aberta nesta quarta-feira para apurar o caso.

Comentários Facebook
publicidade

Nacional

Até quando vai o frio? Temperaturas aliviam no Sudeste e Centro-Oeste

Publicado

source
Distrito Federal teve, na última quinta-feira, o dia mais frio da história
Marcelo Camargo/Agência Brasil – 18/05/2022

Distrito Federal teve, na última quinta-feira, o dia mais frio da história

passagem do ar frio em direção ao oceano vai aliviar a temperatura no Sudeste e Centro-Oeste. Com isso, segundo o Climatempo , as regiões devem registrar no sábado um aumento gradativo de temperatura de cerca de dois graus em relação à sexta-feira. A partir de domingo, o  frio perde força e as tardes ainda serão amenas, mas as manhãs terão aumento na temperatura.

No entanto, uma massa de ar polar estacionada sobre a região Sul do país mantém o frio intenso nesses locais e ainda se agrava em áreas do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. As condições para geada continuam amplas e as temperaturas podem ficar até mais baixas do que as já registradas nesta semana, mas de forma pontual.

A partir de segunda-feira, todo o centro-sul do país deixa de sentir a sensação de frio. O Rio De Janeiro volta a registrar 27°C, São Paulo a alcançar os 24°C e a previsão é de temperaturas agradáveis na região Sul, levando em consideração a época do ano.

Durante a próxima semana e até o fim do mês de maio, os dias seguem o padrão normal dentro da climatologia. A massa de ar seco atuando no centro-sul do Brasil, os índices de umidade do ar tendem a cair, volta a chover sobre o Rio Grande do Sul ao longo da semana e os dias terão grande amplitude térmica, ou seja, manhãs e noites frias, mas com tardes quentes.

No entanto, há um alerta do Climatempo de que em meados junho o país pode voltar a viver uma nova de frio intenso como a observada nos últimos dias.

Confira a previsão para os próximos dias em quatro capitais:

Sábado:

Rio de Janeiro – de 14°C a 24°C

São Paulo – de 8°C a 21°C

Belo Horizonte – de 9°C a 22°C

Distrito Federal – de 8°C a 24°C


Domingo:

Rio de Janeiro – de 14°C e 26°C

São Paulo – de 10°C e 23°C

Belo Horizonte – de 10°C e 22°C

Distrito Federal – de 9°C a 24°C

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.


Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas