conecte-se conosco


Nacional

Ministério propõe reduzir isolamento em estados com menos casos de Covid-19

Publicado


source
comércio arrow-options
Tânia Rêgo/Agência Brasil

Comércio de rua do Rio de Janeiro fechado durante período de isolamento social

Em novo boletim publicado nesta segunda-feira (6) o Ministério da Saúde apresentou uma estratégia diferente da postura até o momento. No documento, que passa a valer a partir da próxima segunda-feira (13), a pasta propõe uma redução no isolamento de cidades e estados com pelo menos metade dos leitos e estrutura de saúde vagos. 

Ainda segundo o boletim, a ideia é que as localidades com menos casos de Covid-19 passem de distanciamento social ampliado para o distanciamento social eletivo . Ou seja: em vez de um limite na mobilidade de todos os setores da sociedade, apenas os grupos de risco devem se manter isolados. 

Leia mais: Capitais registram panelaço e gritos de “fica, Mandetta” após suposta demissão

“É importante lembrar que alguns estados exigem uma estratégia diferenciada”, defendeu, em coletiva de imprensa, o secretário de Vigilância em Saúde Wanderson Oliveira. “As medidas são temporárias, localizadas e o governo federal está fazendo de tudo para que elas sejam minimizadas ao máximo possível”, afirmou. 

A estratégia está parcialmente alinhada com o discurso defendido pelo presidente Jair Bolsonaro , que defende o chamado “isolamento vertical” com forma de manter o funcionamento dos serviços e rendimento da economia durante a crise. Apesar disso, a maioria dos governadores dos estados brasileiros, assim como entidades científicas e o próprio ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta, já discordaram publicamente do presidente. 

Comentários Facebook
publicidade

Nacional

Covas: São Paulo plantará uma árvore para cada vítima de Covid-19

Publicado


source
covas
Divulgação

A cidade de São Paulo faz aqui a sua lembrança em relação a todas as pessoas que estão perdendo a vida por conta dessa pandemia, disse Covas


O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, disse, nesta sexta-feira (5), que a cidade terá um memorial em homenagem às vítimas do  coronavírus. Uma árvore será plantada para cada uma das pessoas que morram na cidade de São Paulo por causa da doença.

Segundo o prefeito, as árvores serão plantadas no Parque do Carmo, zona leste da capital. “O município de São Paulo vai criar um memorial para todas as vítimas de coronavírus da cidade lá no Parque do Carmo, plantando uma árvore para cada vida perdida “, detalhou.

“Enquanto alguns governos comemoram o desmatamento e passam a mão na cabeça daqueles que promovem o desmatamento, a cidade de São Paulo faz aqui a sua lembrança em relação a todas as pessoas que estão perdendo a vida por conta dessa pandemia e plantando ainda mais árvores, contribuindo para o reflorestamento de São Paulo”, falou Covas.

Até ontem (4), a cidade de São Paulo tinha registrado 4.568 óbitos provocados pelo coronavírus.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas