Connect with us

Esportes

Maradona se desculpará com Messi após declarações polêmicas contra o jogador

Publicado em


Maradona foi treinador de Messi na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul
Twitter/Reprodução

Maradona foi treinador de Messi na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul

O argentino Diego Maradona estaria arrependido de criticar o compatriota Lionel Messi
e irá pedir desculpas ao craque do Barcelona. A informação foi revelada pelo advogado do ex-jogador, Matías Morla.

“Diego Maradona
 está triste, o que ele queria dizer é que eles deixam o Messi louco, que ele não é um líder, ao contrário do que foi dito”, disse Morla durante entrevista à emissora América 24.

“Messi não tem culpa do fracasso atual da seleção argentina
, mas como Maradona tem seu jeito de falar, a situação foi armada”, acrescentou o magistrado.

O ex-atleta gerou polêmica durante sua participação no programa “La Última Palabra México”, na qual disse que era “inútil” afirmar que Messi era um “líder” da seleção do seu país, principalmente depois do último fiasco na Copa do Mundo na Rússia.

“É inútil querer fazer de um líder um homem que vai ao banheiro 20 vezes antes de um jogo”, disse Maradona.

As palavras do argentino provocaram fortes críticas entre os argentinos, inclusive foram rebatidas por outro ídolo do futebol local, Mario Kempes, campeão mundial da Copa do Mundo de 1978.

“Toda vez que Maradona abre a boca é um problema, porque ele não respeita e, na sua época de jogador, sempre o respeitaram. Ele perdeu uma final na Itália e ninguém disse nada”, disse Kempes.

O advogado Matías Morla, por sua vez, afirmou que seu cliente “ficou muito magoado com o que Kempes disse. “Ele sempre apoiou a equipe nacional”, relembrou.

Fora da seleção argentina, pelo menos até o final do ano, Messi é tema de debates na Argentina, principalmente sobre suas condições como líder. Diferente de Maradona
, que sempre foi visto como grande líder dentro de campo pela seleção nacional.

Comentários Facebook
Advertisement

Esportes

Palmeiras vence Corinthians e dispara na liderança do Brasileirão 2022

Published

on

O Palmeiras soube aproveitar um erro decisivo do Corinthians neste sábado (13.08), venceu o clássico e disparou na liderança do Brasileirão. Em jogo da 22ª rodada, um gol contra de Roni definiu o 1 a 0 alviverde na Neo Química Arena. 

Cada vez mais embalado, o Palmeiras dispara e abre nove pontos na liderança (48 contra 39 do rival). O time agora tem a semana inteira reservada a treinos antes de receber o Flamengo em casa, no domingo que vem (21), novamente pelo Brasileirão.

O Corinthians, pelo contrário, viu a crise aumentar ainda mais. Sem vencer há quatro jogos, os comandados de Vítor Pereira terão pela frente outro teste de fogo, na quarta-feira (17): precisa reverter a desvantagem de dois gols contra o Atlético-GO para seguir na Copa do Brasil.

Uma derrota pode transbordar o caldeirão corintiano, iniciado com o desconforto do elenco com o treinador português, seguido pela eliminação na Libertadores e a saída de Willian.

A primeira grande participação da torcida foi um recado ao ex-camisa 10 do Corinthians. Minutos antes do jogo, antes mesmo de cantar o hino do clube, os torcedores entoaram xingamento ao meia Willian, que assinou a rescisão de contrato e deixou o clube nesta semana. “Alô, Willian, vai se f…, o Coringão não precisa de você”, cantaram em coro. Apesar do adeus, a imagem do jogador ainda aparecia no copo oficial do clássico, vendido a torcedores na Arena.

Ficha Técnica 

CORINTHIANS 0 x 1 PALMEIRAS 

Competição: Campeonato Brasileiro, 22ª rodada Data e 

Horário: 13 de agosto de 2022, sábado, às 19 horas (de Brasília) 

Local: Neo Química Arena, em São Paulo-SP 

Árbitro: Raphael Claus (FIFA/SP) 

Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis (FIFA/SP) e Rodrigo Figueiredo Henrique Corraa (FIFA/RJ) 

VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (FIFA/SP) 

Cartões Amarelos: Fausto Vera e Róger Guedes (Corinthians); José López e Piquerez (Palmeiras) 

Público: 44.966 pessoas (44.666 pagantes) Renda: R$ R$ 3.226.090,00 

Gols: Roni (contra) aos 27 minutos do segundo tempo. 

Corinthians: Cássio; Rafael Ramos (Fagner), Bruno Méndez, Balbuena e Lucas Piton; Du Queiro, Fausto (Roni) e Renato Augusto; Gustavo Mosquito (Adson), Róger Guedes e Yuri Alberto. Técnico: Vítor Pereira.

Palmeiras: Weverton; Mayke, Gustavo Gómez, Murilo e Piquerez; Danilo, Zé Rafael e Raphael Veiga (Wesley); Rony (Gabriel Menino) Dudu (Bruno Tabata) e José López (Rafael Navarro). Técnico: Abel Ferreira

Fonte: Agência Esporte

Comentários Facebook
Continue Reading

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas