conecte-se conosco


Tecnologia

Lançamento se aproxima: iPhone 9 tem pré-venda em site chinês

Publicado


source
iPhone arrow-options
Reprodução/@WhatTheBit

Imagem vazada do iPhone 9

A chegada do novo iPhone 9 ou iPhone SE pode estar mais perto do que se imagina. No último domingo (5), o smartphone apareceu no site da varejista chinesa JD.com, pronto para ser reservado pelos clientes. 

A página não traz nenhum detalhe do aparelho, tanto no que diz respeito às especificações quanto sobre o preço. Apesar disso, a presença do iPhone 9 (nome que aparece no site) no e-commerce já indica que seu lançamento pode estar próximo. 

Leia também: Vídeo vaza o design do novo iPhone 9; assista

Os olhares dos amantes de tecnologia já tinham se voltado para o novo iPhone alguns dias antes, porém, quando a própria Apple deixou vazar informações sobre ele em seu site oficial. No e-commerce norte-americano, uma película para o iPhone SE (como ele foi chamado pela empresa) foi colocada à venda. 

A publicação traz alguns detalhes do novo celular , já que diz que a película também é compatível para os iPhones 7 e 8. Isso significa que a tela do novo “baratinho” da Apple deve ter 4,7 polegadas, assim como os outros dois modelos. 

Leia também: iPhone subaquático? Apple registra patente com recursos curiosos

Outro detalhe de design que chama a atenção no anúncio da Apple é a presença do Touch ID , já esperado para o novo modelo. 

iPhone 9 ou iPhone SE

O iPhone 9 ou SE é um modelo mais barato do celular da Apple . Apesar do nome ainda não estar confirmado, o smartphone deve chegar em breve. A expectativa era de que ele fosse lançado ainda em março. Com a pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2), porém, os planos da Apple foram adiados. 

Rumores indicam que o iPhone 9 ou SE será lançado com processador Apple A13, 3 GB de memória RAM e 64 GB de armazenamento interno. A câmera traseira deve ser única e ter 12 MP.

Comentários Facebook
publicidade

Tecnologia

Após reclamações, Xiaomi atualiza novamente a privacidade do seu navegador

Publicado


source

Olhar Digital

Xiaomi
Divulgação/Xiaomi

Xiaomi Mi 10


A Xiaomi está atualizando seus navegadores para smartphones Android (Mi Browser e Mint Browser) para evitar confusão quanto a um ajuste relacionado à coleta de dados enquanto o modo de navegação anônima (chamado Incognito) está ativado.

Tudo começou no início do mês, quando o pesquisador de segurança Gabi Cirlig descobriu que os navegadores estavam coletando informações, como lista de sites visitados e mecanismos e termos de busca usados, mesmo quando o usuário ativava a navegação anônima.

Os dados estavam sendo enviados a domínios registrados na China e hospedados em servidores em Singapura e na Rússia. Segundo a Xiaomi , os dados são criptografados e transmitidos de forma a não identificar o usuário de onde se originaram, e usados para “melhorar a experiência de navegação”.

Leia também: Xiaomi descobre fábrica que falsificava seus fones de ouvido

Com a repercussão negativa da descoberta, há alguns dias a Xiaomi lançou uma atualização para seus navegadores que permite ao usuário escolher se quer ou não permitir a coleta de dados durante a navegação anônima.

Mas a emenda foi pior que o soneto, e a terminologia usada pela empresa ao descrever o “Modo Incognito Aprimorado” causou confusão entre os usuários, já que a chave para ativar o modo funcionava de forma oposta ao descrito na tela.

Quando desativada, ela diz (em inglês): “Modo Incognito Aprimorado / Estatísticas agregadas de dados não serão enviadas quando o modo Incognito estiver ativado”. Dando a entender que ativar o modo aprimorado fará com que dados não sejam enviados. Mas o que acontece é o contrário.

Após reclamações, a Xiaomi decidiu mudar o nome e descrição da opção, para que seu funcionamento fique mais claro. Agora o texto diz: ” Nos ajude a melhorar o Mi Browser / Ative para compartilhar conosco estatísticas de uso quando o modo Incognito estiver ativado

A mudança já foi implementada nas versões 12.2.4 do Mi Browser e 3.4.6 do Mint Browser . Segundo a Xiaomi, as atualizações dos navegadores já foram enviadas para aprovação no Google Play , e devem estar disponíveis aos usuários em breve. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas