conecte-se conosco


Tecnologia

Juntos, serviços como Netflix já são 2ª maior audiência do país, atrás da Globo

Publicado


source

Olhar Digital

netflix
Unsplash/Glenn Carstens-Peters

Streaming toma conta das televisões brasileiras


Depois de superar os números de audiência da TV por assinatura , os serviços de streaming seguem tentando “derrubar” também a TV aberta.


De acordo com o UOL, durante o mês de junho, na chamada “faixa comercial” da televisão (que varia entre 7h e 0h), o consumo de streaming foi de 7,0 pontos e uma fatia de 15% do mercado no Brasil. Isso representa um décimo de ponto a mais que no mês anterior. Em outras palavras, 15 a cada 100 aparelhos de TV ligados durante a faixa comercial estavam consumindo conteúdo de streaming .

No entanto, esses números, levantados pela Kantar Ibope Media, referem-se apenas ao consumo pela televisão, desconsiderando aparelhos celulares e tablets. Portanto, o valor real deve ser ainda maior. Cada ponto nessa medição equivale a cerca de 250 mil residências sintonizadas nas 15 principais regiões metropolitanas do Brasil.

Concorrência

Dentre todas as emissoras de TV aberta, apenas a Globo teve audiência maior do que o streaming ao longo do dia (tanto nas 24 horas quanto na faixa comercial, das 7h à 0h). A emissora marcou 15,0 pontos de audiência e teve 32,6% do mercado.

A Record teve 12% de share e 5,5 pontos de audiência, fechando um pouco abaixo do streaming. O SBT teve 5,0 pontos e 10,8%, enquanto a Band registrou 1,5 ponto e 3,2%. Por fim, a RedeTV marcou 0,6 ponto e 1,4% do mercado.

A segunda colocação pertencia à TV por assinatura, mas o streaming apareceu com força e “tomou” a vaga. Vale ressaltar que se tratava de todos os canais de TV fechada em conjunto, o que mostra o poder do streaming. Em junho, a TV por assinatura fechou em 6,3 pontos, sete décimos abaixo do streaming.

Embora seja a mais conhecida, o streaming não se resume à Netflix . O índice também leva em conta Amazon Prime Video , YouTube , GloboPlay , PlayPlus e, eventualmente, até o conteúdo adulto consumido na internet (em sites de pornografia).

Por outro lado, os dados coletados não incluem o consumo da TV paga por meio de pirataria. Estima-se que quatro milhões de aparelhos sintonizam a TV pirata no país. Oficialmente, o Brasil tem cerca 15,3 milhões de domicílios com TV paga instalada legalmente. No final de 2014, esse número era de quase 20 milhões.

Entre maio e junho, com a crescente flexibilização da quarentena, o total de televisores ligados durante a faixa comercial caiu de 48% para 46%, de acordo com os dados da Kantar Ibope Media.

Comentários Facebook
publicidade

Tecnologia

Cubo mágico pode ser conectado ao celular para marcar tempo; conheça a novidade

Publicado


source

Olhar Digital

cubo mágico
Unsplash/Honey Yanibel Minaya Cruz

Cubo mágico pode ser acoplado ao celular


Por conta da pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2), muitas competições presenciais foram canceladas. No entanto, os participantes da Rubik’s Cube World Cup – a copa do mundo de cubo mágico – têm uma opção.

A Rubik’s, empresa responsável pelo cubo original, revelou o Connected Cube, uma versão que pode ser conectada ao  smartphone  ou tablet do competidor para registrar tempo de resolução e progresso em tempo real.

Com isso, os competidores, chamados de cubers, podem se enfrentar remotamente, sem precisar viajar. O único requisito é possuir o cubo para conexão. As eliminatórias começam em 15 de agosto e vão até 10 de outubro. A final ocorre em 7 de novembro.

Mesmo com a tecnologia , o tempo de resolução registrado pode ser um pouco maior do que o padrão. Isso porque o cubo é um pouco mais pesado e não tem ímãs, que suportam rotações rápidas e prendem as laterais no lugar. Portanto, os concorrentes podem não conseguir quebrar o recorde mundial de resolução, que é de 3,47 segundos.

Apesar de revelar a criação, a Rubik’s não divulgou o preço exato do Connect Cube, embora as pré-encomendas comecem em 18 de agosto. Estima-se que o cubo deve custar US$ 80 (R$ 430 em conversão direta).

Cubo que se resolve sozinho 

Um hacker  japonês conhecido apenas pelo codinome “Human Controller” criou um cubo mágico capaz de se resolver sozinho. A obra de engenharia e robótica foi publicada no YouTube  e mostra o pequeno dispositivo se contorcendo até voltar ao estado original em menos de um minuto.

Também conhecido como “Cubo de Rubik”, em alusão ao seu criador, o húngaro Erno Rubik, este famoso quebra-cabeças consiste em uma peça de seis lados, cada lado com nove adesivos coloridos. O objetivo é reunir todos os adesivos de uma cor só em cada lado, girando as linhas e colunas em torno do eixo do cubo.

O quebra-cabeças ficou tão famoso que muita gente dedica a vida a descobrir maneiras de resolver o cubo no menor tempo possível. Há máquinas capazes de fazê-lo até em menos de um segundo. Mas compactar máquinas complexas dentro de um dispositivo do tamanho de um cubo mágico comum, isso é novidade.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas