Connect with us

Tecnologia

Isso é muito Black Mirror! Passageiros sem nota mínima serão barrados do Uber

Publicado em


Aplicativo do Uber vai passar a barrar conta de usuários que não atingirem nota mínima de 4,0 como média
Reprodução

Aplicativo do Uber vai passar a barrar conta de usuários que não atingirem nota mínima de 4,0 como média

O Uber anunciou nesta quarta-feira (5) que passará a utilizar um sistema de nota mínima para que passageiros possam continua utilizando o serviço oferecido pelo aplicativo de transporte compartilhado. O objetivo da companhia é levar exigência semelhante ao que já é aplicado com os motoristas da empresa também para os passageiros.

Leia também: Uber vai avisar sobre meio de pagamento do usuário ao motorista antes da corrida

Desde que começou a funcionar, o Uber sempre utilizou um sistema de avaliação dos motoristas (que enchem os celulares de notificação). Depois de algum tempo, o aplicativo também passou a pedir a avaliação dos passageiros, mas agora uma nota mínima
será atribuída para que esses consigam continuar acessando suas respectivas contas no aplicativo, assim como já acontece com os motoristas.

Do lado dos motoristas parceiros do Uber, o valor mínimo fixado para que o profissional possa continuar prestando serviços é fixado em 4,6, numa escala de avaliação que vai de 1 até 5. Portanto, se o motorista recebe muitos feedbacks negativos (com menos de cinco estrelas), sua média vai diminuindo até que, se chegar abaixo do valor mínimo, ele é desligado da plataforma.

Agora, através dessa nova atualização de suas regras de uso, a plataforma decidiu aplicar o mesmo sistema para os passageiros do Uber
, mas vai ser mais flexível nos critérios de modo que a nota mínima para os clientes será de 4,0.

Leia também: Aplicativo de caronas, “Waze Carpool” é lançado oficialmente em todo o Brasil

A novidade vai começar a valer já a partir do dia 19 de setembro, mas apenas na Austrália e na Nova Zelândia. Assim como a maioria das outras novidades anunciadas periodicamente, a empresa sempre elege alguns mercados para testar a alteração e, se aprovada, começa a expandir para outras partes do mundo.

Dessa forma, os passageiros do Uber que não atingirem a média 4,0 nas suas avaliações serão notificados com algumas dicas de como melhorar sua avaliação
. Caso não consigam, segundo informou a própria empresa, a conta desse usuário poderá ser desativada.

No comunicado, o Uber informou ainda que o uso de álcool durante a corrida, eventuais danos causados ao veículo, não utilizar o cinto de segurança, pedir ao motorista para desrespeitar leis de trânsito, transporte ou comer comida com odores fortes, não supervisionar a atitude de crianças ou passageiros mal educados são os principais fatores para rebaixar a nota dos clientes na avaliação realizada ao final do trajeto.

Para se antecipar a uma possível chegada da novidade ao Brasil, o usuário pode visualizar sua média facilmente. Basta abrir o aplicativo em qualquer plataforma (desktop ou mobile) e tocar no ícone com três traços horizontais que fica no canto superior esquerdo da tela. Assim, o usuário vai poder visualizar seu nome e sua avaliação logo abaixo.

Leia também: EUA: Uber, Lyft e Airbnb autorizam que usuários recusem clientes neonazistas

Esse recurso já foi bastante escondido dentro das configurações do aplicativo e ainda não é possível (nem para o motorista, nem para o passageiro) saber exatamente qual nota lhe foi dada por cada um, mas recentemente uma atualização tornou a visualização muito mais fácil, o que pode ser considerado uma sinal de que o sistema de nota mínima
para os passageiros do Uber chegarão por aqui em breve.

Comentários Facebook
Advertisement

Tecnologia

Xiaomi lança Redmi Note 9S no Brasil com bateria que dura dois dias

Published

on


.
Redmi Note 9S arrow-options
Reprodução

Xiaomi lança Redmi Note 9S


A Xiaomi anunciou o Redmi Note 9S no Brasil nesta segunda-feira (20) em um evento online. O smartphone intermediário chega ao país custando a partir de R$1799 em pré-venda, valor competitivo para as especificações interessantes que o dispositivo traz. 

Um dos maiores chamativos do modelo é o conjunto de quatro câmeras traseiras, com lente principal de 48MP. As demais lentes são uma macro, uma ultra-wide e um sensor de profundidade. 

Isso permite que o Redmi Note 9S produza fotografias tanto com campo mais aberto quanto de objetos bastante próximos com qualidade. Além disso, o smartphone consegue entregar efeitos queridos pelos usuários, como o modo retrato com fundo desfocado. 

Uma novidade da câmera do smartphone é que ela tem um modo de digitalização de documentos, que otimiza as imagens. Além disso, a Google Câmera, que melhora imagens, já vem integrada ao dispositivo.

Leia também: Celular da Xiaomi roda Windows 10; confira

Já a câmera frontal é de 16MP. Bons recursos estão presentes no modo selfie , como o efeito retrato, a foto panorâmica, vídeos em câmera lenta e full HD. A lente frontal fica localizada em um pequeno notch em formato de círculo no topo da tela, otimizando o espaço.

Bateria poderosa 

Outra especificação interessante do Redmi Note 9S é a bateria poderosa. Com 5020 mAh, a promessa é de que o smartphone tenha autonomia de até mais de dois dias, dependendo da frequência de uso. Além disso, o carregamento rápido suporta 18 watts. 

A respeito do processamento, o Redmi Note 9S vem com chipset Snapdragon 720G de oito núcleos. O processador gamer permite que o celular rode jogos com tranquilidade. O aparelho tem opções com 4GB e 6GB de memória RAM. Também há duas opções de armazenamento interno, com 64GB ou 128GB.

Leia também: Xiaomi lança boné inteligente contra a calvície

O celular é lançado com Android 10 , e a versão da interface adaptada da Xiaomi é o MIUI 11.

O modelo

O Redmi Note 9s é a versão global do Redmi Note 9 Pro, lançado no início de março da Índia. O lançamento global do modelo aconteceu no dia 23 de março e, agora, ele desembarca no Brasil. 

O smartphone tem especificações intermediárias premium e chega ao país com a expectativa de agradar pelo bom custo-benefício. Esse é justamente o motivo pelo qual a Xiaomi tem ganhado bastante destaque por aqui, com seus modelos intermediários ocupando o topo das listas de celulares mais buscados. 

O Redmi Note 9S chega com 6,67 polegas e proteção de Gorila Glass 5 na parte frontal e traseira, incluindo as câmeras. O debloqueio da tela pode ser feito por reconhecimento facial ou por impressão digital – o sensor fica localizado na lateral direita do aparelho, prometendo mais conforto.

Leia também: Celular da Xiaomi explode e empresa culpa usuário

O celular começa a ser vendido no Brasil em duas versões. A pré-venda já começou e vai até às 23h de hoje (20) ou enquanto durarem os estoques. A venda posterior não tem data para começar. O modelo com 4GB de RAM e 64GB de armazenamento vai custar R$2799 (ou R$1799 para quem comprar hoje), enquanto a versão com 6GB de RAM e 128GB de memória será vendida por R$2999 (ou R$1999 para quem comprar hoje). Ambos estão disponíveis nas cores branco glacial, azul aurora e cinza interestelar.

Especificações completas do Redmi Note 9S

  • Tamanho: 6,67 polegadas
  • Resolução da tela: 1080 x 2400
  • Proteção: Gorilla Glass 5
  • Cores: Branco glacial, azul aurora e cinza interestelar
  • Sistema operacional: Android 10, MIUI 11
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 720G
  • Memória RAM: 4GB/6GB
  • Armazenamento interno: 64GB/128GB
  • Bateria: 5020 mAh
  • Câmera frontal: 16MP
  • Câmera traseira: Sensor principal de 48 MP; Sensor secundário de 8 MP (ultra-wide 190º); Sensor de 5 MP (Macro) Sensor de 2 MP (profundidade)
Fonte:

Comentários Facebook
Continue Reading

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas