conecte-se conosco


Policial

Investigador ministra palestra sobre drogas para alunos do Projeto Bombeiros do Futuro

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Aproximadamente 40 alunos do projeto “Bombeiros do Futuro”, com idades entre 8 e 12 anos, participaram de uma palestra de cunho social e preventivo, ministrada na manhã desta terça-feira (22.10), pelo investigador Gláucio Galvão, lotado na Delegacia Especializada do Adolescente (DEA) de Várzea Grande.

A palestra com o tema “Droga Lícitas e Ilícitas – Abuso e Consequência”, foi realizada no auditório da 2ª Delegacia de Polícia do Parque do Lago, Cristo Rei, onde os meninos assistiram atentamente a apresentação, assim como tiraram dúvidas e compartilharam experiências.

No início deste ano, a Polícia Civil junto a Secretaria de Assistência Social de Várzea Grande e o Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso, assinaram o Termo de Parceria para implantação do Projeto Bombeiros do Futuro, na região do Grande Cristo Rei, e desde então, toda terça-feira são realizadas ações e atividades nas dependências da 2ª Delegacia de Polícia do Parque do Lago.

O trabalho social tem como principal objetivo contribuir na formação de cidadãos mais conscientes, além de fomentar a cultura da paz e da não violência.

Para o investigador, Gláucio Galvão, que realiza palestras educativas e orientativas do programa social De Cara Limpa Contra as Drogas em suas horas vagas, a prevenção é o melhor caminho para evitar crianças e entorpecentes entrem para o mundo das drogas, experimentando substâncias entorpecentes e se envolvendo em situações de risco.

“A droga é um problema de toda sociedade. A dependência não escolhe classe social, crédulo ou profissão, podendo assim atingir a todos. Nossa missão, é de forma positiva passar orientações que possam contribuir para o futuro dessa geração”, destacou.

 

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Polícia Civil cumpre mandados de busca e de prisão contra suspeito de estupro de vulnerável

Publicado


.

Assessoria | PJC-MT

Um homem suspeito da prática de estupro de vulnerável foi preso pela Polícia Civil, na quarta-feira (08.04), em ação realizada pelas equipes das Delegacias de Paranatinga (373 km ao Sul de Cuiabá) e Gaúcha do Norte (595 km ao Norte da Capital). A ordem de prisão contra o investigado foi cumprida menos de 72 horas após a Polícia Civil ser comunicada do crime.

As investigações iniciaram logo que a notícia do fato chegou a Delegacia de Paranatinga no domingo (05). Com base nas apurações colhidas durante as diligências, com prova da materialidade e indícios de autoria, o delegado Flávio Souza Braga representou pela prisão preventiva do suspeito.

A representação pelos mandados de prisão e de busca e apreensão contra o investigado teve parecer favorável do Ministério Público e deferimento da Justiça de Paranatinga.

Nesta quinta-feira (09), a ordem de busca domiciliar foi cumprida no município de Gaúcha do Norte. Na residência do suspeito, foram apreendidos diversos objetos que poderão esclarecer demais fatos relacionados ao crime, assim como identificar outros ilícitos, como armazenamento em aparelhos eletrônicos de fotografias de adolescente com conotação sexual.

Segundo o delegado, Flávio Souza Braga, a prisão do investigado e o êxito nas ações de busca e apreensão foi possível graças a integração da Polícia Civil com o órgão ministerial, poder judiciário e empenho dos escrivães e investigadores das Delegacias de Paranatinga e Gaucha do Norte.

“A Polícia Civil está vigilante e operante, ainda que em épocas de crise de enfrentamento da Covid-19. Ilícitos dessa natureza, os quais causam repulsa social, reclamam atuação rápida com medidas enérgicas, de modo a garantir a manutenção da paz social da população local”, disse o delegado.

 

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas