conecte-se conosco


Policial

Idoso investigado por 50 furtos a vítimas no transporte coletivo é preso pela Polícia Civil em VG

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT 

Policiais da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf) prenderam na manhã desta quarta-feira (24.11) um idoso de 62 anos inevstigado por, aproximadamente, 50 furtos a vítimas em ônibus do transporte público.

O suspeito é considerado um batedor de carteira profissional e há alguns meses vinha sendo investigado pela delegacia especializada, que representou pela prisão preventiva, deferida pelo juízo da 4ª Vara Criminal de Várzea Grande.

Entre janeiro e outubro deste ano, a Derf estima que o ‘vovô do crime’ tenha praticado cerca de 50 furtos, agindo com destreza, no interior de ônibus do transportes público.

Ele agia no terminal André Maggi e também dentro dos ônibus que fazem as linhas Marfrig-Alameda/Terminal x Terminal/São Benedito, Terminal/Asa Bela.

Os investigadores da Derf apuraram que o homem aproveitava-se de sua aparência idosa para não levantar suspeitas, andando sempre bem vestido, às vezes com roupa social e óculos de grau.

Ele carregava, na maioria das vezes, uma pasta arquivo, que usava como parte da habilidade para praticar os furtos. O suspeito escolhia as vítimas, geralmente mulheres com bolsas, as aguardava subir no ônibus e entrava logo em seguida, colocando a pasta na frente para cobrir a bolsa da vítima e, sem que ninguém visse, colocava a mão debaixo da pasta e puxava de dentro da bolsa da vítima pertences pessoais, geralmente, celulares e carteiras.

O criminoso escolhia como alvo os ônibus lotados, para que vítimas não percebessem o momento do roubo. Geralmente, as vítimas somente percebiam que havia sido furtadas quando chegavam em casa.

Na delegacia, ele confessou diversos furtos e alegou ter jogado as carteiras das vítimas em um matagal, se recusando a informar o local exato onde deixou os pertences.

O idoso tem 29 registros criminais, sendo um por roubo, outro por tráfico de drogas e 27 registros por furto. Além dessas ocorrências, a Derf de Várzea Grande apura outras 50 ocorrências.

De acordo com a delegada Elaine Fernandes, mesmo com uma extensa ficha criminal, o suspeito continuava solto, praticando os furtos com toda liberdade garantida. “Observa-se que essa convicção da impunidade faz os criminosos terem a certeza de que, de certa forma, o crime compensa. É de causar indignação que uma pessoa nessa idade, que deveria estar dando bons exemplos, estar furtando trabalhadores que voltam cansados de um dia exaustivo de trabalho e, além de terem que utilizar um transporte público lotado, ainda acabam sendo vítimas de um criminoso contumaz”, destacou a delegada.

Entre as vítimas do idoso estão diaristas e funcionários de um frigorífico situado no bairro Alameda, que relataram ainda estar pagando pelos aparelhos celulares que foram furtados, além do transtorno em ter que providenciar a segunda via dos documentos pessoais.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Ação integrada reforça segurança em Lucas do Rio Verde para o fim de ano

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Intensificando o combate à criminalidade no município de Lucas do Rio Verde (354 km ao norte de Cuiabá), a Polícia Civil em parceria com a Polícia Militar, Corpo de Bombeiro Militar e Guarda Municipal, deflagraram a primeira fase da operação de final de ano, “Ação Integrada RISP 14”.

O trabalho operacional foi realizdo de 26 a 29 de novembro, com diversas frentes de atuação para prevenir crimes, trazer maior sensação de segurança e proteção para a população, bem como fortalecer as ações desenvolvidas pelas forças de segurança pública na região.

Foram realizadas fiscalizações em estabelecimentos e casas noturnas da cidade, abordagens veiculares, checagens de pessoas, cumprimentos de mandados de prisões e de busca e apreensão domiciliares.

Durante os quatro dias de operação, 350 pessoas foram abordadas, 13 pontos comerciais fiscalizados, 26 pessoas conduzidas e dois mandados de prisões cumpridos. Foram apreendidos nove veículos, 10 porções e um saco com cogumelos alucinógenos.

Os suspeitos encaminhados à Delegacia de Lucas do Rio Verde  vão responder por crimes  de desacato, tráfico de drogas, direção perigosa, desobediência e resistência, calúnia, ameaça e lesão corporal no âmbito da lei de violência doméstica e familiar, furto, embriaguez, estupro de vulnerável, conduzir veículo automotor sob influência de álcool e descumprimento de medida judicial de uso de tornozeleira eletrônica.

Participaram da operação “Ação Integrada RISP 14” policiais civis coordenados pelos delegados Marcelo Maidame e Eugênio Rudy, policiais militares sob o comando do coronel PM, Paulo Secchi e guardas municipais supervisionados pelo tenente José Carlos Medeiros de Lima.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas