Connect with us

Economia

Ibovespa atinge 101 mil pontos e dólar cai após Fed reajustar juros

Publicado em

Alta dos juros nos EUA provocaram alta na Bolsa de Valores brasileira
Sophia Bernardes

Alta dos juros nos EUA provocaram alta na Bolsa de Valores brasileira

O Ibovespa fechou em forte alta nesta quarta-feira (27), acompanhando o movimento visto nas bolsas americanas. O movimento foi impulsionado após o Federal Reserve, BC americano, entregar o já esperado aumento de 0,75 ponto percentual e as falas do presidente da autoridade monetária, Jerome Powell, não sinalizarem para altas ainda maiores nas taxas daqui para frente.

O Ibovespa subiu 1,67%, aos 101.438 pontos. É a maior cotação de fechamento desde o pregão de 15 de junho, quando o índice terminou na faixa dos 102.806 pontos.

Já o dólar caiu 1,85%, negociado a R$ 5,2502 após atingir a mínima de R$ 5,2422. É a menor cotação de fechamento desde o pregão de 29 de junho , quando a divisa terminou cotada a R$ 5,1922.

A moeda já operava no campo negativo desde a parte da manhã, mas teve o movimento intensificado após o Fed aumentar a taxa de juros.

O índice DXY, que mede o comportamento do dólar contra uma cesta de moedas fortes caía 0,75%, aos 106,38 pontos.

“A novidade que fez o mercado se animar e o dólar cair é que ele assumiu que está vendo evidências de que a faixa entre 2% e 2.50% é a faixa neutra de juros. O mercado tinha os juros neutros na faixa de 3.0%”, disse o fundador da Quantzed, Marcelo Oliveira. 

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG


Ações da Petrobras sobem, mesmo com anúncio de mudança na política de preços

As ações da Petrobras fecharam com alta, mesmo após o anúncio de mudanças na política de preços por parte da estatal. Petrobras ON subiu 0,65%, negociada a R$ 34,01. Já Petrobras PN avançou 1,10%, cotadas a R$ 31,35

Os ativos foram beneficiados pelo dia mais positivo nos mercados acionários e pelo avanço do petróleo no exterior

Para o analista da Ativa Investimentos, Ilan Arbetman, o anúncio não representa uma mudança drástica em relação ao que já é praticado atualmente pela companhia, ainda que aumente a politização do processo de formulação de preços

“Seria uma mudança drástica se você trocasse a atribuição, se a formulação passasse da Diretoria para o Conselho, que tem um caráter mais político. Tivemos hoje a criação de uma etapa adicional. Você politiza o processo, mas não vejo mudança drástica”, disse.

Fonte: IG ECONOMIA

Comentários Facebook
Advertisement

Economia

Deputado quer limitar chaves Pix a CPF e CNPJ

Published

on

O autor do projeto, deputado Vicentinho
Agência Câmara de Notícias

O autor do projeto, deputado Vicentinho

O Projeto de Lei 1989/22 restringe as  chaves PIX (sistema de pagamentos instantâneos implementado pelo Banco Central) ao número do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) ou ao Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ) dos usuários.

“A possibilidade de emprego de número de celular e de endereço eletrônico como chaves PIX tem facilitado a ocorrência de delitos e tem dificultado a identificação e punição dos criminosos”, afirma o deputado Vicentinho (PT-SP), autor da proposta.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG 

Segundo o parlamentar, o CPF e o CNPJ são “dados permanentes que, teoricamente, tornam mais fácil a detecção do destino dos recursos”.

Em análise na Câmara dos Deputados, a proposta também retira a possibilidade de uso da chave aleatória, hoje possível para os pagamentos via PIX.

“Embora criada para oferecer maior segurança, permitindo que não se compartilhe dados pessoais, ela também pode ser utilizada para complexificar a identificação das partes da operação de transferência e a consequente apuração do delito”, avalia o deputado.

Tramitação

A proposta será analisada em caráter conclusivo pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte: IG ECONOMIA

Comentários Facebook
Continue Reading

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas