conecte-se conosco


Nacional

Homem morre após passar três dias internado por engasgar com pedaço de carne

Publicado


source
Hospital Nossa Senhora Auxiliadora, em Três Lagoas, no Mato Grosso
Reprodução

Hospital Nossa Senhora Auxiliadora, em Três Lagoas, no Mato Grosso

Um homem de 31 anos morreu na manhã de quarta-feira (27) depois de passar três dias internado por se engasgar com um pedaço de carne, em Três Lagoas (MS). Após o incidente, ele teve uma parada cardiorrespiratória na madrugada de sábado.

Gledisson Pires Ferreira passou por diversos procedimentos médicos. No dia do incidente, com quadro de parada cardiorrespiratória, ele teve o pedaço de carne retirado, recebeu 30 minutos de reanimação, teve os sinais vitais recuperados, foi sedado e conduzido o à UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do hospital.

Ontem, porém, teve nova parada cardiorrespiratória, que evoluiu para morte encefálica. Logo depois, a morte foi constatada.

Comentários Facebook
publicidade

Nacional

Anvisa afirma que diretores do órgão não foram intimados pela Polícia Federal

Publicado


source
Anvisa afirma que diretores não foram intimados pela Polícia Federal
Agência Brasil

Anvisa afirma que diretores não foram intimados pela Polícia Federal

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou uma nota na manhã desta terça-feira (30) que desmente uma informação divulgada pelo portal Metrópoles sobre uma possível operação da Polícia Federal no órgão brasileiro.

Segundo a entidade, “nenhum dos cinco Diretores da Anvisa, a saber Antonio Barra Torres, Meiruze de Souza Freitas, Rômison Rodrigues Mota, Cristiane Rose Jourdan Gomes e Alex Machado Campos, recebeu qualquer tipo de contato ou interpelação pela Polícia Federal”.

A Anvisa ressalta, ainda, que não procede a informação de que há a presença de policiais federais na sede do órgão para a realização de uma possível operação.


O esclarecimento da Agência Nacional de Vigilância Sanitária vem de encontro às revelações do Metrópoles. De acordo com o portal, agentes de segurança investigam fraudes que envolvem a entrega de medicamentos de alto custo. A aquisição dos remédios teria sido feita com recursos públicos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas