conecte-se conosco


Policial

Garoto de 13 anos é abusado por funcionário ao sair de papelaria em Cuiabá

Publicado

Um funcionário de uma papelaria da Capital, foi preso nessa segunda-feira (01), acusado de abusar sexualmente de um adolescente de 13 anos no estacionamento da papelaria.

 

A prisão foi realizada pela Polícia Civil durante uma ação da Delegacia Especializada de Defesa da Criança e do Adolescente (Deddica), após a vítima desabafar com uma responsável pelo grupo de jovens da igreja onde frequenta.

 

Na delegacia o menor contou que no momento em que saia da papelaria foi abordado pelo suspeito, que oferecia álcool em gel para os clientes passarem nas mãos. Sob ameaça o homem o obrigou a ir até um carro no estacionamento e praticou os abusos.

 

Diante das informações, a Polícia iniciou uma investigação e teve acesso as imagens através das câmeras de segurança do estabelecimento e comprovou os abusos. O estuprador foi detido e deve responder pelo crime de estupro de vulnerável.

 

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Investigado por estelionato na compra de veículo em Matupá, homem é preso em Confresa

Publicado


.

Assessoria  Polícia Civil / MT      

Um homem procurado da Justiça por crime de estelionato foi preso pela Polícia Civil, nesta quarta-feira (08.07), em Confresa (1.160 km a nordeste de Cuiabá), durante ação para cumprimento de mandado de prisão realizada pelos policiais civis do município, em apoio às investigações conduzidas pela Delegacia de Polícia de Matupá.

Além da prisão do suspeito de 35 anos, que estava com prisão preventiva decretada por cometer estelionato em Matupá, a ação resultou na recuperação de um veículo oriundo do crime em investigação.   

Conforme investigação da Polícia Civil de Matupá, iniciada após boletim de ocorrência registrado em fevereiro deste ano, o suspeito havia comprado uma caminhonete, modelo L-200 GLS e deu como pagamento duas folhas de cheques que seriam de sua esposa. Porém, a vítima, ao compensar os cheques foi comunicada que não seria realizado o pagamento em razão de divergência na assinatura.

A Delegacia de Matupá instaurou inquérito e identificou o autor do estelionato. Também foi apurado que a titular dos cheques não era esposa do investigado, bem como os cheques haviam sido extraviados em Alta Floresta, poucos dias antes da “compra” do veículo.

Diante das evidências de autoria do crime e pela periculosidade do suspeito em aplicar golpes, a delegada de Matupá, Juliana Rado, representou pelo pedido de prisão preventiva do investigado, com parecer favorável do Ministério Público Estadual e deferido pela Justiça.

Os investigadores descobriram que o suspeito estaria em Confresa e foi solicitado apoio das unidades policiais para o cumprimento do mandado de prisão.
O suspeito foi abordado pelas equipes da Delegacia de Roubos e Furtos de Confresa no centro da cidade. Com ele foram apreendidos vários documentos, contratos de compra e vendas de veículos, além de diversas folhas de cheque. Os investigadores conseguiram levantar ainda informações que levaram à localização do veículo produto do estelionato praticado em Matupá.

Após cumprimento do mandado de prisão, o suspeito foi conduzido para a Delegacia de Confresa, ouvido pelo delegado André Rigonato e após as providências cabíveis, foi encaminhado para Cadeia Pública de Porto Alegre do Norte, onde ficará à disposição da Justiça. O veículo recuperado foi restituído para a vítima.

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas