conecte-se conosco


Esportes

Ex-Seleção não vê futuro de jogador do Flamengo com Tite

Publicado

Ex-jogador de Vasco e Flamengo, o ex-lateral Gilberto construiu uma história importante na seleção brasileira. Presente nas Copas de 2006 e 2010, o ex-atleta concedeu uma entrevista ao portal da “Fox Sports”, e falou sobre o futuro da lateral esquerda com Tite. Na opinião dele, o jogador do Flamengo , Filipe Luís não deverá ter mais oportunidades.

Leia também: Tite convoca lateral do Botafogo para amistosos da seleção brasileira

Tite arrow-options
Pedro Martins / MoWA Press – 8.6.19

Tite


“Marcelo não vive seu melhor momento. O Filipe Luís assumiu a condição dele, mas já tem uma idade elevada. Tem o Alex Sandro, ele ( Tite ) convocou o Renan Lodi, tem o Jorge… Pensando em Copa do Mundo, acho difícil para o Filipe Luís. Talvez dê uma chance para o Marcelo voltar. Eu apostaria no Jorge, daria uma chance. Gosto de vê-lo jogar, ele é mais completo, tanto tecnicamente e taticamente. Defende e ataca no tempo certo. O Jorge recompõe melhor”, afirmou ele sobre a seleção .

Leia também: Flamenguistas se revoltam contra Tite após convocação de Gabigol e Rodrigo Caio

A seleção brasileira terá pela frente Senegal e Nigéria na próxima quinta e domingo, respectivamente. Para os amistosos, o técnico Tite convocou Alex Sandro, da Juventus, e Renan Lodi, do Atlético de Madrid para a posição.


Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Botafogo e Fluminense querem impugnação do arbitral da Ferj

Publicado


.

A bola segue dividida entre os grandes clubes cariocas. Seguindo diversos protocolos de segurança para evitar o novo coronavírus (covid-19), Vasco e Flamengo defendem a volta do futebol. Do outro lado, Botafogo e Fluminense se mantêm contrários e pedem agora o cancelamento do arbitral da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), que tinha o aval da Prefeitura do Rio de Janeiro para voltar aos treinos na próxima terça (26) e prevê o reinício do campeonato estadual em 14 de junho.

Em coletiva nesta segunda (25), o prefeito do Rio, Marcello Crivella explicou que o retorno da competição vai depender da curva de casos da doença no próximo mês: “Nós propusemos jogos em julho sem torcida, mas os clubes pediram para verificar a curva em meados de junho. Se será na segunda quinzena de junho a volta do Carioca, ainda não podemos prometer”.

Alvinegros e tricolores não estiveram presentes na reunião da Ferj com a Prefeitura e agora pedem o cancelamento das decisões tomadas pelo Arbitral. O documento, assinado pelos presidentes Nelson Mufarrej e Mário Bittencourt (Botafogo e Fluminense), traz 30 itens e considera precoce o retorno do futebol, indicando como desnecessário colocar em risco a saúde de atletas, funcionários e familiares deles neste momento.

Uma saída apontada pelo arbitral seria realizar jogos em locais menos afetados pela pandemia. Segundo o boletim divulgado na noite desta segunda pela Secretaria Estadual de Saúde, o Rio tem 39.298 casos e covid-19 e 4105 óbitos. Deste número, 22.466 casos se concentram na capital, que registra 2.831 mortes.

Edição: Fábio Lisboa

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas