conecte-se conosco


Política Nacional

Ernesto Araujo diz que crise ambiental é “mentira da esquerda” contra Bolsonaro

Publicado

source
Ernesto Araújo arrow-options
Marcos Corrêa/PR

Ministro publicou uma série de tweets sobre as queimadas da Amazônia

O ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo afirmou, na noite desta quinta-feira (22), que o Brasil está sendo alvo de uma “campanha internacional feroz” sobre as queimadas da Amazônia e que a crise ambiental seria uma “mentira da esquerda” para esconder que o presidente Jair Bolsonaro está “reerguendo o Brasil”. 

Leia também: Quantidade de queimadas no Brasil aumenta em 82%

“Por que o Brasil está sendo alvo de uma campanha internacional tão feroz e injusta no tema ambiental? Simples. Porque o governo do Bolsonaro está reerguendo o Brasil. A ‘crise ambiental’ parece ser a última arma q resta no arsenal de mentiras da esquerda para abafar esse fato”, escreveu Ernesto Araújo em sua conta do Twitter. 

O ministro afirmou ainda que a esquerda tem aliados na mídia internacional e os utiliza para atacar o Brasil. “Incapaz de convencer os brasileiros do contrário, a esquerda foro-de-são-paulina recorre a seus aliados na mídia internacional e à caixa de ressonância dos ambientalistas radicais (manipulados por décadas de propaganda) para atacar o seu próprio país e questionar sua soberania”, escreveu. 

Leia mais:  PT pede ajuda da militância para conseguir quitar gastos da campanha de Haddad


Araújo disse ainda que o governo está “reabrindo a economia, expulsando a corrupção, combatendo o crime” e atuando “como país grande, colocando seu peso em favor da liberdade e dignidade humana, contra a ideologia de gênero e outros mecanismos de controle psicossocial”. 



“Esses avanços incomodam gente q quer o Brasil de volta ao seu curral, q tem saudade do Brasil fechado no círculo vicioso do clientelismo e estagnação, do Brasil insignificante no mundo. Sim, muitas forças nacionais e internacionais querem recolonizar o Brasil. Não conseguirão”, concluiu o ministro. 

Leia mais:  Fachin arquiva investigação contra Maia e Renan Calheiros


Fonte: IG Política
Comentários Facebook
publicidade

Política Nacional

Damares: “Canal vaginal de menina de 12 anos não está pronto para ser possuído”

Publicado

por

source

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, que defende a abstinência sexual para prevenir gravidez precoce na adolescência, disse ao jornal Folha de São Paulo que se silencia caso fique provado que uma menina de 12 anos está pronta para ser possuída todo dia por um homem. 

Leia também: Campanha do governo federal pela abstinência sexual começa em fevereiro

Damares Alves arrow-options
Divulgação/Presidência da República

Damares Alves


Leia também: Damares critica ataques a filho de Thammy e repara: “ele está de azul” 

A ministra Damares Alves, que é pastora e evangélica, sustenta que não mistura assuntos de Estado e religião.  O governo está lançando uma nova campanha estimulando o início do prorrogamento da vida sexual do público de 10 a 18 anos para evitar a gravidez na adolescência. 

“O argumento que eu estou buscando é: uma menina de 12 anos não está pronta para ser possuída. Se vocês me provarem, cientificamente, que o canal de vagina de uma menina de 12 anos está pronto para ser possuído todo dia por um homem, eu paro agora de falar”,  afirmou à coluna Painel.

Leia mais:  A três dias da eleição, Bolsonaro recebe aliados e Haddad vai a atos no Nordeste

Leia também: ‘Acredito em príncipe encantado’, diz Damares Alves sobre busca por marido

A ministra Damares Alves ainda disse que, se levarem “um abaixo-assinado com 1 milhão de assinaturas de pais de adolescentes contra a proposta”, ela “para de falar”.

Fonte: IG Política
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas