conecte-se conosco


Economia

Eduardo Paes vai investir dinheiro do Rio de Janeiro em Criptomoedas

Publicado


source
Eduardo Paes vai investir dinheiro do Rio de Janeiro em Criptomoedas
Felipe Moreno

Eduardo Paes vai investir dinheiro do Rio de Janeiro em Criptomoedas

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, prometeu investir 1% do Tesouro Carioca em Criptomoedas, nesta quinta-feira (13), ao participar da Rio Innovation Week. Além disso, ele prometeu abrir a possibilidade para os cariocas pagarem o IPTU em Bitcoin, ainda com desconto de 10% se o pagamento for feito nessa modalidade.

Outra medida que Eduardo Paes deverá tomar é criar um grupo para desenvolver a cidade do Rio de Janeiro como um “hub de criptomoedas”, com o secretário Chicão Bulhões afirmando que quer levar empresas desse universo para “além da Zona Sul”.

Para os que não são entusiastas em cripto parece populismo, mas não é. O mercado financeiro migrou fortemente para São Paulo nas últimas décadas, e esse movimento é interessante para que o Rio de Janeiro assuma o protagonismo em criptoativos, tidos como o futuro do mercado financeiro. Com planejamento na área, o Rio de janeiro pode estar anos a frente de qualquer outra iniciativa no Brasil.

Confira a reportagem completa aqui

Comentários Facebook
publicidade

Economia

Valle minimiza PEC dos Combustíveis: ‘não pode ser a única opção’

Publicado


source
Paulo Valle, secretário do Tesouro Nacional
Pedro França/Agência Senado

Paulo Valle, secretário do Tesouro Nacional

O secretário do Tesouro, Paulo Valle, afirmou que a PEC dos Combustíveis não pode ser a única solução para reduzir preços dos combustíveis e ressaltou a fase de estudos da proposta. A declaração foi dada em entrevista coletiva nesta quarta-feira (26).

Valle lembrou que negocia com o Congresso os termos da PEC e disse ser cedo responder questionamentos sobre o tema. Segundo o secretário de Guedes, os moldes da PEC não será exatamente como está sendo discutida atualmente.

“Acho que está cedo para a gente responder, porque ainda não tem uma proposta. Existem ainda estudos e sugestões que foram levadas à Casa Civil, a gente está participando das discussões, e não necessariamente a solução vai ser essa que vem sendo discutida”, disse.

O governo pretende usar a PEC para zerar impostos federais sobre combustíveis e energia elétrica e obrigar estados a praticar uma alíquota fixa do ICMS. A medida é considerada uma manobra do Planalto para não ultrapassar os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), já que a PEC não obriga o governo compensar a redução de arrecadação.

Na entrevista, Valle admitiu a possibilidade de queda na arrecadação em caso de aprovação da proposta. A expectativa, segundo especialistas, é  que o prejuízo ultrapasse R$ 100 bilhões.

“É lógico que valores que estão sendo mencionados são valores bastante altos, e aí podem afetar o primário deste ano, mas acho que está muito recente, ainda está muito indefinido. Isso inclusive vai ter que ser objeto de apreciação do Congresso Nacional”, concluiu o secretário do Tesouro.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas