conecte-se conosco


Mato Grosso

Desafios e avanços da Seduc são destacados em encontro nacional

Publicado

A secretária de Estado de Educação, Marioneide Klimaschewsk, participou, nesta quarta-feira (04.12) em São Paulo, da quarta e última reunião ordinária de 2019 do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed). Assim como os demais secretários de Educação dos Estados do país, Marioneide Klimaschewsk falou dos avanços e dos desafios à frente da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) ao longo de 2019.

Conforme destacou a secretária, o maior desafio da Seduc em 2019 foi equilibrar as contas, buscando a liquidez e a capacidade de se fazer gestão e investimentos. “Outro grande desafio e a reformulação da política educacional com foco na melhoria dos resultados de aprendizagem e, consequentemente, na qualidade da educação”, ressaltou.

A implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), incluindo a construção dos currículos, e a expansão das redes de Educação em Tempo Integral figuraram entre as ações mais citadas pela maioria dos gestores presentes no encontro. Esteve em discussão também, a reestruturação do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), uma das pautas mais discutida no decorrer de 2019.

O Consed, do qual a secretária Marioneide Kliemaschewsk é vice-presidente, tem feito um trabalho junto ao Congresso Nacional e ao Fórum de Governadores para aprovar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do Novo Fundeb e garantir a permanência do fundo entre as fontes de recursos da Educação Básica.

Durante o encontro, Marioneide Kliemaschewsk fez ainda uma devolutiva dos trabalhos da Frente de Formação de Gestores do Consed, que ela coordena ao lado da secretária Adriana Aguiar, de Tocantins. Ela citou que, em parceria com o Ministério da Educação (MEC) e a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), a frente está construindo uma plataforma nacional de formação para os diretores.

O secretário de Educação Básica do MEC, Janio Macedo, e o secretário de Educação Tecnológica, Ariosto Antunes, participaram do encontro, momento em que foram discutidos os próximos passos do ProBNCC e da implementação do Novo Ensino Médio, bem como a regulamentação dos itinerários por parte dos Conselhos de Educação.

Nesta quinta-feira (05), a secretária participou de uma oficina com o Instituto Ayrton Senna, quando foram discutidas temáticas como a transição demográfica interferindo nas matrículas da rede estadual de ensino, dimensionamento de turmas, escolas e a promoção de uma educação de qualidade.

 

 

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Operação Pantanal 2: MT recebe reforço de MS e das Forças Armadas para combater incêndio na região

Publicado


.

Nesta sexta-feira (07.08), Mato Grosso recebe o reforço de Mato Grosso do Sul em apoio as equipes que estão trabalhando no combate ao incêndio florestal no Pantanal.

Foi sinalizado o envio de força tarefa para Mato Grosso que ficará à disposição da Coordenação do Centro Integrado Multiagências de Coordenação Operacional (CIMAN), com previsão de três helicópteros de médio porte das forças armadas, uma aeronave C130, dez militares do CBMMS, dez brigadistas do IBAMA e dez fuzileiros navais, para se unirem às equipes coordenadas pelo Corpo de Bombeiros Militar.

Além do incremento das forças federais e do Estado de Mato Grosso do Sul, sete equipes terrestres e dois aviões de combate do CBMMT, uma aeronave do CIOPAer, maquinários da SEMA e de Produtores rurais da região, pessoal e veículos do SESC Pantanal, além da Prefeitura de Poconé estarão apoiando essa grande operação.

Nesta quarta-feira (05.08) chegou em Cuiabá a aeronave UH-15 (Super Cougar) da Marinha para o reconhecimento e alinhamento junto ao CIMAN das estratégias de combate no local. 

Toda a força tarefa estará em condições de emprego nesta sexta-feira (07.08) no aeródromo do SESC Pantanal, oportunidade em que será lançada a Operação Pantanal 2 às 10h, com o apronto operacional para, em seguida, realizar a distribuição de todas as equipes em campo.

O comandante geral do CBMMT, o coronel BM Alessandro Borges Ferreira, disse que “o Estado de Mato Grosso, por meio das Secretarias de Segurança Pública e de Meio Ambiente já vem trabalhando de forma integrada e apoiando as ações do CIMAN e o reforço das Forças Armadas e do Governo do Mato Grosso do Sul possibilitará a otimização dos recursos para o êxito na extinção do incêndio”.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas