conecte-se conosco


Mato Grosso

Delegação da Coréia do Sul estreita laços comerciais com Mato Grosso

Publicado


O secretário de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso, César Miranda, recebeu, nesta quarta-feira (24.11), uma delegação da Coréia do Sul liderada pelo cônsul-geral coreano no Brasil, Insang Hwang. A visita técnica tem o intuito estreitar laços comerciais entre a Coréia e Mato Grosso.

O grupo de 7 pessoas contou ainda com a presença do presidente e diretores da empresa de aço, Posco e da Agência comercial do governo coreano no Brasil (Kotra).

Na reunião o secretário apresentou as potencialidades de Mato Grosso e as vantagens de se investir no Estado. “Temos muito a oferecer à Coréia, o maior valor agropecuário nacional, a posição geográfica do Estado é privilegiada quanto ao escoamento das exportações pelos Portos, segurança jurídica, os melhores incentivos fiscais do Brasil. Além de uma economia em ascensão”, explicou ele.

Miranda frisou que há muito a se ganhar com a cooperação econômica bilateral.

De acordo com o cônsul, os setores de maior interesse do empresariado sul coreano são a produção de etanol de milho e as malhas ferroviárias e hidroviária existentes em Mato Grosso. Mas também há possibilidade quanto à exportação do frango produzido no Estado. Atualmente 50% da carne de aves exportadas pelo país é de origem brasileira.

“Nossa conversa foi bastante produtiva, tudo que vimos aqui levaremos a conhecimento de grandes empresários do nosso País. Acredito que em breve nos reencontraremos e queremos que nos visitem, também conheçam nossas empresas alimentícias”, citou Hwang.

O presidente da empresa de aço Posco no Brasil, Youngseob Jang, uma das maiores companhias produtoras de aço do mundo, destacou o interesse especial na produção mineral do Estado. “A produção mineral de Mato Grosso é bastante ampla. Nos foram apresentadas muitas oportunidades de investimento no Estado até mesmo fora dessa área que merecem um estudo”, disse.

A agenda da delegação se estende por mais 2 dias no Estado. Eles ainda vão visitar o Governo do Estado, a Federação das Indústrias(Fiemt), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado (Famato), Prefeitura de Cuiabá e empresas multinacionais do setor alimentício.

Haiti

Nesta quarta-feira (24.11) o secretário César Miranda também recebeu a embaixadora do Haiti no Brasil, Rachel Coupaud, que veio ao Estado tratar de ações voltadas à população haitiana que vive em Mato Grosso.

“Queremos traçar um plano, ser a ponte para oferecer melhores condições ao povo haitiano que vive aqui. Saber em que o Governo de Mato Grosso pode nos ajudar para dar qualidade de vida aos haitianos, esclareceu a embaixadora.

O secretário falou da possibilidade de qualificação da mão de obra haitiana que poderia ser absorvida nas indústria e comércio do interior do Estado.

“Podemos ver a viabilidade de oferecer qualificação profissional para os haitianos que moram em Mato Grosso, para aproveitar a mão de obra. Além de pensar em linhas de crédito específicas voltadas àqueles que desejam empreender”, enfatizou.

Esta é a primeira visita da embaixadora a Mato Grosso. Ela está no País há 9 meses.

Atualmente há 100 mil haitianos no Brasil, sendo que 12 mil deles vivem em solo mato-grossense.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Estudantes da rede estadual terão aulas de inglês a partir do 1º ano do ensino fundamental

Publicado


Estudantes dos anos inicias do Ensino Fundamental da rede estadual de ensino de Mato Grosso passarão a ter aulas de Língua Inglesa entre os componentes curriculares a partir deste ano. Por conta desta mudança, os professores receberão formação continuada por meio de plataforma virtual para ministrar as aulas.

Com investimentos de R$ 14 milhões, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) realizou a contratação da empresa Pearson Education do Brasil LTDA, que irá fornecer materiais pedagógicos, e da empresa EF (English First) para suporte no ensino do idioma no meio digital, tanto para professores quanto para os alunos do Ensino Médio da rede estadual de ensino. A contratação foi publicada no Diário Oficial.

“Pela primeira vez nós vamos atender todo o ensino fundamental do Estado de Mato Grosso com a língua inglesa. Tenho certeza que essa vai ser uma ação muito importante porque a atividade vai reforçar o conhecimento e aprendizado dos nossos estudantes e gerar novas oportunidades”, destaca o secretário de Estado de Educação, Alan Porto.

Ensino Fundamental

Com o objetivo de preparar os estudantes o mais cedo possível para a aprendizagem de uma nova língua, alunos dos anos iniciais do Ensino Fundamental (1° ao 5° ano) passarão a ter aulas de Língua Inglesa na matriz curricular pela primeira vez. Atualmente, os alunos têm a disciplina a partir do 6º ano até o final do ensino médio. Para isso, foram adquiridos materiais didáticos da empresa Pearson Education, com metodologia direcionada para o ensino do idioma às crianças. Para praticar a língua e incentivar a leitura, livros paradidáticos em inglês serão entregues disponibilizados nas bibliotecas das unidades escolares durante o ano letivo. O projeto de leitura pretende atender os estudantes do Ensino Fundamental e Ensino Médio.

Ensino Médio                                                                                                                                                                              

Os estudantes do ensino médio receberão acesso à plataforma digital English Live, da empresa EF, como complemento dos conhecimentos adquiridos durante as aulas. Por meio da ferramenta, após um teste de nivelamento, os estudantes irão dispor de atividades de compreensão auditiva e escrita, de acordo com o seu grau de domínio do idioma.

Professores

Para que todos os professores da Língua Inglesa da rede estejam preparados para lecionar com os novos materiais, a Seduc irá proporcionar formação continuada para trabalhar com os materiais didáticos e paradidáticos.

Além disso, para que os professores do idioma melhorem a sua proficiência na língua inglesa, todos também receberão acesso à plataforma English Live (empresa EF). O conteúdo ficará disponível 24h por dia e permitirá que o profissional construa o seu percurso formativo conforme o seu nível de proficiência, com exercícios de fala, escrita e audição e aulas ao vivo com professores nativos.

O acesso a plataforma será disponibilizado primeiro aos professores e depois aos estudantes, no decorrer do ano letivo. Cerca de mil professores serão beneficiados e, a partir da próxima semana, receberão notificação por e-mail com instruções para uso da ferramenta digital.

(Supervisão de Evelyn Ribeiro)

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas