conecte-se conosco


Política Nacional

CPI da Covid já registrou 38 possíveis mentiras; Pazuello lidera lista

Publicado


source
General da ativa, Eduardo Pazuello
Foto: Anderson Riedel/PR

General da ativa, Eduardo Pazuello

A CPI da Covid mapeou pelo menos 38 declarações contraditórias ou falsas de depoentes, a maioria do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello . O levantamento é feito durante cada sessão pela equipe do senador Renan Calheiros (MDB-AL) e deve ser encaminhado ao Ministério Público e incluído no relatório final.

Pazuello teria mentido em 15 ocasiões. O atual ministro da Saúde, Marcelo Queroga, teria sido contraditório quatro vezes. O relatório é parcial e não inclui levantamentio de Fabio Wajngarten, ex-secretário de Comunicação Social do governo federal e de quem depôs antes dele.

O mapeamento começou a ser feito após o depoimento de Wajngarten, que negou declaração que havia dado em entrevista à revista “Veja” de que teria havido “incompetência” de Pazuello na pandemia. A CPI chegou a discutir a prisão de Ernesto em flagrante pelo crime de falso testemunho, ideia descartada pelo presidente da comissão, Omar Aziz (PSD-AM).

A punição prevista para o crime de falso testemunho é reclusão de dois a quatro anos e multa. Senadores avaliam que a responsabilidade criminal das autoridades por mentiras em depoimentos é importante para preservar a autoridade das comissões parlamentares de inquérito.

– Com informações de O Globo.

Comentários Facebook
publicidade

Política Nacional

Secretário de Saúde da BA pede demissão após xingar chef de cozinha: “vagabunda”

Publicado


source
Fábio Vilas-Boas pediu exoneração do cargo
Reprodução/Sesab

Fábio Vilas-Boas pediu exoneração do cargo

Nesta terça-feira (3), o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, pediu exoneração do cargo, ocupado por ele desde 2015. A decisão ocorreu dois dias após ele ter chamado a chef de cozinha Angeluci Figueiredo, do tradicional restaurante Preta, em Salvador, de “vagabunda”.

“Entreguei, agora à tarde, minha carta com pedido de exoneração do cargo de secretário estadual de Saúde, que ocupava desde janeiro de 2015. A solicitação foi aceita pelo governador Rui Costa”, escreveu ele nas redes sociais.


“Agradeço a confiança do governador que me fez o convite e que me deu a oportunidade de contribuir para uma verdadeira revolução na saúde, visando atender a quem mais precisa”, continuou.

O governo ainda não divulgou quem ocupará o posto do ex-secretário.

Em nota ao G1 , o governo disse lamentar as ofensas proferidas por Vilas-Boas. “Por meio da Secretaria de Comunicação, o governo do estado afirma lamentar o episódio, considera inadmissível qualquer tipo de agressão e manifesta total solidariedade à empresária Angeluci Figueiredo e a todas as mulheres”.



Você viu?



O episódio ocorreu no último domingo (1). O ex-secretário ofendeu a funcionária assim que foi comunicado que a reserva feita por ele no restaurante localizado na Ilha dos Frades, na Baía de Todos-os-Santos, seria cancelada devido ao tempo chuvoso na capital. O xingamento foi feito por mensagem de texto, enquanto conversava com a mulher:

Xingamento foi feito por mensagem de texto
Reprodução / TV Bahia

Xingamento foi feito por mensagem de texto


Com a repercussão do caso no dia seguinte, ele pediu desculpas à profissional e às pessoas que “se sentiram ofendidas”, nas redes sociais.



Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas