conecte-se conosco


Saúde

Covid-19: Variantes devem ter surgido em imunossuprimidos, diz infectologista

Publicado


source
Variantes devem ter surgido em imunossuprimidos
Reprodução/FreePic

Variantes devem ter surgido em imunossuprimidos


É bastante provável que as novas cepas da Covid-19 tenham surgido em pessoas imunossuprimidas. A ideia de que as variantes tenham se desenvolvido em corpos com o sistema imunológico enfraquecido não é nova e foi endossada em fala do diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos, Anthony Fauci, à CNN Internacional, nesta terça-feira (3).

“Variantes, todos nós sabemos, surgiram por causa da pressão que o sistema imunológico humano exerceu sobre o vírus, muito provavelmente de pessoas imunossuprimidas que acabaram se infectando e ficaram com o vírus por dias e dias antes do desaparecimento do microrganismo ou morte, e isso essencialmente levou ao surgimento de uma variante”, disse Fauci em discussão promovida pelo Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais.

Segundo o infectologista, é muito provável que isso tenha acontecido tanto com a variante Alfa, como com a variante Delta. Fauci também afirmou que o aparecimento de novas cepas afeterá os medicamentos que estão sendo desenvolvidos para o tratamento da Covid-19.

“Assim que começarmos a tratar a Covid-19 com novos antivirais, precisamos planejar e antecipar o surgimento de resistência aos medicamentos”, disse ele. “Você sempre terá que estar pronto para continuar a desenvolver alternativas que possam acompanhar as variantes”, explicou.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
publicidade

Saúde

Blumenau vacinou dois adolescentes de 17 anos em janeiro de 2021

Publicado


source
Blumenau vacinou adolescentes no início do ano
Reprodução: iG Minas Gerais

Blumenau vacinou adolescentes no início do ano

Ao menos dois adolescentes de 17 anos ‘furaram a fila’ da vacinação e receberam o imunizante de forma irregular e antecipada em Blumenau, Santa Catarina. Os jovens são funcionários de estabelecimentos de saúde do Município, e foram vacinados com doses da Coronavac e da Astrazeneca, que não tem autorização da Anvisa para a utilização nesse público. As informações são do portal ND+.

Os jovens receberam a vacina nos dias 26 de janeiro e 6 de fevereiro. Um deles foi vacinado em uma unidade de atenção básica, e o outro, em uma Central de Vacinação.

Vale lembrar que apenas o imunizante da Pfizer é liberado pela Anvisa para pessoas abaixo dos 18 anos. À época, a campanha de vacinação ainda engatinhava no Brasil e não incluía menores de idade – ou seja, mesmo funcionários de unidades de saúde, os adolescentes não poderiam receber a dose.

Ao portal ND+, de Santa Catarina, a prefeitura afirmou que os casos foram notificados para Dive-SC (Diretoria de Vigilância Epidemiológica) nos dias 2 e 6 de fevereiro, e estão sendo acompanhados desde então. Nenhum dos adolescentes apresentou alguma reação adversa.

O iG entrou em contato com a Prefeitura de Blumenau, e aguarda posicionamento.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas