conecte-se conosco


Policial

Corpo de mulher é resgatado no Mirante, em Chapada dos Guimarães

Publicado

Resultado de imagem para Claudeonora AlencarO corpo da turismóloga Claudeonora Alencar, 40 anos, que estava desaparecida desde a última terça-feira (12), quando deixou uma “carta” de despedida à família, foi resgatado do Mirante, em Chapada dos Guimarães (68 km de Cuiabá), na manhã dessa quinta-feira (14).

O Corpo de Bombeiros teria sido acionado no final da tarde de ontem (13) para o resgate de uma mulher que teria caído no Mirante, ao chegar no local, os militares conseguiram localizar o corpo, porém, o resgate não pode ser feito por conta da escuridão. Hoje pela manhã, eles voltaram e realizaram o resgate.

A ação contou com a ajuda de um helicóptero do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), Polícia Judiciária Civil (PJC)  e Instituto Médico Legal (IML).

Conforme a família, pouco depois do desaparecimento foi encontrada uma carta de despedida deixada por Claudeonora. A mulher estava passando por problemas de depressão e fazia tratamento, mas após a morte de uma irmã, vítima de câncer, há poucos dias a saúde da vítima piorou.

Leia mais:  Carro roubado em Diamantino é recuperado e receptador é preso em Várzea Grande

Comentários Facebook
publicidade

Policial

Polícia Civil prende homem que agrediu ex-companheira com chave de fenda em Várzea Grande

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

Um homem acusado de agredir a namorada com golpes de chave de fenda teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Judiciária Civil, nesta quarta-feira (22.01), em ação da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança e Idoso de Várzea Grande (DEDMCI-VG) com apoio da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cáceres (228 km a Oeste de Cuiabá).

O suspeito, que conviveu 5 anos com a vítima, já havia a agredido anteriormente, no mês de dezembro de 2019. Assim que saiu da prisão, em janeiro, mesmo ciente das medidas protetivas, rompeu a tornezeleira eletrônica para praticar a nova agressão.

O crime ocorreu no dia 10 de janeiro em uma residência no bairro Parque do Lago, em Várzea Grande. O suspeito, pelo fato de não aceitar o fim do relacionamento, pulou o muro da casa em que a vítima estava e a agrediu com diversos golpes com chave de fenda, ferindo a vítima na barriga, nas costas, na nuca, tórax e rosto.

Enquanto a agredia, o suspeito xingava, ameaçava de morte e ao mesmo tempo pedia perdão à vítima. Após o crime, o agressor foi embora, porém, voltou a passar em frente a casa, apontado uma arma de fogo e dizendo que iria matar a vítima.

Leia mais:  Apreensão de drogas em Mato Grosso ultrapassa cinco toneladas no semestre

Diante da gravidade da situação e para evitar um futuro feminicídio, a delegada Mariel Antonini Dias representou pela prisão preventiva do suspeito, que foi deferida pela Justiça. A ordem judicial foi cumprida nesta quarta-feira (22), na cidade de Cáceres, com apoio da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher do município.

“Para evitar consequências maiores, como um possível feminicídio, a Delegacia da Mulher de Várzea Grande atuou de maneira grave e eficaz, fazendo que o agressor retornasse à prisão”, disse a delegada.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas