Connect with us

Na Capital

Concessionária terá que recompor asfalto danificado em vias de Cuiabá

Publicado em

Fiscais da Secretaria Municipal de Ordem Pública (SORP), juntamente com a equipe técnica da Secretaria Municipal de Obras Públicas, estão percorrendo alguns pontos da cidade para elaborar o relatório técnico que embasará uma notificação do Executivo Municipal para a concessionária de abastecimento de água e saneamento da Capital, a Águas Cuiabá.

 

A notificação estabelece que a concessionária comece a recompor toda a pavimentação asfáltica danificada, além de apresentar o licenciamento das intervenções que estão em execução e ainda fornecer um cronograma da recomposição asfáltica completa nos trechos prejudicados para a Prefeitura de Cuiabá.

O pacote de obras realizado pela Águas Cuiabá na Capital atende as obrigações do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), celebrado em 2016 com o Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MPMT), para melhorar os serviços prestados para população e otimizar os sistemas de abastecimento de água e de esgotamento sanitário. Desde então começaram a ser implantadas algumas medidas de aperfeiçoamento por meio do Plano de Investimento Emergencial em 17 bairros.

No entanto, a empresa não está cumprindo os prazos e também quitando as taxas de licença para corte de pavimento asfáltico, previstos por lei, para todo e qualquer empreendimento. Portanto a Secretaria de Obras não está mais emitindo autorizações.

“Com o avanço considerável dos cortes, a recomposição que vem sendo realizada pela Águas Cuiabá, além de estar sendo mal executada não está obedecendo o tempo previsto. Há aproximadamente quatro meses sem a autorização do município, pelo não pagamento da taxa de licença para o corte do asfalto, a empresa começou a operar irregularmente”, afirmou a engenheira e diretora de Projetos da Secretaria de Obras Públicas, Marinete de Barros Neves.

De acordo com a diretora, a notificação vem no sentido de acelerar a ação, levando em consideração, principalmente, o período chuvoso.

A notificação para a conclusão dos trabalhos sob pena de multa e embargo, será feita pela SORP nos próximos dias. Os trechos mais problemáticos são os da Avenida Dante de Oliveira (Av. dos Trabalhadores), em diversas ruas dos bairros Jardim Leblon, Bosque da Saúde, Rua 1 do bairro Jardim Imperial, Loteamento Dom Bosco e ao longo da Avenida Palmiro Paes de Barros.

Comentários Facebook
Advertisement

Na Capital

Emanuel Pinheiro lamenta falecimento do prefeito de Pedra Preta, Nelson Orlato

Published

on

O prefeito Emanuel Pinheiro externa o seu lamento pela morte do prefeito do município de Pedra Preta, Nelson Orlato, aos 74 anos. O falecimento foi confirmado na tarde deste domingo (14), por conta de um câncer no pâncreas que enfrentava há cerca de um ano.  

Natural da cidade de Osvaldo Cruz, situada no interior de São Paulo, ele transformou-se em uma figura importantíssima para Pedra Preta, onde morava desde 1974 e possui grande colaboração no desenvolvimento do município como empreendedor no campo de cereais. 

“Com toda certeza, sua partida causa dor e tristeza. Mas, a imagem que fica é a de uma pessoa brilhante, visionária e, principalmente, amorosa com todos aqueles que estavam ao seu redor. Tive a honra de vivenciar tudo isso pessoalmente quando trabalhamos juntos com o então deputado federal Jonas Pinheiro. Nelson foi mais um amigo que a política me deu e que levo para sempre em meu coração”, lembra Emanuel. 

Nelson estava no seu terceiro mandato como prefeito de Pedra Preta e, mesmo lutando contra a doença, continuava cumprindo expediente na Prefeitura. Nessa gestão, ele tinha como principal projeto a criação do primeiro distrito industrial do município. 

Nelson deixa a esposa Míriam Santana Orlato, e três filhos: Rivaldo Torres Orlato, Tatiani Santana Orlato e Viviane Santana Orlato. O velório do corpo de Orlato será na Câmara de Vereadores de Pedra Preta, onde também ocupou uma cadeira e teve a honra de presidir a Casa por dois anos. 

Fonte: Prefeitura de Cuiabá MT

Comentários Facebook
Continue Reading

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas