Connect with us

Mato Grosso

Comemoração do Dia das Crianças alegra pacientes internados no Hospital Regional de Sinop

Publicado em

No dia 12 de outubro, foi preparada no Hospital Regional de Sinop uma surpresa para as crianças e demais pacientes internados na clínica ortopédica e cirúrgica. O palhaço Strimilik aceitou o convite para visitar o hospital e ajudou as copeiras na entrega das marmitas carinhosamente decoradas pela equipe de nutrição, que também vinha com chocolate de sobremesa. A ação foi organizada pela Comissão de Humanização do HRSinop em parceria com o setor de nutrição e dietética da unidade.

“Foi uma surpresa maravilhosa. Ver meu filho sorrindo nesse Dia das Crianças foi o maior presente que juntos podíamos receber. E ele fez questão que eu enviasse a foto da marmitinha enfeitada dele para que os outros irmãos que estão em casa pudessem ver”, conta a dona de casa Silvana Maria da Silva Souza, de 38 anos, moradora de Sinop, e mãe do Paulo Henrique, de 6 anos, internado na Clínica Cirúrgica.

O HRSinop prioriza a nutrição individualizada dos pacientes e por isso conta com três nutricionistas clínicas responsáveis pelo gerenciamento do balanço energético dos pacientes, garantindo que eles recebam quantidades suficientes de fluidos e nutrientes como proteínas, lipídeos, glicose, vitaminas e minerais. E quando o paciente é criança, a equipe de nutrição usa a criatividade para deixar o prato mais atraente.

Juliana Bispo de Andrade é auxiliar de cozinha no hospital e foi ela a responsável por deixar o prato das crianças colorido e divertido. “Como sabíamos da visita do palhaço, decoramos as marmitas de arroz das crianças com o rostinho dele. Usamos uva passa para fazer os olhos, tomate para a boca, os cabelos eu usei a cenoura ralada e o nariz vermelho foi feito com melancia. Poder acompanhar o sorriso das crianças ao ver a comida é a maior retribuição que nós da cozinha podemos ter”, diz.

“Nós comemos primeiro com os olhos, por isso nos chama muita atenção recebermos alimento decorado. A beleza do prato aumenta o apetite, chama mais a nossa atenção e, no caso das crianças, foi a nossa maneira de proporcionar um pouco mais de felicidade através do alimento”, explica a nutricionista clínica Grasieli Junges.

Surpresa com alegria para todos

Além de visitar as crianças, o Palhaço Strimilik brincou com os colaboradores nos corredores e foi nos leitos dos demais pacientes, como pacientes idosos internados na Clínica Médica. Ele fez os pacientes gargalharem quando dizia que os mesmos estavam passando apenas por um momento de reparos na oficina da vida.

“Há 18 anos realizo esse trabalho de visitar hospitais e entidades beneficentes vestido de palhaço, e hoje tive a satisfação de conhecer o Hospital Regional de Sinop, onde pude encontrar uma equipe motivada que atende seus clientes e usuários com carinho e humanização e é isso que faz a diferença, pessoas dedicadas a fazer o bem, o que na minha opinião é o maior remédio”, afirma o frentista de posto de combustíveis, Daniel Trindade, que faz o personagem lúdico Palhaço Strimilik.

Ações de humanização no HRSinop

Desde que foi instituída em julho deste ano, a Comissão de Humanização tem realizado ações que visam melhorar os cuidados e atenção com os pacientes internados no Hospital Regional de Sinop. Essa comissão tem como prioridade atender com mais humanidade o atendimento desde a entrada até a saída do paciente. Projetos como o “Papo Terapia” que teve sua primeira edição no mês passado (durante a programação do Setembro Amarelo – mês de prevenção ao suicídio), com o objetivo de promover debates, conversas, histórias de vida, música, escuta humanizada, dinâmicas e palestras envolvendo não só os pacientes e seus familiares, mas toda equipe multidisciplinar. Outra atividade da Comissão, que proporcionou momentos de felicidade aos pacientes foi a realização do “Café com alegria”, que contemplou os pacientes com mais tempo de permanência na unidade.

Para o mês de outubro, a Comissão também prepara ações voltadas ao ‘Outubro Rosa’, mês de prevenção do câncer de mama e de colo de útero.

Comentários Facebook
Advertisement

Mato Grosso

Supostos organizadores do Dia do Fogo são alvos de operação em Colniza

Published

on

Sete mandados de buscas e apreensão, expedidos pelo Poder Judiciário em Colniza, município distante 1.042 km de Cuiabá, estão sendo cumpridos neste sábado (13), na Operação Jomeri. Os alvos são pessoas físicas e jurídicas responsáveis, em tese, pela organização da ação criminosa conhecida como “Dia do Fogo”.

A Operação é um desdobramento da ação fiscalizatória realizada no dia 05 de agosto. A iniciativa é desenvolvida de forma conjunta pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco Ambiental), Promotoria de Justiça de Colniza, Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema), Delegacia Regional de Juína, Delegacia Municipal de Colniza, Grupo de Operações Especiais (GOE), Batalhão de Proteção Ambiental da Polícia Militar e Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema).

De acordo com as investigações, um grupo de indivíduos estaria se organizando para provocar, de forma coordenada, queimadas em áreas de floresta nativa em vários pontos da região de Colniza. O modo de agir seria o mesmo utilizado há três anos, no Estado do Pará, quando a fumaça gerada por queimadas criminosas percorreu milhares de quilômetros pelo território brasileiro.

A área total das propriedades investigadas ultrapassa 300 mil hectares, dos quais já se constatou um desmatamento de 50 mil hectares. Os envolvidos na ação poderão responder pelos crimes de associação criminosa, desmatamento e queima Ilegal, crime contra a administração ambiental, dentre outros. A investigação teve início no ano de 2021.

Além das medidas de busca e apreensão, o Ministério Público do Estado de Mato Grosso instaurou dezenas de procedimentos de natureza cível, buscando a reparação socioambiental pela degradação já ocorrida. O valor total das indenizações é de R$ 421.731.922,05.

Desde a notícia de que ocupantes de uma das fazendas da região promoveriam incêndio criminoso na área, a Sema, por meio da Superintendência de Fiscalização e o Núcleo de Inteligência, Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental e Batalhão de Emergências Ambientais do Corpo de Bombeiros Militar, posicionaram suas equipes na área de forma ostensiva a prevenir e impedir a ação dos infratores, bem como identificar as pessoas ligadas à incitação lesiva ao meio ambiente. Já foram lavrados 18 autos de infração pela prática de desmate ilegal, que correspondem a 50% do desmate para o município de Colniza.

De 08 a 12 de agosto, o Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental aplicou em quatro pontos da região multas de R$ 200 mil por quebra de embargo e de R$ 450 mil desmate ilegal, totalizando R$ 650 mil. Ao todo, foram fiscalizados oito alertas.

Em Mato Grosso, o uso do fogo está proibido desde o dia 1º de julho e a vedação segue até o dia 30 de outubro.

SIGNIFICADO – A denominação da operação faz referência ao nome do antigo psicólogo que estudou sobre o problema da piromania (caracterizada por atear fogo de forma intencional e compulsivamente) e deu origem a todos os recentes estudos e tratamentos sobre citada síndrome.

Fonte: MP MT

Comentários Facebook
Continue Reading

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas