conecte-se conosco


Nacional

Ceará implementa sistema drive-thru de testes para Covid-19

Publicado


source
cientista monitora teste aplicado de covid-19
Reprodução/Facebook

Além de testar pessoas com sintomas da Covid-19, Secretaria de Saúde quer identificar se curados criaram anticorpos


Para conter a pandemia do novo coronavírus no Ceará, o governo do estado realizará testes da Covid-19 em esquema drive-thrus. Campanha deve ter início ainda neste fim de semana. Testagem também ajudará sistema de saúde a descobrir se pessoas curadas da doença transmitida pelo novo coronavírus criaram anticorpos e estão imunes.

O Secretário de Saúde do estado, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho (mais conhecido como Dr. Cabreto), afirmou que os drive-thrus para assintomáticos ou pessoas saudáveis acontecerá em shoppings, com horário marcado. Está sendo estudada a locação de dois shoppings de Fortaleza.

Para pessoas com sintomas gripais ou suspeitos de Covid-19 acontecerá em hospitais. Um desses pontos é o Hospital Geral de Fortaleza (HGF).

“Começaremos a primeira unidade, provavelmente, neste fim de semana, que será no HGF, onde nós temos um sistema de triagem adequado para facilitar o trabalho nos postos de saúde e com testagem rápida”, explicou o Dr. Cabreto.

Leia também: América do Sul se tornou o novo epicentro da Covid-19, diz OMS

Além de rastrear o novo coronavírus , os testes em massa devem ajudar a saúde a identificar casos de pacientes que tiveram a Covid-19 , mas se recuperaram. O secretário explica que o inquérito sorológico ajuda a diferenciar todos os casos e também a mapear grupos que ainda não foram infectados.

“Estamos fazendo modelagem das amostras para que a gente tenha representação em todos os bairros, inicialmente em Fortaleza . A ideia é começar isso até quarta-feira da semana que vem ou, no máximo, em dez dias”, explicou.

A projeção, segundo Dr. Cabreto, é de que, com a ajuda dos drive-thrus e somando kits disponíveis nas unidades de saúde, seja possível ampliar a quantidade de testes feitos para cem mil por mês. “Isso deve aumentar a capacidade de entendimento das áreas de maior risco de contaminação”, disse.

O Ceará só está atrás de São Paulo quando se trata de número de casos de Covid-19, tendo registrado 34.573 infectados. Na última quinta-feira, 21, o estado nordestino superou o seu próprio número de mortes em 24 horas, registrando 261 óbitos.

Por isso, o governo do estado tem adotado diversas medidas especiais para conter o avanço da pandemia na região. Ao longo desta semana, o estado recebeu insumos em aviões. entre eles, estava respiradores e maquinários que devem ser distribuídos entre as unidades de saúde, segundo o governador Camilo Santana (PT).

A capital do estado, Fortaleza, é uma das localidades brasileiras a aderir ao lockdown para conter a doença e tem sido monitorado rigidamente.

Comentários Facebook
publicidade

Nacional

Secretário de saúde diz que prescrições de hidroxicloroquina caíram em SP

Publicado


source
hidroxicloroquina
undefined

Uso da hidroxicloroquina no tratamento de Covid-19 ainda não possui eficácia compravada

Em coletiva de imprensa transmitida na tarde desta quinta-feira (4), o secretário de saúde do estado de São Paulo, José Henrique Germann, reconheceu que – apesar de a rede pública de saúde contar com estoque do medicamento – houve uma queda na prescrição e busca pela hidroxicloroquina , citado pelo Ministério da Saúde como possível tratamento contra a Covid-19.

“Temos cloroquina em estoque desde o primeiro decreto, pois recebemos do Ministério da Saúde . Ela pode ser usada, mas depende da prescrição do médico e do consentimento do paciente, e isso de fato vem diminuindo ao longo do tempo, seja pelo resultado ou pelos efeitos colaterais”, disse o secretário.

Leia mais: Lula diz que Bolsonaro devia “tomar sopa” de cloroquina e ser “impichado

O coordenador do centro de contingência do Covid-19 no estado e diretor do Instituto do Coração (INCOR) do Hospital da Clínicas, Carlos Carvalho, ainda acrescentou que “a hidroxicloroquina nunca fez parte da rotina de prescrição no nosso hospital ou no nosso sistema de saúde. Atualmento estão surgindo cada vez mais estudos sobre isso e os dados científicos continuam apontando para o não uso da hidroxicloroquina”.

A hidroxicloroquina ainda é a principal aposta do governo federal contra a nova doença. Alvo de polêmicas e discordância entre os ex-ministros da Saúde e o presidente da república, o medicamento já representa um investimento de R$ 652 mil apenas pela última encomenda de matéria-prima feita pelo laboratólio Químico e Farmacêutico do Exército, que pretende produzir mais 1,75 milhão de comprimidos para enfrentamento da pandemia.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas