conecte-se conosco


Economia

Bolsonaro não cumpre promessas e enfraquece Bolsa Família para 2020

Publicado

source
Bolsa Família arrow-options
Jefferson Rudy/Agência Senado

Bolsa Família não terá 13º em 2020 e número de famílias atendidas está em queda no governo Bolsonaro

O governo de Jair Bolsonaro apresentou, em documento enviado à Câmara, a previsão de gastos com o Bolsa Família em 2020. A projeção indica que não haverá inclusão de novas famílias beneficiárias, nem tampouco o pagamento do 13º salário, promessa de campanha do presidente que será cumprida somente neste ano.

Leia também: MP do Bolsa Família contraria anúncio do governo e só garante 13º neste ano

O projeto de Orçamento elaborado pela equipe econômica chefiada por Paulo Guedes reservou R$ 29,5 bilhões para o programa social no ano que vem, valor inferior aos R$ 32 bilhões investidos no primeiro de governo Bolsonaro. A expectativa é que 13,2 milhões de famílias sejam atendidas pelo Bolsa Família em 2020.

A cobertura do programa social , que não será ampliada, deve ser a mesma da registrada em novembro, após uma série de cortes do governo. Segundo o ministério da Cidadania, a cobertura deve ser compatível com o Orçamento . Osmar Terra, chefe da pasta, pontua que o número de beneficiários é dinâmico, já que “Todo dia entra e sai gente” do Bolsa Família.

Leia mais:  IBGE revisa crescimento do PIB de 2017 de 1% para 1,3%

De acordo com dados obtidos pela Folha de S.Paulo , o ingresso de novos beneficiários atingiu os menores patamares da história no governo Bolsonaro , caindo de cerca de 200 mil famílias por mês para 2.500 em junho, mantendo-se abaixo de 10 mil desde então. Ainda de acordo com o jornal, o governo passou a barrar, em outubro, novos ingressantes por falta de recursos. O valor médio referente ao benefício do mês de novembro é de R$ 191,08.

A Folha diz que busca dados sobre os cortes e a fila de espera do programa de transferência de renda desde outubro e não obtém respostas do ministério da Cidadania. A fila de espera se forma quando as respostas em relação à adesão demoram mais de 45 dias. O jornal calcula que cerca de 700 mil famílias fazem parte do grupo.

Criado em 2004, o Bolsa Família atende famílias pessoas extremamente vulneráveis, que se encontram em situação de extrema pobreza , com renda mensal per capita de até R$ 89, e pobreza, com renda entre R$ 89,01 e R$ 178 por mês.

Leia mais:  Lucro líquido do banco Itaú cresce 4,2% e alcança R$ 25 bilhões em 2018

Leia também: Aposentados que ganham mais que um salário mínimo recebem segunda parcela do 13º

De acordo com os dados oficiais, o número de famílias atendidas pelo Bolsa Família não cresce desde maio, quando atingiu o recorde de coberturas (14,3 milhões). Desde então, mais de um milhão de famílias foi excluída do atendimento. Entre outubro e novembro, a cobertura caiu de 13,5 milhões para 13,2 milhões.

Fonte: IG Economia
Comentários Facebook
publicidade

Economia

Dólar recua a R$ 4,08 após acordo inicial entre China e Estados Unidos

Publicado

por

source
dólar arrow-options
MARCELLO CASAL JR./AGÊNCIA BRASIL

Dólar

O dólar comercial, que há pouco menos de um mês chegou a ultrapassar os R$ 4,25, agora recua abaixo do patamar de R$ 4,10. A moeda americana é negociada a R$ 4,083 nesta sexta-feira (13), com variação negativa de 0,26% ante o real.

O que explica este comportamento é o acordo comercial de primeira fase entre China e Estados Unidos, que desde janeiro do ano passado travam uma guerra comercial.

De acordo com a agência Bloomberg, o acordo entre Pequim e Washington adia as tarifas americanas sobre US$ 160 bilhões em produtos chineses que iriam entrar em vigor no próximo domingo, dia 15 de dezembro.

A China também teria concordado em fazer compras de produtos agrícolas americanos no valor de US$ 50 bilhões em 2020.

O acordo inclui, além do adiamento na nova rodada de tarifas de domingo, um cronograma de reversão de algumas das existentes e a promessa dos chineses de comprar mais produtos agrícolas dos EUA, segundo fontes. Os termos foram acordados, mas o texto legal ainda não foi finalizado, disseram as pessoas.

Leia mais:  Saques do FGTS podem aumentar de R$ 500 a R$ 998; saiba o que fazer se já sacou

Fonte: IG Economia
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas