conecte-se conosco


Política Nacional

Bolsonaro diz que ministros trabalham ‘como voluntários’

Publicado

source
Presidente Jair Messias Bolsonaro arrow-options
Valter Campanato/Agência Brasil

Presidente Jair Messias Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (2) que seus ministros trabalham “como voluntários “. O salário bruto um ministro é R$ 30.934,70. Com as deduções do imposto de renda e da Previdência Social, fica em R$ 22.831,33. Alguns ministros, contudo, têm outras fontes de rendimento e acabam ganhando mais do que isso.

Leia mais: Policiais que participaram de ação em Paraisópolis são afastados

A declaração de Bolsonaro ocorreu durante uma cerimônia no Palácio do Planalto em alusão ao Dia Internacional do Voluntariado, que é comemorado no dia 5 de dezembro. O governo lançou uma campanha de publicidade do programa Pátria Voluntária , lançado em julho para estimular a prática de ações de solidariedade. O presidente agradeceu aos nove ministros presentes no evento e aos outros 12, dizendo que eles fazem parte de uma “classe de voluntariado”.

“Rapidamente, vou falar de um voluntariado, acho que poucas pessoas pensaram nessa classe de voluntariado. Tenho aqui comigo nove ministros , são 22. Alguns abriram mão até do convívio familiar para estar aqui, sem ganho nenhum. Outros abriram mão de funções que desempenhavam. Outros podiam até estar curtindo umas férias agora, tendo em vista sua aposentadoria ou sua situação econômica. Mas resolveram integrar esse governo e agem como voluntários. Então, a vocês nove e aos demais que não estão aqui, muito obrigado por terem aceitado basicamente trabalhar como voluntários . Muito obrigado a vocês”.

Leia mais:  Justiça condena Lindbergh Farias por improbidade administrativa

Leia também: Mãe de vítima de Paraisópolis acha que filho não foi pisoteado: “foi chacina”

Os ministros têm um desconto de R$ 7.356,76 para o Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) e outro de R$ 642,33 de contribuição previdência. Alguns ministros, que acumulam cargos, recebem o chamado “abate teto”, um desconto para que o seu salário não ultrapasse o teto remuneratório do serviço público , que equivale ao salário de um ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), atualmente em R$ 39.293,32.

Fonte: IG Política
Comentários Facebook
publicidade

Política Nacional

Damares: “Canal vaginal de menina de 12 anos não está pronto para ser possuído”

Publicado

por

source

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, que defende a abstinência sexual para prevenir gravidez precoce na adolescência, disse ao jornal Folha de São Paulo que se silencia caso fique provado que uma menina de 12 anos está pronta para ser possuída todo dia por um homem. 

Leia também: Campanha do governo federal pela abstinência sexual começa em fevereiro

Damares Alves arrow-options
Divulgação/Presidência da República

Damares Alves


Leia também: Damares critica ataques a filho de Thammy e repara: “ele está de azul” 

A ministra Damares Alves, que é pastora e evangélica, sustenta que não mistura assuntos de Estado e religião.  O governo está lançando uma nova campanha estimulando o início do prorrogamento da vida sexual do público de 10 a 18 anos para evitar a gravidez na adolescência. 

“O argumento que eu estou buscando é: uma menina de 12 anos não está pronta para ser possuída. Se vocês me provarem, cientificamente, que o canal de vagina de uma menina de 12 anos está pronto para ser possuído todo dia por um homem, eu paro agora de falar”,  afirmou à coluna Painel.

Leia mais:  Caso Flordelis: conheça os personagens envolvidos na morte do pastor Anderson

Leia também: ‘Acredito em príncipe encantado’, diz Damares Alves sobre busca por marido

A ministra Damares Alves ainda disse que, se levarem “um abaixo-assinado com 1 milhão de assinaturas de pais de adolescentes contra a proposta”, ela “para de falar”.

Fonte: IG Política
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas