conecte-se conosco


Saúde

Anvisa autoriza estudo clínico de medicamento de anticorpos contra Covid-19

Publicado


source
Estudo clínico de leronlimabe contra Covid-19 é autorizado pela Anvisa
Reprodução/freepik

Estudo clínico de leronlimabe contra Covid-19 é autorizado pela Anvisa


A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanotária) autorizou, nesta terça-feira (3), a realização do estudo clínico de fase 3 do medicamento leronlimabe, da farmacêutica Biomm, para o tratamento de “pacientes moderadamente enfermos com pneumonia” da Covid-19.

Nesta etapa do estudo, será avaliada a eficácia e a segurança do medicamento em combinação com o tratamento padrão para pacientes hospitalizados com Covid-19 que não necessitam de ventilação mecânica ou oxigenação por membrana extracorpórea.

O estudo será realizado por profissionais da Sociedade Beneficente Israelita Hospital Albert Einstein, de São Paulo, em 35 centros com 612 pacientes. Os testes são patrocinados pela empresa americana CytoDyn, representada no Brasil pela Biomm.

O leronlimabe é um anticorpo monoclonal que atua como um inibidor competitivo, bloqueando a infecção das células. Segundo  comunicado publicado pela Anvisa, outro protocolo de estudo clínico do leronlimabe, focado em pacientes em estado grave da Covid-19, ainda está em análise. 

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
publicidade

Saúde

Adolescente morreu de púrpura trombótica não relacionada à vacina, diz Saúde

Publicado


source
O ministro da Saúde Marcelo Queiroga
Foto: Jefferson Rudy – 6.mai.2021/Agência Senado

O ministro da Saúde Marcelo Queiroga

Uma análise feita pelo Ministério da Saúde mostrou que a  causa da morte da adolescente de 16 anos que tomou a vacina da Pfizer foi púrpura trombocitopênica trombótica, uma doença autoimune que predispõe a formação de coágulo e pode levar à morte. As informações são da colunista Mônica Bergamo , do jornal Folha de S. Paulo .

Os trombos viajam pela corrente sanguínea e podem se alojar em órgãos vitais, como o coração, pulmões e cérebro.

Na última sexta-feira (17), a Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo já havia informado que o imunizante não foi a causa da morte da jovem  e, no documento que será divulgado ainda hoje pelo Ministério da Saúde, a pasta afirma que o óbito não está associado à vacina.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse não ser contra a imunização de adolescentes sem comorbidades, apesar de ter anunciado a suspensão da campanha para esse grupo na última semana . Mesmo com a determinação, diversas capitais continuaram a vacinação , como Porto Alegre, Florianópolis, São Paulo e Rio de Janeiro.

De acordo com Queiroga, a decisão de interromper a campanha se deu por uma questão de logística e disponibilidade de vacinas . Técnicos do Ministério da Saúde que atuam no Programa Nacional de Imunização (PNI), no entanto, disseram não terem sido ouvidos para o decreto. 

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas