conecte-se conosco


Política Nacional

Alexandre Frota leva bolo ao Congresso para comemorar 1 ano do caso Queiroz

Publicado

Frota com bolo arrow-options
Reprodução

Alexandre Frota leva bolo ao Congresso para comemorar um ano do Caso Queiroz


O deputado Alexandre Frota (PSDB-SP) aproveitou um momento de descontração durante depoimento de Joice Hasselmann (PSL-SP)na CPI das Fake News para lembrar que o caso Queiroz comemorou um ano nesta quarta-feira. O parlamentar levou um bolo e até acendeu vela, não sem antes lembrar o motivo.

O ato foi registrado pelo senador e líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), que estava ao lado do deputado.


Eleito pelo PSL, como apoiador de Jair Bolsonaro, Alexandre Frota rachou com o governo e foi expulso do partido, migrando depois para o PSDB. Desde então, o parlamentar virou um dos principais opositores da família Bolsonaro e um dos que cobram para que o ex-assessor de Flávio Bolsonaro na Alerj, Fabrício Queiroz, preste depoimento sobre transações bancárias suspeitas no período em que atuava na Assembleia.

Leia também: Com 77% dos votos, Frota ganha prêmio de ‘maior arrependido com Bolsonaro’

A denúncia sobre as movimentações bancárias suspeitas de Fabrício Queiroz foram apresentadas pelo Coaf e, na época, divulgadas pelo jornal Folha de S. Paulo.

Comentários Facebook
publicidade

Política Nacional

Weintraub recebe título de “persona non grata” no DF por sua “incompetência”

Publicado


source
weintraub
Alan Santos/PR

Ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub


A Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) aprovou por unanimidade na última quarta-feira (12) uma moção de repúdio que confere ao ex-ministro da Educação Abraham Weintraub o título de ” persona non grata “, que significa “pessoa não querida”. 


A moção foi criada pelo deputado distrital Chico Vigilante (PT-DF) e qualifica Weintraub como uma pessoa com “completa falta de educação e de respeito à democracia e às instituições” e ” notória incompetência na condução das políticas educacionais”. O deputado relembra que durante  reunião ministerial no dia 22 abril Weintraub chamou o Distrito Federal de  “porcaria e cancro de corrupção e privilégio”.

Apenas três pessoas foram consideradas persona non grata pela Câmara Legislativa do Distrito Federal, estão entre eles  Augusto Pinochet, ditador chileno , em 1998; Jean Pierre Juneau, embaixador do Canadá, devido a proibição de importação de carne bovina brasileira, em 2001 e George W. Bush, ex-presidente dos Estados Unidos , com moção aprovada em 2003.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas