Connect with us

Política MT

AL realiza curso de Processo Legislativo aberto à sociedade

Publicado em

Foto: Demóstenes Milhomem

/

Secretaria de Comunicação Social

A Secretaria de Serviços Legislativos (SSL) da Assembleia Legislativa de Mato Grosso realiza no dia 9 de novembro o curso Introdução ao Processo Legislativo Estadual. O curso é destinado ao público externo. As inscrições começam hoje (22), e os interessados podem acessar o site www.al.mt.gov.br e preencher um formulário para garantir a participação ou podem se inscrever clicando aqui. 

O prazo para encerramento das inscrições acontece assim que o limite de 150 vagas for preenchido, capacidade de lotação do auditório Milton Figueiredo – local de realização do curso. O evento será dividido em duas etapas: manhã, das 9 até as 12 horas, e à tarde das 14 até as 17 horas. O participante do curso vai receber um certificado de 6 horas/aula.

Para o curso não será cobrada taxa de inscrição, mas o participante tem que doar um quilo de alimento não perecível, que deverá ser entregue momentos antes do início do curso. Os alimentos arrecadados serão repassados à Sala da Mulher, que fará à doação para instituições filantrópicas.

No intervalo para o almoço, em parceria com a Superintendência do Planejamento Estratégico, por meio do Programa Por Dentro do Parlamento, a SSL vai levar os participantes do curso para conhecer o espaço físico da Assembleia Legislativa como, por exemplo, o Plenário das Deliberações e ainda, conhecer um pouco da história política de Mato Grosso. 

De acordo com o secretário da SSL, Gabriel Lucas Scardini, o curso tem o objetivo de proporcionar ao público externo informações sobre o dia a dia das atividades parlamentares como, por exemplo, a elaboração e a tramitação das proposições apresentadas pelos deputados.

“Além de o Parlamento ter a obrigação de disponibilizar as proposições à sociedade no portal transparência do site da AL, tem a missão de informar ao cidadão como é feito o passo a passo da tramitação das proposições. Isso é uma forma de interagir com a sociedade. Não é só ter os dados disponíveis, mas ensiná-los o que fazer com as informações recebidas. Isso é ser transparente”, disse Scardini.

No período matutino, o curso será dividido em duas partes. Na primeira etapa, os palestrantes vão falar sobre  noções introdutórias do processo legislativo: Regimento Interno, Constituição do Estado de Mato Grosso, e ainda um breve relato da história política da Assembleia Legislativa. A segunda parte vai abordar a introdução das proposições legislativas.

À tarde, os participantes vão aprender noções técnicas legislativas. Eles vão ter informações de como são formatadas as proposições e como o projeto de lei é estruturado – o que significa artigos, parágrafos, incisos dentro de um projeto legislativo.

Sacrdini disse ainda que no site da Assembleia Legislativa no link Parlamento – Secretaria de Serviços Legislativos – tem uma cartilha atualizada sobre os principais pontos do Regimento Interno que tratam das normas do Poder Legislativo estadual. O Guia do Processo Legislativo e o Glossário Legislativo serão distribuídos aos participantes do curso.  

Programação do curso de 9 de novembro

Manhã – das 9 até as 12 horas

Conhecendo o Poder Legislativo:

Noções introdutórias para entendimento do processo legislativo;

Proposições legislativas; Processo Legislativo conforme a Constituição Estadual e o Regimento Interno da ALMT.

 

Tarde – das 14 até as 17 horas

Controle de constitucionalidade:

Noções básicas sobre técnica legislativa; Visita ao Plenário das Deliberações "Deputado Renê Barbour" e ao Instituto Memória do Poder Legislativo.

Comentários Facebook
Advertisement

Política MT

CFAEO promove segunda audiência sobre o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias

Published

on

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso realizou, na tarde desta quarta-feira (10), audiência pública para discutir o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias para o ano de 2023 (PLDO-573/2022). O debate foi conduzido pela Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária e contou com participação de representantes da Secretaria Estadual de Fazenda (Sefaz/MT), sindicatos, Defensoria Pública, Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) e Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM).

A receita total líquida para o ano de 2023 prevista na PLDO é de cerca de R$ 28,6 bilhões. O secretário-adjunto da Receita Pública da Sefaz/MT, Vinícius José Simioni da Silva, explicou os indicadores e parâmetros levados em consideração para chegar ao número apresentado na peça orçamentária. Porém, a estimativa foi alvo de questionamentos de participantes que acreditam na possibilidade de excesso de arrecadação.

Segundo o secretário-adjunto do Orçamento Estadual, Ricardo Capistrano, números podem ser atualizados para apresentação do projeto de lei orçamentária, que deve chegar em setembro para apreciação da Assembleia. O representante da Sefaz ainda destacou que a PLDO-2023 cria dispositivo para medir impactos e retorno econômicos das políticas públicas feitas pelo Estado de Mato Grosso.

Entre as prioridades contidas no Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2023 estão manutenção de espaços educacionais, construção e reforma de estabelecimentos assistenciais de saúde, implementação de programas sociais e pavimentação e conservação de rodovias e gestão da regularização ambiental de imóveis rurais.

Representantes de sindicatos do funcionalismo público estadual cobraram a realização de concursos públicos para diferentes órgãos e secretarias e o pagamento da Revisão Geral Anual (RGA) dos anos em que a correção não foi concedida. A falta de oferta de qualificação profissional e a efetividade da renúncia fiscal dada pelo governo também foram alvo de discussões.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue Reading

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas