conecte-se conosco


Mato Grosso

Sema apreende pescado irregular e espingarda em Poconé

Publicado

Equipe da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema/MT) apreendeu 38,6 kg de pescado irregular de diversas espécies, uma espingarda calibre 22 e uma tarrafa de isca na região de Porto Cercado, município de Poconé. A Operação foi realizada em Parceria com o 4° Batalhão de Policia Militar (4° BPM/MT).

Durante a operação, realizada no sábado (09), foram apreendidas espécies de pacu, pacupeva, barbado, piraputanga e piau que se encontravam abaixo das medidas mínimas exigidas por lei. Uma pessoa foi conduzida a delegacia de Poconé por porte ilegal de arma. Também foram vistoriados 105,5 kg de pescados de pescadores profissionais na região, porém foi constatado que o produto estava regular.

O pescado apreendido foi doado para o Lar dos Idosos Sociedade São Vicente de Paula, em Poconé. O infrator recebeu uma multa no valor de quase R$ 70 mil.

Regras da pesca

Embora esteja fora do período de defeso da piracema estadual, os pescadores profissionais e amadores precisam seguir algumas regras determinadas pela Lei Estadual nº 9.096/2009, que estabelece a proibição para uso de apetrechos de pesca como: tarrafa, rede, espinhel, cercado, covo, pari, fisga, gancho, garateia pelo processo de lambada, substâncias explosivas ou tóxicas, equipamento sonoro, elétrico ou luminoso. As medidas mínimas dos peixes constam na carteira de pesca do Estado e algumas delas são: piraputanga (30 cm), curimbatá e piavuçu (38 cm), pacu (45 cm), barbado (60 cm), cachara (80 cm), pintado (85 cm) e jaú (95 cm).

Leia mais:  MTI participa de encontro para debater desafios tecnológicos para o avanço da saúde em MT

Denúncias

O cidadão pode denunciar a pesca depredatória e outros crimes ambientais à Ouvidoria Setorial da Sema: 0800-65-3838/ou via WhatsApp no (65) 99281-4144. Outros telefones para informações e denúncias: (65) 3613-7394 (Setor Pesca), nas unidades regionais da Sema ou aplicativo MT Cidadão.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Militares concluem o estágio sobre emergências com produtos perigosos

Publicado

por

O Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso realizou nesta sexta-feira (24.05) o encerramento do 3º Estágio de Primeira Resposta a Emergências com Produtos Perigosos. A cerimônia aconteceu no auditório da Polícia Rodoviária Federal, em Cuiabá. Concluíram o estágio 17 militares do Corpo de Bombeiros e dos Batalhões de Transito da PM e da Polícia Militar Ambiental. 

O estágio visa capacitar os militares de forma atualizada para, diante de uma ocorrência, promover o isolamento, colher informações sobre o produto perigoso e atender possíveis vítimas. Foram 40 horas de atividade que começaram no dia 13 de maio, contendo aulas teóricas e práticas. “É de grande importância termos profissionais capacitados para atuarem nesse tipo de ocorrência”, disse o Tenente Saboia, da Companhia de Atendimento a Emergências com Produtos Perigosos, do BEA e coordenador do Estágio.

O Coronel Silvio Bernardes, Diretor de Ensino, Instrução e Pesquisa (DEIP) do CBM afirmou que “cada vida salva vale o investimento em ensino dentro do CBM”. A diretoria é responsável pelo planejamento e realização de todos os cursos e estágios ocorridos no Corpo de Bombeiros. O Comandante geral do CBMMT, Coronel BM Alessandro Borges, destacou que esse estágio “é uma atividade integrada entre o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar, duas instituições imprescindíveis à sociedade”. 

Leia mais:  Com trabalho em fábrica, reeducandos querem construir novo caminho

Participaram do encerramento os comandantes dos sete Comandos Regionais do CBM distribuídos pelo estado. A Companhia de Emergências com Produtos Perigosos é integrante do Batalhão de Emergências Ambientais do CBMMT. 

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas