conecte-se conosco


Saúde

O beijo pode ser perigoso?

Publicado

Carnaval, para muitas pessoas, é sinônimo de beijo na boca, mas muitos nem conseguem imaginar que algumas doenças podem ser transmitidas nesse simples ato.

Leia também: Dentes em um dia. O que são os implantes com carga imediata


Beijo no carnaval pode ser sinônimo de doença?
shutterstock

Beijo no carnaval pode ser sinônimo de doença?

A saliva é um dos principais agentes na transmissão de doenças através do beijo , onde a mistura de germes é inevitável. Doutor Bruno Puglisi cita algumas e seus sintomas:

1. Mononucleose infecciosa

É conhecida como a “doença do beijo”, devido ao fato de que é uma infecção que se contagia pela troca de salivas . É causada pelo vírus Epstein Barr, transmitidos pelos fluidos bucais.
Surge frequentemente em adolescentes e jovens. Seus sintomas são a febre, dor de garganta e gânglios inflamados. O dentista vai indicar um exame de sangue para identificar o vírus e,
posteriormente, receitar analgésicos.

2. Citomegalovírus

Na realidade, este vírus é mais comum do que parece. No momento em que o organismo o adquire, ele permanece ali para sempre. O citomegalovírus é transmitido por meio do contato direto com fluidos corporais, transfusão de sangue ou contato sexual. A maioria dos afetados não sabe que o tem, pois em pessoas com um sistema imunológico forte, não apresenta nenhum risco.

Leia mais:  Menina com sangue raro enfrenta câncer e busca por doador gera comoção mundial

Leia também: Saiba o que é a afta e qual o seu tratamento ideal, por Bruno Puglisi

3. Gengivite

Trata-se de uma infecção que afeta principalmente as gengivas, portanto a cavidade bucal secreta bactérias constantemente. Isso devido à placa pegajosa que se adere aos dentes e gengivas. Dentre os sintomas, se destacam o sangramento, vermelhidão e inflamação da região. As gengivas ficam vermelhas , com sangramento e mau hálito

4. Amigdalite estreptocócica

É uma doença que causa dor na garganta. As bactérias, neste caso, os estreptococos do grupo A e B, atacam de forma direta. Este problema se contagia quando uma pessoa saudável entra em contato com alguém infectado. Inclusive com o simples fato de espirrar ou assoar o
nariz a uma distância muito curta. Os sintomas são: Irritação e dor na garganta, manchas brancas nas amígdalas, inflamação, dor de cabeça, febre

Leia também: Quais foram os avanços da odontologia desde o início dos tempos

5. Herpes labial

É muito comum o contágio deste vírus ao dar um beijo . O herpes é uma infecção geralmente nos lábios. É causada por um vírus o contagioso denominado herpes simples. Os sintomas surgem de uma a duas semanas depois de ter se exposto ao vírus. O herpes causa aftas dolorosas e febre Em geral, os problemas desaparecem em um período de duas semanas. O
dentista receitará um antiviral

Leia mais:  “Punho de selfie” poderá ser epidemia na era digital, diz médico norte-americano

Fonte: IG Saúde
Comentários Facebook
publicidade

Saúde

Hospital aplica anticoncepcional vencido em pacientes na zona leste de SP

Publicado

por


hospital
Reprodução/Facebook

Hospital Tibe Setúbal, na zona leste de São Paulo

Ao menos seis mulheres que tiveram filhos recentemente na maternidade do Hospital Municipal Tide Setúbal, no distrito de São Miguel Paulista, zona leste de São Paulo, receberam anticoncepcional com prazo de validade vencido. As informações são do jornal  Agora

Leia também: Homem morre com granada no bolso durante atendimento em Hospital no Rio

Desde 2016, hospitais da rede municipal oferecem o medicamento conhecido como Implanon, um implante inserido sob a pele do braço da mulher, utilizado para evitar a gravidez. Mulheres em situação de rua ou dependentes químicas podem adquirir o anticoncepcional gratuitamente. Em abril deste ano, o serviço também foi estendido para adolescentes de até 17 anos em situação de vulnerabilidade social. 

O lote do medicamento, que tem duração total de 36 meses, chegou ao Hospital Tide Setúbal em setembro de 2019 e estava vencido desde 4 de março deste ano. No entanto, uma das médicas do hospital percebeu o problema apenas no dia 14 de maio.

Leia mais:  “Punho de selfie” poderá ser epidemia na era digital, diz médico norte-americano

As seis pacientes que já haviam tido o contraceptivo injetado foram avisadas para retornar ao hospital. Além disso, de acordo com o jornal, outras duas funcionárias do local também receberam o medicamento. Duas unidades do lote de Implanon ainda teriam sido cedidas no dia 7 de maio ao Hospital Professor Alípio Corrêa Neto, na mesma região.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde afirmou que tomou conhecimento do problema apenas quando foi informada pelo jornal, nessa segunda-feira (20). O órgão informou ainda que alertou 23 Unidades Básicas de Saúde (UBS) e 10 maternidades que fornecem o medicamento. 

Leia também: Jovem de 25 anos passa mal e morre após fazer aplicação de silicone nos glúteos

O servidor Sandro Xavier Bezerra, que faz parte do Condefi (Conselho Deliberativo e Fiscalizador) da Autarquia Hospitalar Municipal, protocolou uma denúncia no Ministério Público para investigar o caso. A direção do Tide Setúbal afirmou que quatro pacientes já retiraram os implantes do anticoncepcional, enquanto as outras duas já agendaram o processo. 

Leia mais:  Cigarro eletrônico vira epidemia entre os jovens nos Estados Unidos

Fonte: IG Saúde
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas