conecte-se conosco


Esportes

Fifa discute Copa do Catar com 48 seleções e novo Mundial de Clubes nesta sexta

Publicado

Os dirigentes da Fifa irão se reunir nesta sexta-feira (15) em Miami, nos Estados Unidos, para discutir três projetos que deverão mudar o calendário do futebol. Entre os principais assuntos estão as novas propostas para a Copa do Mundo e o Mundial de Clubes, além da criação de uma Liga Mundial de Seleções.

Leia também: Vídeo tenta provar que a bola não entrou no segundo gol de CR7 pela Juventus


Gianni Infantino, presidente da Fifa, apresentará aos membros do Conselho um estudo para antecipar ao Mundial de 2022 o aumento de 32 para 48 seleções
Reprodução

Gianni Infantino, presidente da Fifa, apresentará aos membros do Conselho um estudo para antecipar ao Mundial de 2022 o aumento de 32 para 48 seleções

O presidente da entidade que rege o futebol no mundo, Gianni Infantino, apresentará aos membros do Conselho da Fifa um estudo para antecipar ao Mundial de 2022 o aumento de 32 para 48 seleções que participarão da Copa do Mundo . O projeto irá para votação e será aprovado ou não pelos dirigentes.

A mudança da quantidade de participantes já está garantida para o Mundial de 2026, que terá como sede os Estados Unidos, o Canadá e o México. No entanto, o Catar, que receberá a Copa de 2022 , não apoia a sugestão da entidade. O país asiático não deseja dividir a organização do torneio com outros países do Oriente Médio,entre eles, Bahrein, Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos.

Leia mais:  Com gol de CR7, Juventus vence Milan e conquista Supercopa da Itália

Leia também: Após tragédia no Fla, Grêmio Novorizontino promove treinamento contra incêndio

Caso o Conselho aprove a mudança, o projeto estará bem encaminhado para ser aceito de forma oficial no congresso anual da entidade em junho, quando Infantino disputará a reeleição do cargo máximo da Fifa sem adversários.

Outro tema que será debatido é a criação de um novo Mundial de Clubes . A organização pretende realizar a competição de quatro em quatro anos, a partir de 2021, com a participação de 24 equipes. Atualmente, o torneio é disputado anualmente e conta com sete times.

O novo formato do Mundial de Clubes servirá como um evento teste para as Copas do Mundo e substituirá a Copa das Confederações. Por fim, o Conselho também avaliará o projeto de criação de uma Liga Mundial de Seleções, que será também disputada de quatro em quatro anos.

Leia também: Venda de Militão para o Real Madrid renderá um bom dinheiro para o São Paulo

O presidente da Fifa está buscando a aprovação dos três projetos desde junho passado, mas o cartola enfrenta diversos pontos de rejeição. A Uefa, liderada por Aleksander Ceferin, é a principal opositora do novo Mundial de Clubes e da Liga Mundial de Seleções. Segundo a entidade, ela seria um concorrente da Champions League e da recém-criada Liga das Nações.

Leia mais:  Agente de Icardi indica que atacante argentino irá renovar com a Inter de Milão

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Prass pega pênalti e Palmeiras busca empate com Novorizontino na ida das quartas

Publicado

por


Novorizontino e Palmeiras fizeram o jogo de ida das quartas no interior paulista
Twitter/Reprodução

Novorizontino e Palmeiras fizeram o jogo de ida das quartas no interior paulista

O Palmeiras visitou o Novorizontino no jogo de ida das quartas de final do Paulistão, neste sábado, e ficou no empate por 1 a 1. Cleo Silva marcou para os donos da casa e o estreante Arthur Cabral igualou para o alviverde.

Leia também: PSG já tem time dos sonhos para próxima temporada; veja os nomes

As duas equipes voltam a se enfrentar na terça-feira que vem, dia 26 de março, no estádio do Pacaembu, na capital paulista. O Palmeiras precisa vencer para avançar direto à semifinal, já que um novo empate leva a decisão da vaga para os pênaltis.

O jogo no interior do estado começou com o alviverde em cima, criando duas oportunidades logo nos primeiros minutos. Aos dois, Borja apareceu cara a cara com o goleiro Oliveira e parou em boa defesa do rival; aos 10, o mesmo Borja recebeu na pequena área no alto e cabeceou paa fora, livre de marcação.

Depois disso, o duelo ficou mais equilibrado, com o Novorizontino assustando nos contra-ataques, sempre apostando na velocidade de Danielzinho, Felipe Marques e Cleo Silva.

Leia mais:  “Quando o Pelé estavabravo tínhamos a certeza de gols”

Leia também: Paquetá marca, mas seleção sofre 1º gol pós-Copa e tropeça no Panamá

Aos 38 minutos, Antonio Carlos errou no meio de campo, Murilo ficou com a bola e chutou forte de fora da área. Fernando Prass defendeu e deu rebote nos pés de Cleo Silva, que balançou as redes. Pouco antes do intervalo, Jean Patrick quase ampliou.

Felipão mexeu no time para o segundo tempo e voltou com Felipe Pires e Arthur Cabral nas vagas de Borja e Gustavo Scarpa. A partida seguiu com o Palmeiras em cima e os anfitriões buscando surpreender no contra-ataque.

Os donos da casa tiveram a chance de marcar o segundo gol em pênalti anotado pelo árbitro, que contou com a ajuda do VAR para assinalar o toque na mão de Antonio Carlos – foi a estreia da tecnologia no Paulistão . Murilo bateu no canto e Fernando Prass defendeu.

Leia também: Tottenham divulga vídeo time-lapse do seu novíssimo – e lindo – estádio; confira

Já com Lucas Lima no lugar de Ricardo Goulart, os visitantes buscaram o empate. Aos 22 minutos, após cruzamento da direita, Felipe Pires furou a finalização e Arthur Cabral ficou com a bola para mandar no cantinho. Inscrito para fase final da competição, foi a estreia do centroavante na equipe e seu primeiro gol anotado no clube.

Leia mais:  Palmeiras vacila no fim, toma dois gols do Boca e se complica na Libertadores

Em cobrança de falta venenosa, o zagueiro Edson Silva quase recolocou o Novorizontino em vantagem, parando em defesa de Prass. A resposta do Palmeiras veio com Antonio Carlos, que teve o chute interceptado pelo arqueiro Oliveira. Mesmo pressionando na reta final, o time alviverde não conseguiu virar o placar.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas