conecte-se conosco


Mulher

Australiana exibe celulite em fotos e incentiva amor próprio: “Ame o seu corpo”

Publicado

A australiana Ariella Nyssa, de 21 anos, é uma das mulheres que participam do movimento body positive . Em seu perfil do Instagram, que conta com 256 mil seguidores, a jovem publica várias mensagens motivacionais e que servem para inspirar mulheres em todo o mundo. Por lá, ela fala sobre amor próprio, celulite e outras questões corporais.

Leia também: Jovem exibe celulite em fotos de maiô e inspira mulheres com publicação


Adepta do movimento body positive, a influenciadora Ariella fez uma publicação em seu Instagram sobre amor próprio
Reprodução/Instagram/ariellanyssa

Adepta do movimento body positive, a influenciadora Ariella fez uma publicação em seu Instagram sobre amor próprio

Nesta-quinta (14), a influenciadora postou imagens em que aparece de biquíni verde e, mais uma vez, escreve sobre amor próprio . “Só queria lembrar a vocês como nossos corpos podem ser diferentes em diversas poses, ângulos e iluminação”, começa.

“Quando estiver no Instagram e olhar para as belas imagens de biquínis das garotas, lembre-se que existem muitas outras imagens que não estão lá. A mídia social é uma coisa incrível, mas, às vezes, pode nos fazer sentir que não somos bons o suficiente”, continua.

Leia mais:  5 sinais que mostram uma pele envelhecida antes do tempo e como evitá-los

Leia também: Jovem exibe celulite em fotos de biquíni: “Minhas marcas definem quem eu sou”

Em seguida, ela dá uma lição de autoestima . “Estou aqui para dizer que você é mais do que suficiente. Qualquer foto, qualquer ângulo, qualquer pose. Você é estonteante. Você é linda. Você é você. E isso significa cada lado de você. Aprenda a amar a si mesma, tenha orgulho de si mesma e ame o seu corpo”, incentiva.

Publicação sobre amor próprio rende diversos comentários positivos


A publicação feita pela australiana Ariella Nyssa sobre amor próprio rendeu muitos comentários positivos dos seguidores
Reprodução/Instagram/ariellanyssa

A publicação feita pela australiana Ariella Nyssa sobre amor próprio rendeu muitos comentários positivos dos seguidores


Como de costume, a publicação de Ariella rendeu diversos comentários positivos por parte das mulheres. “Obrigada. Você é linda. Eu sou linda. Todas nós somos lindas. Sua confiança é a melhor”, diz uma. “Eu amo a sua confiança”, ressalta outra. “Continue a nos inspirar. Você é perfeita do jeito que é”, escreve mais uma.

Leia também: “Por que devemos esconder nossos corpos?”, questiona influenciadora australiana

Leia mais:  5 produtos para bebês que você também pode usar na sua rotina de beleza

A postagem sobre amor próprio recebeu ainda mais elogios. “Obrigada por isso. Muito verdadeira. Você é uma mulher linda e forte. Orgulho de você”, ressalta uma. “Finalmente encontrei uma influenciadora verdadeira e um exemplo para todas as jovens de que devemos nos amar pelo que somos. Você luta contra os padrões da sociedade e promove a ‘beleza natural’. Obrigada”, agradece outra.

Comentários Facebook
publicidade

Mulher

Mãe consegue perder peso, elimina 34 kg e vence compulsão alimentar

Publicado

por

Jess Dukes começou a engordar depois da faculdade. Após se formar, passou a trabalhar em um emprego novo, em período integral, onde ficava sentada por cerca de nove horas por dia. Ela escondia lanches nas gavetas, comia donuts, tomava café no caminho e sempre pulava a academia para ir direto ao happy hour. Na época, não se preocupava em perder peso.

Leia também: Sofre com compulsão alimentar? Saiba como treinar o cérebro para comer menos


Jess Dukes tinha uma vida sedentária após a faculdade, mas conseguiu dar a volta por cima, mudar sua rotina e perder peso
Reprodução/Instagram/mrsdukesfitspo

Jess Dukes tinha uma vida sedentária após a faculdade, mas conseguiu dar a volta por cima, mudar sua rotina e perder peso

Conforme conta ao portal Women’s Health , ela era viciada em comida. Isso porque, mesmo após sair com os amigos, voltava para casa e continuava a comer durante a noite toda. Era um caso de compulsão alimentar. O peso começou a se acumular rapidamente e, em dois anos, ganhou mais de 34 kg. Sem fôlego para subir as escadas e sentindo-se exausta e inchada, já estava na hora de começar a  perder peso .

Junto a esses problemas, Jess também sentia-se envergonhada da sua aparência e estava desconfortável com seu próprio corpo. Em setembro de 2012, no entanto, aconteceu o seu ponto de virada, que a faria ter uma vida mais saudável. “Uma lista de minhas realizações e desapontamentos acabou me fazendo despertar”, explica.

Na época, ela foi até uma conferência em que a autora do livro “Your Best Year Yet”, Jinny S. Ditzler, participava e compartilhava seus ensinamentos. “Ela fez com que todos nós escrevêssemos nossas dez principais conquistas – e decepções – para o ano até então. Depois, passou por nossas mesas para que pudéssemos compartilhamos”, detalha.

Leia também: Chega de beliscar! Veja 6 dicas para acabar com esse hábito

Aos 23 anos à época, ela era a mais jovem do local, mas tinha mais decepções do que todos os presentes – e só conseguiu pensar em apenas quatro conquistas. “Senti muita humilhação naquele momento. As outras mulheres compartilharam sobre como estavam tendo filhos, correndo maratonas, ganhando prêmios, recebendo promoções. Eu não tinha nada disso”, diz. 

Leia mais:  5 produtos para bebês que você também pode usar na sua rotina de beleza

Assim que chegou em casa naquele dia, olhou para a sua lista de desapontamentos e notou que a maioria deles tinha algo relacionado ao seu peso ou falta de confiança, conforme descreve. “Soube naquele momento que eu precisa estar bem onde eu estava ou precisa fazer uma mudança”, ressalta. A hora de emagrecer chegou. 

Mudanças simples em sua rotina a fizeram perder peso e ser mais saudável


Ela fez uma lista com suas conquistas e decepções e, após se dar conta da realidade, percebeu que era hora de perder peso
Reprodução/Instagram/mrsdukesfitspo

Ela fez uma lista com suas conquistas e decepções e, após se dar conta da realidade, percebeu que era hora de perder peso

Logo que começou a jornada para emagrecer, Jess passou a fazer exercícios físicos na acadamia. Um dos treinadores do local lhe deu uma dica e disse para ela permanecer no caminho certo de segunda a sexta-feira e deixar os desejos para sábado e domingo. “No começo, isso funcionou para mim, mas não era produtivo para o meu objetivo real, que era evitar a compulsão alimentar que eu tinha”, expõe.

Após um tempo nessa rotina, ela fez algumas mudanças positivas. “Tentei mudar uma coisa de cada vez. Comecei a olhar para os rótulos com mais frequência, comi menos alimentos processados e mais integrais e comecei a ficar mais atenta para o tamanho das porções. Você nunca percebe o quanto está comendo até realmente mensurar isso”, diz.

Jess conta que essas pequenas substituições funcionaram bem para ela, uma vez que mudar tudo de uma vez parecia demais em um primeiro momento. “Tentei enxergar isso ao mudar um hábito de cada vez até que eu estivesse fazendo escolhas mais saudáveis do que as opções consideradas doentias”, afirma.

Hoje, sua alimentação já está mais saudável e com alimentos que fazem bem à saúde, sem sofrer com a compulsão alimentar. Seu cardápio é composto, por exemplo, por batata doce, salada, espinafre, cenoura, tomate, abacate, frango grelhado, banana, brócolis e chá. Além de mudar suas refeições, ela também passou a se exercitar ao mesmo tempo, mas afirma que sentiu dificuldades em seu corpo.

Leia mais:  Virgem aos 32 anos, mulher conta como espera que seja sua primeira vez

Diante disso, ela explica o que fez. “Eu me dei permissão para fazer muitos intervalos, mas nunca me permiti parar. Me concentrei em minha força e resistência. Quando comecei a levantar pesos, tentava me esforçar um pouco mais a cada dia. Nos momentos em que sentia que não poderia fazer mais uma repetição, dizia para mim mesma para tentar antes de fazer mais uma pausa”, detalha. 

Ela ainda diz que sua mente estava disposta a desistir muito mais rapidamente do que o seu corpo. “Quando eu realmente me esforcei, descobri que podia fazer mais do que apenas mais uma repetição. Fazia tudo isso na academia e, eventualmente, fiz a transição para os treinos em casa. Prefiro isso porque não sinto uma multidão está me observando no meu processo para emagrecer”, ressalta.

Leia também: Como emagrecer sem se torturar? 6 atitudes que você precisa abandonar agora

Depois que perdeu os primeiros 22 kg, ela conheceu seu marido e teve dois filhos, sendo que o terceiro está a caminho. “Durante toda a minha gravidez, continuei com meus exercícios e plano de refeições, com a supervisão do meu médico. Modifico meus exercícios para torná-los favoráveis ​​à gravidez, como tirar parte do trabalho de AB e sempre ficar de olho na frequência cardíaca”, detalha.

Para ela, tornar-se mãe lhe ensinou a importância do autocuidado que vai além de perder peso. “A fim de garantir que minha família está feliz e saudável, eu também preciso estar assim. É por isso que eu começo o dia antes de todo mundo se levantar e ter tempo para mim mesma – e malhar”, diz. Já havia se livrado da compulsão alimentar.


Jess Dukes conseguiu eliminar 34 kg e compartilha diversas imagens do seu antes e depois em seu perfil do Instagram
Reprodução/Instagram/mrsdukesfitspo

Jess Dukes conseguiu eliminar 34 kg e compartilha diversas imagens do seu antes e depois em seu perfil do Instagram

Após sete anos e quase três gestações, conseguiu eliminar os 34 kg a mais que manteve nesse tempo. Seu conselho para perder peso e conseguir emagrecer? Não espere se sentir motivado para começar. Comece hoje mesmo onde você está e aproveite cada dia, sendo um de cada vez, porque ficar saudável é uma jornada para toda a vida e uma mudança de estilo de vida e não uma solução rápida”, finaliza.

Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas