conecte-se conosco


Esportes

Argentina e Colômbia devem sediar juntas a Copa América de 2020

Publicado


Troféu da Copa América 2019 foi apresentado no início do ano
Reprodução

Troféu da Copa América 2019 foi apresentado no início do ano

Entre junho e julho deste ano acontecerá a 46ª edição da Copa América no Brasil. Porém, no ano que vem o torneio volta a acontecer, e dessa vez os países sede serão Argentina e Colômbia.

Leia também:  Vídeo tenta provar que gol de Cristiano Ronaldo na Champions não entrou 

A realização de duas edições da Copa América seguidas deve-se a uma decisão da Fifa tomada em outubro de 2018. Na ocasião, a Conmebol apresentou uma proposta à entidade para equiparar o torneio sul-americano com a Eurocopa.

Em uma reunião em Miami, nos Estados Unidos, a Conmebol definiu nesta quarta-feira (13) que a Copa América de 2020 será disputada em solo sul-americano.

A entidade que rege o futebol da América do Sul descartou levar o torneio para os Estados Unidos, onde aconteceu a edição de 2016, ou Austrália. Além disso, a organização revelou que a confirmação de Argentina e Colômbia como sedes conjuntas ainda deverá ser aprovada.

Caso a ‘dupla-sede’ se confirme, essa será a quarta vez na história que o torneio acontecerá com mais de um país anfitrião. As outras vezes foram em 1975, 1979 e 1983.

Leia mais:  Brasil terá que organizar melhor o calendário do Futebol Feminino em 2019

O formato de disputa da edição de 2020 ainda não foi divulgado. No entanto, a Copa América deverá contar com 16 seleções (10 da Conmebol e mais seis convidados), dois grupos por país, uma semifinal para cada nação e a final em Buenos Aires, na Argentina.

Leia também: Entenda como a seleção do Catar ficou forte e pode surpreender no Brasil

Até o momento, o que mais chama atenção no torneio é a distância entre os possíveis dois países sedes. Por via aérea, Argentina e Colômbia estão separados por 4.680 quilômetros. Já por via terrestre, a distância é de 6.950 quilômetros. No novo formato, em 2024, é provável que apenas o Equador sedie a Copa América.


Seleção do Chile foi campeã da Copa América Centenária de 2016
Reprodução

Seleção do Chile foi campeã da Copa América Centenária de 2016

A Copa América começou a ser disputada em 1916 e tem como maior ganhadora a seleção do Uruguai, com 15 títulos, seguida da Argentina com 14. A seleção brasileira está em terceiro no ranking com oito títulos conquistados.

México, Honduras, Equador, Estados Unidos e Venezuela nunca venceram a Copa América.

Leia mais:  Fãs da Fiorentina insultam ídolo da Juventus e vítimas da tragédia de Heysel

Leia também:  Confira aqui os integrantes dos três grupos da Copa América 2019 no Brasil

Para a edição da Copa América de 2019, os adversários do Brasil já foram definidos. A seleção nacional enfrenta Bolívia, Venezuela e Peru. Torneio começa no dia 14 de junho.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Prass pega pênalti e Palmeiras busca empate com Novorizontino na ida das quartas

Publicado

por


Novorizontino e Palmeiras fizeram o jogo de ida das quartas no interior paulista
Twitter/Reprodução

Novorizontino e Palmeiras fizeram o jogo de ida das quartas no interior paulista

O Palmeiras visitou o Novorizontino no jogo de ida das quartas de final do Paulistão, neste sábado, e ficou no empate por 1 a 1. Cleo Silva marcou para os donos da casa e o estreante Arthur Cabral igualou para o alviverde.

Leia também: PSG já tem time dos sonhos para próxima temporada; veja os nomes

As duas equipes voltam a se enfrentar na terça-feira que vem, dia 26 de março, no estádio do Pacaembu, na capital paulista. O Palmeiras precisa vencer para avançar direto à semifinal, já que um novo empate leva a decisão da vaga para os pênaltis.

O jogo no interior do estado começou com o alviverde em cima, criando duas oportunidades logo nos primeiros minutos. Aos dois, Borja apareceu cara a cara com o goleiro Oliveira e parou em boa defesa do rival; aos 10, o mesmo Borja recebeu na pequena área no alto e cabeceou paa fora, livre de marcação.

Depois disso, o duelo ficou mais equilibrado, com o Novorizontino assustando nos contra-ataques, sempre apostando na velocidade de Danielzinho, Felipe Marques e Cleo Silva.

Leia mais:  Brasil terá que organizar melhor o calendário do Futebol Feminino em 2019

Leia também: Paquetá marca, mas seleção sofre 1º gol pós-Copa e tropeça no Panamá

Aos 38 minutos, Antonio Carlos errou no meio de campo, Murilo ficou com a bola e chutou forte de fora da área. Fernando Prass defendeu e deu rebote nos pés de Cleo Silva, que balançou as redes. Pouco antes do intervalo, Jean Patrick quase ampliou.

Felipão mexeu no time para o segundo tempo e voltou com Felipe Pires e Arthur Cabral nas vagas de Borja e Gustavo Scarpa. A partida seguiu com o Palmeiras em cima e os anfitriões buscando surpreender no contra-ataque.

Os donos da casa tiveram a chance de marcar o segundo gol em pênalti anotado pelo árbitro, que contou com a ajuda do VAR para assinalar o toque na mão de Antonio Carlos – foi a estreia da tecnologia no Paulistão . Murilo bateu no canto e Fernando Prass defendeu.

Leia também: Tottenham divulga vídeo time-lapse do seu novíssimo – e lindo – estádio; confira

Já com Lucas Lima no lugar de Ricardo Goulart, os visitantes buscaram o empate. Aos 22 minutos, após cruzamento da direita, Felipe Pires furou a finalização e Arthur Cabral ficou com a bola para mandar no cantinho. Inscrito para fase final da competição, foi a estreia do centroavante na equipe e seu primeiro gol anotado no clube.

Leia mais:  Corinthians chegou longe demais e ainda levou 20 milhões na Copa do Brasil

Em cobrança de falta venenosa, o zagueiro Edson Silva quase recolocou o Novorizontino em vantagem, parando em defesa de Prass. A resposta do Palmeiras veio com Antonio Carlos, que teve o chute interceptado pelo arqueiro Oliveira. Mesmo pressionando na reta final, o time alviverde não conseguiu virar o placar.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Policial

Política MT

Mato Grosso

Nacional

Entretenimento

Tecnologia

Mais Lidas